Não tomar café da manhã engorda

· 1 de janeiro de 2016
Pode-se dizer que tudo o que se afirma sobre o café da manhã está baseado em mitos, preconceitos e desinformação.

Não são poucos os que preferem pular esta primeira refeição do dia pensando que desta maneira poderão emagrecer. No entanto, vários estudos indicaram o contrário. Quer saber por que não tomar café da manhã engorda? Leia este artigo!

Tomar ou não tomar café da manhã?

Algumas vozes se colocam a favor e outras contra ingerir alimentos à primeira hora da manhã.

Muitos consideram que ficar várias horas sem comer (até o almoço) é necessário para emagrecer, enquanto que outros indicam que se tomarmos café da manhã não teremos um apetite tão voraz na hora do almoço. Então, em quem devemos acreditar?

Pular o café da manhã está relacionado com uma maior tendência a ter “desejos”, dar beliscadas e sentir ansiedade. Além disso, nos faz comer muito mais no almoço e escolher pratos com mais gorduras ou açúcares.

Não são poucos os que renunciam à primeira refeição do dia pensando que assim perderão os quilos a mais que tanto incomodam e que precisam ser eliminados seja como for. Alguns, por sua vez, escolhem não tomar café da manhã para ficar alguns minutos a mais na cama e sair apressadamente para o trabalho.

Importância de tomar café da manhã

Criar bons hábitos

Mas, na verdade, excluir esta refeição tão importante engana o cérebro. O que quer dizer isto? A mente considera que você escolhe não tomar café porque é “muito saudável”. Isso então leva a ter vontade de consumir alimentos menos nutritivos, mais calóricos e mais gordurosos.

No entanto, no meio da manhã, o estômago ronca de tal maneira que devemos parar tudo o que estamos fazendo para aplacar estes sintomas. E, o que escolhemos? Obviamente que nada natural, mas sim o que mais engorda:

  • Bolachas
  • Doces
  • Bolo
  • Café com leite e creme
  • Açúcares de todo tipo

Estima-se que uma pessoa que pula o café da manhã em casa costuma consumir umas 250 calorias a mais na próxima refeição (no meio da manhã ou ao meio-dia) e que, além disso, é mais fácil se entregar aos tira gostos ou guloseimas.

Não tomar café da manhã engorda?

Isto não termina aqui. Supondo que você tenha conseguido resistir à tentação de um pedaço de bolo de aniversário de um colega no escritório… Chega a hora do almoço e você vai estar diante do mesmo dilema.

Uma salada fresca ou um hambúrguer com batatas fritas? Verduras refogadas ou uma pizza com o dobro de mussarela?

A ansiedade, a fome e as vontades acumuladas de comer nos invadem. Certamente, você vai desviar das opções saudáveis do cardápio e vai optar pela comida rápida.

Leia também: Café da manhã saudável: confira essas 13 opções!

Um problema duplo para os que querem emagrecer

É imprescindível nestes casos escolher opções mais saudáveis e não estar pensando constantemente em bolachas, hambúrguer ou chocolate. O café da manhã abundante, mas equilibrado, nos sacia o apetite e reduz a ansiedade.

 Quando pensamos em um café da manhã abundante, nos vem à mente uma refeição que inclui bacon, ovos fritos e qualquer outra coisa que não estamos acostumados a ingerir. Mas, o que deve ser incluído na primeira refeição do dia?
  • Lácteos desnatados (leite, iogurte, queijos)
  • Frutas
  • Cereais
  • Pães integrais

É verdade que se apenas bebermos um café enquanto nos vestimos ou nos maquiamos vai ser difícil comer tudo isso no café da manhã, mas a mudança deve ser gradual.

Não tomar café da manhã diminui nossas energias

Sem o café da manhã nossas forças diminuem

Passar por períodos prolongados de jejum vai afetar o que, o como e o quanto das seguintes refeições. Mas, além disso, vai reduzir a capacidade de concentração, energia e vitalidade.

Hoje em dia, nossas agendas costumam estar bastante cheias de atividades a partir da manhã até muito tarde. Necessitamos comer algo pela manhã para cumprir todas as tarefas.

Quando nos levantamos, o corpo não conta com quase nenhum “combustível” para poder funcionar. O mesmo que ocorre com um carro que não tem gasolina.

Quando não temos esta recarga é muito difícil começarmos bem o dia. Os níveis de glicose no sangue ficam muito baixos e é preciso consumir algum alimento o mais rápido possível para que o corpo se ative.

Importância de tomar café da manhã

Talvez o hábito de não tomar café da manhã esteja fazendo com que você tenha mau humor desde cedo. Não é o tipo de trabalho que você possui, o trânsito ou o estresse. Não importa se você está todo o dia sentada em frente ao computador ou andado daqui para lá.

O café da manhã vai oferecer a energia necessária para aproveitar ao máximo toda a jornada. Sobretudo se seu dia não termina ao sair do escritório!

Leia também: A importância das proteínas do café da manhã

Licença para comer (ou tomar café da manhã)

Realizou-se uma campanha na Espanha chamada “Licença para comer”, onde os médicos e especialistas eliminam do imaginário coletivo certos mitos relacionados com o café da manhã e outras refeições diárias.

O café da manhã faz parte das três refeições diárias mais importantes. Cada vez são menos os que se sentam à mesa ou se permitem alguns minutos para consumir alimentos antes de sair de casa.

A maioria das pessoas o faz para emagrecer e porque acreditam que o jejum serve para queimar gorduras. O fato de não ter muita fome ao se levantar se confunde com a pouca necessidade de comer de manhã.

Importância de tomar café da manhã

Segundo uma das encarregadas do projeto (Carolina Muro, diretora da Unidade de Nutrição da Federação Espanhola de Indústrias da Alimentação e Bebidas):

“Além de não conseguir o objetivo perseguido, que era emagrecer, não tomar café da manhã vai afetar diretamente o nosso rendimento e a nossa atividade diária. De fato, segundo os especialistas, o café da manhã deve nos oferecer 25% de nossa energia diária”.

 

  • Trancoso, S. C., Cavalli, S. B., & da Costa Proença, R. P. (2010). Café da manhã: Caracterização, consumo e importância para a saúde. Revista de Nutricao. https://doi.org/10.1590/S1415-52732010000500016
  • Barufaldi, L. A., Magnanini, M. M. F., de Azevedo Abreu, G., & Bloch, K. V. (2015). Café da manhã: Vinculado a consumo e comportamentos alimentares em adolescentes. Adolescencia e Saude.