Natação para pessoas com necessidades especiais: recomendações e equipamentos

Hoje em dia estão disponíveis todas as condições para que pessoas com necessidades especiais pratiquem natação de forma segura. A adaptação das piscinas, assim como dos equipamentos, facilita muito essa prática.
Natação para pessoas com necessidades especiais: recomendações e equipamentos

Última atualização: 01 Dezembro, 2021

As pessoas com necessidades especiais podem se beneficiar muito com a prática de natação. Este é um esporte muito completo que envolve o sistema motor e psicomotor. Dessa forma, ela exercita os músculos, ligamentos, tendões e articulações.

Portanto, é muito comum que os médicos recomendem a prática da natação para pessoas com necessidades especiais. Ela não apenas as mantém em forma, mas é ideal para aliviar várias patologias, como dores nas costas.

Como se não bastasse, esse esporte também produz efeitos relaxantes. Em algumas ocasiões a natação permite reduzir a dose dos medicamentos. Portanto, essa prática é mais que aconselhável para pessoas com necessidades especiais.

Quando é necessário ter cuidado na piscina?

As pessoas com necessidades especiais se beneficiam da prática de natação de forma segura.

A maioria das pessoas com necessidades especiais pode praticar natação. Mesmo em casos muito graves esta prática é recomendada, desde que seja realizada com as medidas de segurança adequadas.

Os cuidados e adaptações a serem realizados na piscina variam conforme o tipo de necessidade de cada pessoa, pois depende das limitações de cada uma. Com isso, são observados os seguintes tipos de natação:

Natação para deficientes visuais

A prática da natação visa eliminar o medo, possibilitar que a pessoa possa flutuar de forma segura e adquirir um estilo básico de natação. As principais medidas de segurança referem-se a à familiarização com as instalações, através da remoção de obstáculos e incorporação de marcos reconhecíveis para facilitar o deslocamento.

Para deficientes auditivos

Nesse caso não existem grandes dificuldades ou riscos para o aprendizado e prática da natação. Apenas é necessário aumentar os recursos visuais de forma a facilitar a orientação e comunicação dessas pessoas. As instruções devem ser feitas cara a cara, e também é importante proteger bem o canal auditivo contra possíveis infecções.

Natação para lesionados medulares

As instalações devem ser adaptadas para facilitar a mobilidade dos praticantes. Neste caso a prevenção deve ser enfatizada, de forma a evitar machucados e infecções. Para tanto, devem ser adotadas medidas que favoreçam ou corrijam o controle dos esfíncteres, principalmente devido ao fato de que escaras são comuns nessas pessoas. O avanço deve ser feito de forma gradual, combinando o nado costas com o estilo livre.

Deficiência intelectual

Neste caso o objetivo é que as pessoas com necessidades especiais encontrem um ambiente seguro e motivador na água. Por isso são priorizadas as atividades recreativas.

O trabalho do monitor também é imprescindível, pois nesses casos ele costuma ser uma referência para imitação. O reforço contínuo da técnica e a personalização da prática são medidas necessárias na adaptação e no ensino.

A natação pode ser segura para todos

Pessoas com necessidades especiais não precisam se privar de praticar um esporte tão completo como a natação. Em alguns casos, como na síndrome de Down, é possível e aconselhável começar bem cedo.

Em outros casos, é indicado iniciar a prática uma vez que tenha sido superada a fase de reabilitação inicial. A natação servirá para dar continuidade ao desenvolvimento físico e motor do indivíduo. Além disso, ela apresenta efeitos muito positivos na saúde mental e na qualidade de vida em geral.

Os programas de natação para pessoas com necessidades especiais têm opções de curto e longo prazo. Em todos os casos é enfatizada a segurança da prática, uma vez que acidentes ou situações imprevistas negativas podem afetar a motivação dos praticantes.

É recomendável que o monitor tenha em conta as necessidades particulares de cada pessoa. Algumas irão adquirir habilidades básicas, que irão melhorar a saúde o e humor delas de forma geral. Outras irão adquirir habilidades notáveis, e com tempo poderão utilizar piscinas públicas sem nenhum problema.

Equipamentos de natação recomendados para pessoas com necessidades especiais

O monitor deve levar em consideração as necessidades específicas de cada pessoa.

