O que a pele precisa após terminar o verão?

· 22 de dezembro de 2018
Esfoliar-se e fazer uso de produtos hidratantes, ricos em colágeno e antioxidanets é vital para revitalizar a pele depois do verão.

Se a tônica durante o verão era se divertir na praia, no pós-verão o chamado é de reparar os danos causados. A reidratação é o que a pele precisa para se recuperar da superexposição aos raios ultravioletas. 

Manchas na pele, ardor e secura figuram entre as consequências negativas que a praia, o sol e a areia deixam. O fotoenvelhecimento é outro problema latente.

As principais manifestações são as rugas e a flacidez cutânea. No entanto, um bom plano de contingência permitirá evitar todos esses resultados negativos.

Hidratar-se bem é a chave após o verão

Beber água para ficar bem após o verão

O ressecamento é a condição que gera maiores danos na pele durante o verão. O que a pele precisa é de hidratação mediante o uso de produtos tópicos.

Além disso, são importantes os tratamentos para restituição do colágeno e, principalmente, muita água.

Seguir tomando dois litros de água por dia e controlar a alimentação será um passo importante para se hidratar internamente.

As vitaminas de frutas, os vegetais verdes e os alimentos marinhos deverão se manter no topo de nosso cardápio diário.

No entanto, manter uma alimentação equilibrada e uma boa hidratação não será suficiente para combater o dano causado pelos raios solares.

É provável que tenha que dedicar um pouco de cuidado, esforço e dinheiro para reparar o dano causado.

A pele precisa de esfoliação após o verão?

Talvez o tratamento chave é a esfoliação, dirigido principalmente ao cuidado dos tecidos do rosto. Esfoliar a pele significa limpá-la profundamente e eliminar as impurezas que ficaram como mostra do impacto negativo da luz ultravioleta.

Eliminar as células mortas é fundamental para oxigenar a pele. Somente mediante a esfoliação é possível deixar o terreno preparado para a restituição do colágeno e o posterior nascimento das células novas.

Por isso, entenda a esfoliação como a ação prévia aos tratamentos de nutrição e reidratação profunda. 

Somente assim conseguirá o que a pele precisa… absorver com eficácia a água e os nutrientes dos produtos tópicos que serão utilizados.

Não perca: Por que devemos esfoliar a pele? Como fazer?

Quais produtos devem ser utilizados?

Mulher usando creme após o verão

O passo seguinte é implementar soluções cosméticas com alto teor de hidrantes, colágeno e antioxidantes.

Lembre-se que os antioxidantes impedem o envelhecimento das células mediante a eliminação e bloqueio dos radicais livres.

Os antioxidantes que os cremes deverão conter são os seguintes: as vitaminas E e C, resveratrol, retinol, genisteína e niacinamida. 

Todos estes compostos freiam o dano oxidativo e alguns, inclusive, têm propriedades anti-inflamatórias.

Para esta fase do tratamento, as máscaras e cremes serão os principais aliados. As apresentações ricas em baba de caracol e calêndula são talvez os tópicos mais efetivos do mercado.

Os dermatologistas recomendam utilizar este tipo de produto durante a noite. Trata-se de cobrir todo o roso e deixar a solução agir por uns 20 minutos, aproximadamente.

Por outro lado, os cremes exclusivamente hidratantes podem ser utilizados até duas vezes no dia.

Tratamentos profissionais

Tampouco será excessivo procurar um centro cosmético e se submeter a um tratamento profissional de alto impacto.

Atualmente, são usados tratamentos com raios laser, os quais permitem eliminar os rastros deixados pela luz UV e os raios infravermelhos.

O melhor de tudo é que um dermatologista realizará um diagnóstico prévio sobre o que sua pele precisa. 

Dessa forma, é possível saber o estado real da pele.

Não deixe de utilizar o protetor solar

Usar protetor solar no verão

Devemos continuar usando o protetor solar após o verão ou o deixamos bem guardado? Para aqueles que não sabem, o correto é seguir se protegendo dos raios UV.

Isso se deve à dois fatos: o primeiro, é que depois das férias os raios de sol continuam em uma posição bastante direta.

O segundo, é que após a superexposição das férias, a pele se encontra mais sensível e desprotegida do que nunca.

Assim sendo, é necessário continuar aplicando o protetor solar nas áreas que serão expostas.

Além disso, é possível manter o consumo moderado dos protetores via oral. Entre outras coisas, devido ao seu alto teor de antioxidantes e nutrientes que contribuem para a reidratação.

Quais vantagens deste tipo de produto? Possuem vitaminas, betacarotenos e anti-inflamatórios que agem diretamente sobre as células da pele. Uma cápsula diária é mais do que suficiente.

Leia também: O protetor solar de acordo com o tipo de pele

Mantém o bronzeado

São muitas as pessoas que desejam conservar o bronzeado praieiro durante a maior quantidade de tempo possível. Por isso, as esfoliações corporais permitem manter um bronzeado similar em todas as partes do corpo.

Para isso, deve-se prestar atenção aos cantos que no geral são esquecidos: cotovelos, joelhos, axilas, pés, etc. A esponja será um implemento de grande utilidade.

Consuma alimentos hidratantes

Existem alimentos que podem fornecer antioxidantes e líquido de forma natural. Por exemplo, as verduras, frutas, hortaliças e vegetais verdes trazem muito nos dias posteriores ao fim do verão.

As saladas podem ser acompanhadas com azeite de oliva. O ouro líquido contém uma série de anti-inflamatórios e antioxidantes que incidem no estado da pele.

Por outro lado, o peixe e demais pratos marinhos têm um alto teor de ômega 3.

Em resumo, antioxidantes, água, colágeno e anti-inflamatórios seguirão sendo o que a pele precisa assim que o verão acaba.

Não esqueça que é muito importante procurar um dermatologista caso detecte manchas ou pintas que tenham aparecido ou mudado depois do verão.

  • Amaro-Ortiz, A., Yan, B., & D’Orazio, J. A. (2014). Ultraviolet radiation, aging and the skin: Prevention of damage by topical cAMP manipulation. Molecules. https://doi.org/10.3390/molecules19056202
  • D’Orazio, J., Jarrett, S., Amaro-Ortiz, A., & Scott, T. (2013). UV radiation and the skin. International Journal of Molecular Sciences. https://doi.org/10.3390/ijms140612222
  • Sies, H., & Stahl, W. (2004). NUTRITIONAL PROTECTION AGAINST SKIN DAMAGE FROM SUNLIGHT. Annual Review of Nutrition. https://doi.org/10.1146/annurev.nutr.24.012003.132320