O que é alfa arbutin e como ele é usado para tratar manchas na pele?

Alfa arbutin é um produto utilizado no tratamento da hiperpigmentação. Mas como ele é obtido? Quais são as propriedades dele? Descubra!
O que é alfa arbutin e como ele é usado para tratar manchas na pele?

Última atualização: 30 novembro, 2021

Nos últimos anos os tratamentos com alfa arbutin se tornaram populares como uma alternativa eficaz para o tratamento das manchas cutâneas. De fato, este é um composto comum nos produtos cosméticos para o cuidado com a pele.

Conforme afirmado em um artigo publicado no Biological and Pharmaceutical Bulletin, este é um ingrediente seguro e eficaz para reduzir a síntese de melanina e clarear a pele. Mas o que ele é exatamente? Como funciona? A seguir detalharemos essas informações para você.

O que é o alfa arbutin?

O que é ácido ferúlico e quais os benefícios que ele tem na pele?
Alfa arbutin é uma substância utilizado em cosméticos para minimizar a presença de manchas na pele.

O Alfa Arbutin é um derivado natural da hidroquinona, um ingrediente usado para suavizar gradualmente as manchas na pele. Especificamente, trata-se de um glicosídeo de hidroquinona proveniente das folhas secas de plantas como uva-ursina, mirtilo e pera. Essa substância também pode ser fabricada sinteticamente.

O mecanismo de ação é explicado por sua capacidade de inibir a atividade da tirosinase, enzima responsável por estimular a produção de melanina. Uma vez que atenua o impacto dos raios ultravioleta do sol, sua ação retarda o processo de pigmentação e evita a formação de manchas escuras na pele.

Principais benefícios do alfa arbutin para o cuidado da pele

O principal benefício do alfa arbutin para a pele é a diminuição das manchas provocadas pelo sol, alterações hormonais ou outros fatores. Ao bloquear o processo da tirosina, ele reduz a síntese de melanina e força a degradação das imperfeições cutâneas.

Por outro lado, foram observadas propriedades antioxidantes que não apenas aumentam o efeito clareador, mas também diminuem o impacto negativo dos radicais livres nas células. O resultado? Uma pele mais saudável, jovem e uniforme. Outras vantagens desta substância são as mencionadas a seguir.

Tez mais iluminada

O Alfa Arbutin clareia a pele naturalmente, deixando o rosto mais saudável e iluminado. Seus componentes removem as células mortas que se acumulam na pele, o que proporciona limpeza, suavidade e uma aparência radiante.

É menos agressivo que a hidroquinona

A hidroquinona é frequentemente utilizada em produtos para melasma e hiperpigmentação severa. No entanto, a maioria é de origem sintética e o uso incorreto pode provocar reações adversas. Embora o alfa arbutin seja um derivado da hidroquinona, sua aplicação é mais segura e seus efeitos são similares.

Como o alfa arbutin é usado para reduzir manchas na pele?

No momento, o alfa arbutin está disponível nas formas natural e sintética. Geralmente ele é utilizado em concentrações de 1 ou 2% em cremes, máscaras, loções e soros clareadores. Estes, por sua vez, são aplicados 1 ou 2 vezes ao dia. Para potencializar o efeito, algumas apresentações contêm outros ingredientes ativos, como vitamina C ou ácidos despigmentantes.

Modo de aplicação

  • Em primeiro lugar, é aconselhável fazer um teste para descartar reações indesejadas. Para fazer isso, aplique o produto em uma pequena área da pele à noite. Se após 24 horas não houver irritação ou desconforto, o produto pode ser usado sem problemas.
  • Depois de verificar se o produto com alfa arbutin é seguro, você pode usá-lo como um tratamento localizado ou geral. Ou seja, você pode colocar uma pequena quantidade na mancha ou distribuir o produto uniformemente no rosto, tórax, mãos ou qualquer área hiperpigmentada.

Possíveis efeitos colaterais

Rosto de mulher com acne que precisa de creme para cicatrizes.
Na presença de vermelhidão ou irritação, o uso de alfa arbutin deve ser interrompido.

Até o momento, o alfa arbutin é considerado seguro para a maioria das pessoas. De fato, ele é adequado para todos os tipos de pele. No entanto, a concentração não deve exceder 4%. Em casos raros, pessoas com pele sensível experimentam sensação de ardência após a aplicação. Outros possíveis efeitos colaterais são os seguintes:

  • Irritação da pele com erupções.
  • Sensibilidade ao sol.
  • Vermelhidão provocada por uma reação alérgica.
  • Descamação.

O efeito do alfa arbutin é duradouro?

É importante destacar que, em uma concentração adequada, o alfa arbutin atua como coadjuvante no cuidado da pele e na redução das manchas. No entanto, uma vez que a sua função é interferir na atividade da tirosinase, os efeitos clareadores não são permanentes. Embora eles se mantenham por algumas semanas após a interrupção do tratamento, as manchas podem reaparecer com o tempo.

Nota: o excesso de calor diminui a eficácia desta substância. Portanto, se você tiver produtos que o contenham, evite expô-los à luz solar ou a fontes de calor.

Consulte um dermatologista antes de usar alfa arbutin

Por fim, é importante lembrar que a hiperpigmentação ou outros problemas de pele devem ser avaliados por um profissional da dermatologia. O especialista determinará se outros tratamentos são necessários ou se os produtos com alfa arbutin são suficientes.

Por outro lado, cabe destacar a importância da aplicação de outros cuidados faciais para a obtenção de melhores resultados. Nesse sentido, é fundamental hidratar a pele 2 vezes ao dia e, claro, usar protetor solar. Este último é bastante importante, pois o arbutin pode provocar fotossensibilidade.

This might interest you...
O que são os peptídeos e como eles beneficiam a pele?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
O que são os peptídeos e como eles beneficiam a pele?

Os peptídeos são moléculas que constituem cadeias curtas formadas por aminoácidos. Confira os benefícios e as funções dessas estruturas!



  • Sugimoto K, Nishimura T, Nomura K, Sugimoto K, Kuriki T. Inhibitory effects of alpha-arbutin on melanin synthesis in cultured human melanoma cells and a three-dimensional human skin model. Biol Pharm Bull. 2004 Apr;27(4):510-4. doi: 10.1248/bpb.27.510. PMID: 15056856.
  • Uchida, R., Ishikawa, S., & Tomoda, H. (2014). Inhibition of tyrosinase activity and melanine pigmentation by 2-hydroxytyrosol. In Acta Pharmaceutica Sinica B (Vol. 4, Issue 2, pp. 141–145). Elsevier BV. https://doi.org/10.1016/j.apsb.2013.12.008
  • Boo YC. Arbutin as a Skin Depigmenting Agent with Antimelanogenic and Antioxidant Properties. Antioxidants (Basel). 2021;10(7):1129. Published 2021 Jul 15. doi:10.3390/antiox100711299
  • Sarkar R, Arora P, Garg KV. Cosmeceuticals for Hyperpigmentation: What is Available?. J Cutan Aesthet Surg. 2013;6(1):4-11. doi:10.4103/0974-2077.110089
  • Saeedi M, Khezri K, Seyed Zakaryaei A, Mohammadamini H. A comprehensive review of the therapeutic potential of α-arbutin. Phytother Res. 2021 Aug;35(8):4136-4154. doi: 10.1002/ptr.7076. Epub 2021 Mar 16. PMID: 33724594.