Nervo ciático inflamado: sintomas e remédios caseiros

07 Junho, 2020
Quando uma inflamação ocorre no nervo ciático, geralmente vem acompanhada por uma dor intensa na região lombar que irradia para os glúteos e a perna. Em alguns casos, é necessário recorrer a diferentes remédios complementares ao tratamento médico.

Nós nos referimos a esse problema como ciática, mas na verdade trata-se do nervo ciático inflamado. Esta condição é caracterizada pela dor que irradia ao longo deste nervo, da região lombar passando pelos glúteos e a perna.

Essa dor pode ser intensa, de modo que aqueles que sofrem com ela buscam soluções e remédios que possam aliviá-la. Neste artigo, compartilharemos o que há mais eficaz para combatê-la, de acordo com as pesquisas mais recentes.

Nervo ciático inflamado

Sintomas da ciática

Certamente você já ouviu alguém reclamando da ciática, já que o nervo ciático inflamado causa dor, inflamação e, às vezes, dormência, formigamento ou fraqueza na perna, geralmente apenas em uma.

A dor ciática começa na região lombar ou na parte baixa das costas e passa pelos glúteos. Essa primeira parte do percurso geralmente é a que causa mais desconforto. Depois, desce para a parte de trás da perna e pode, até mesmo, alcançar o pé. Também é possível sentir uma dor mais aguda atrás da coxa e da panturrilha.

Como é a sensação de dor ciática?? A verdade é que a dor pode variar muito de pessoa para pessoa. Pode ser leve ou intensa, ou caracterizada por uma sensação de queimação ou choque elétrico.

Leia também: Que exercício de ioga é bom para a dor lombar?

Remédios para o nervo ciático inflamado

1. Cúrcuma

Cúrcuma
O efeito anti-inflamatório da cúrcuma pode ser interessante para o alívio da dor ciática.

A curcumina, ingrediente ativo da cúrcuma, demonstrou ter propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antioxidantes, entre muitas outras. Portanto, este tempero é apresentado como um remédio para muitas condições que causam dor.

Graças a essas propriedades, mais e mais pesquisas estão sendo feitas para aproveitar o poder desse alimento medicinal. Portanto, atualmente, podemos encontrar cúrcuma ou curcumina como suplementos. No entanto, também podemos incorporá-lo em muitas receitas, sopas e sobremesas.

Com este remédio, evitamos contraindicações e efeitos colaterais de medicamentos anti-inflamatórios de longo prazo. Além disso, a cúrcuma é benéfica para a função hepática, por isso nos ajuda a melhorar outros aspectos da nossa saúde.

2. Óleo de cannabis CBD

O óleo de cannabis provou ser eficaz em casos de dores difíceis de tratar. O segredo está no canabidiol (CBD), um composto que também ajuda a acalmar os nervos e a melhorar o sono. É importante notar que este óleo é obtido a partir do cânhamo e não é psicoativo. 

Este remédio é eficaz, mas possui algumas contraindicações, como em casos de arritmias cardíacas. Portanto, é importante sempre tomá-lo sob supervisão médica, especialmente se estiver tomando algum outro tipo de medicamento.

Talvez você possa se interessar: Leite de cânhamo: nutrientes, benefícios e receita

3. Ginkgo biloba

Ginkgo biloba
As folhas desta árvore têm efeitos positivos na circulação sanguínea e, segundo alguns estudos, podem reduzir certos tipos de dor.

As folhas de Ginkgo biloba são comercializadas como um suplemento para melhorar a circulação no cérebro e extremidades. Portanto, podem ajudar a melhorar a memória, mas também a aliviar diferentes dores.

Além disso, alguns estudos sugerem que o extrato desta planta poderia ajudar a regenerar o nervo ciático. Portanto, podemos tomá-la como um tratamento sob supervisão médica. No entanto, não é recomendável fazer isso por muito tempo seguido.

4. Açafrão

O açafrão é muito popular na gastronomia, mas passa despercebido como remédio medicinal. No entanto, esse tempero se destaca pela sua capacidade de aliviar a dor e reduzir a inflamação naturalmente. 

Além disso, o açafrão também é um poderoso antioxidante. Por esse motivo, todas essas virtudes curativas o apresentam em alguns estudos como um bom remédio para aliviar a dor neuropática, ou seja, a dor que afeta o sistema nervoso.

Segundo a medicina ayurvédica na Índia, o açafrão deve ser tomado em pequenas quantidades misturado com leite. No entanto, hoje em dia também podemos encontrá-lo como um extrato para poder tomar uma dose mais precisa.

Em suma…

Nervo ciático inflamado
Em caso de dor intensa, esses remédios podem ajudar, embora seja importante consumi-los sob a supervisão de um profissional da saúde.

Esses estudos que compartilhamos são recentes e promissores. Embora muitos desses remédios ainda precisem demonstrar sua eficácia, como a maioria deles faz parte da nossa gastronomia, podem ser excelentes opções para tentar aliviar a inflamação do nervo ciático naturalmente.

Agora você já conhece essa condição dolorosa. Com esses remédios naturais, você pode reduzir a dor sem sofrer os efeitos colaterais incômodos de alguns medicamentos. Vale a pena tentar.

  • Ma, J., Liu, J., Yu, H., Wang, Q., Chen, Y., & Xiang, L. (2013). Curcumin promotes nerve regeneration and functional recovery in rat model of nerve crush injury. Neuroscience Letters. https://doi.org/10.1016/j.neulet.2013.04.054
  • Adkison, J. D., Bauer, D. W., & Chang, T. (2010). The effect of topical Arnica on muscle pain. Annals of Pharmacotherapy. https://doi.org/10.1345/aph.1P071
  • Forouzanfar, F., & Hosseinzadeh, H. (2018). Medicinal herbs in the treatment of neuropathic pain: A review. Iranian Journal of Basic Medical Sciences. https://doi.org/10.22038/ijbms.2018.24026.6021
  • Tamaddonfard, E., Farshid, A. A., Maroufi, S., Kazemi-Shojaei, S., Erfanparast, A., Asri-Rezaei, S., … Escort, M. (2014). Effects of safranal, a constituent of saffron, and vitamin e on nerve functions and histopathology following crush injury of sciatic nerve in rats. Phytomedicine. https://doi.org/10.1016/j.phymed.2013.10.031