Para que a prática da natação seja segura, as pessoas com necessidades especiais precisarão de equipamentos básicos, que garantam o seu bem-estar e previnam possíveis dificuldades. Alguns dos elementos essenciais são os seguintes:

Proteção do canal auditivo

É muito importante que o canal auditivo permaneça sem a presença de água. Para conseguir isso existem opções como tampões de silicone que preenchem completamente a orelha externa e fornecem uma vedação hermética para o local.

Além disso o paciente também pode optar por protetores auriculares especializados. Eles são dispositivos que devem ser colocados por um médico, e fornecem proteção máxima. Também existem bandas de ouvido para natação feitas de neoprene, que ajudam a manter os protetores no lugar certo.

Roupas de banho para portadores de necessidades especiais

Existem vários tipos de roupas de banho para pessoas com necessidades especiais que proporcionam o máximo de segurança e conforto. Um dos principais benefícios que algumas delas oferecem é permitir superar o problema da incontinência.

Muitas pessoas com necessidades especiais não conseguem controlar seus esfíncteres de forma adequada. Portanto, requerem uma roupa especial para que não ocorram acidentes e a água da piscina possa ser mantida em ótimas condições.

Essas roupas são discretas e protegem contra a incontinência urinária e fecal. Elas são feitas de neoprene com silicone de grau médico, portanto não provocam irritação e são muito higiênicas. Os desenhos são muito bonitos e não existem grandes diferenças na aparência em comparação com uma roupa de banho comum.

Fraldas de natação

As fraldas de natação quase sempre são usadas por bebês ou crianças pequenas. No entanto, também existem opções para adultos. Elas oferecem conforto e segurança, além de discrição. No mercado existem modelos para todos os tipos de idades e necessidades.

Dispositivos de flutuação

Os dispositivos de flutuação são muito importantes para que as pessoas com necessidades especiais possam nadar com segurança. Existe uma grande variedade desses itens, a seguir mostramos alguns deles:

  • Flutuador para pessoas com paralisia cerebral. Ajuda quando o paciente apresenta fraqueza nas pernas mas um bom controle do pescoço e da parte superior do tronco.
  • Flutuador de cabeça. Ajuda a manter a cabeça fora da água e impede a inclinação para trás ou para o lado. Oferece grande liberdade de movimento.
  • Flutuador circular. Trata-se de um anel com vários flutuadores que percorrem o corpo. Ideal para quem consegue manter a postura ereta, mas não pode andar na água.
  • Cadeira flutuante. Ajuda a permanecer na água, quando ainda não sabe nadar. Fixa-se ao corpo com alças e é muito segura.
  • Colete salva-vidas adaptado. São coletes projetados para diferentes necessidades. Eles tem como foco principal a segurança e são muito práticos.

A natação é um esporte adequado para todos

A natação não é apenas uma ótima atividade física, mas também proporciona diversão e prazer, principalmente no verão. Nenhuma pessoa com necessidades especiais deve ser privada desta prática, pois respeitando certas condições esta pode ser uma atividade bastante segura.

Até o momento apenas algumas piscinas estão adaptadas para portadores de necessidades especiais. No entanto, espera-se que no futuro todas as piscinas forneçam as características necessárias para garantir a utilização de qualquer pessoa, independentemente das condições físicas de cada um.

Pode interessar a você...
Deficiência intelectual: graus, características e tratamentos
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Deficiência intelectual: graus, características e tratamentos

A deficiência intelectual pode se apresentar em graus altamente variáveis. Veja seus principais sintomas e as intervenções mais adequadas.



  • Babaahmady, E., Mahmudy, M., & Cheragh, A. (2011). Diagnóstico fúngico de las piscinas públicas cubiertas. Higiene y Sanidad Ambiental, 11, 815-819.
  • Mozos, A., Caballero, M., Solé, M., & Cardesa, A. (2011). Amiloidosis del canal auditivo externo. Acta Otorrinolaringológica Española, 62(5), 392-394.
  • García, C. M., & Laiz, N. M. (2005). CONSIDERACIONES METODOLOGÍCAS. EN UNA NATACIÓN PARA TODOS. Retos. Nuevas tendencias en Educación Física, Deporte y Recreación, (7), 14-18.