Mulher descobre que seu filho adotado é fruto da traição de seu marido: “Me traiu e mentiu.”

Descubra a impressionante história de uma mulher que descobriu que seu filho adotivo era na verdade fruto de uma traição do marido.
Mulher descobre que seu filho adotado é fruto da traição de seu marido: “Me traiu e mentiu.”

Última atualização: 27 abril, 2022

Muitas pessoas sonham em construir sua própria família e ter uma casa cheia de crianças e de alegria. Nem sempre esse desejo se concretiza rapidamente, de forma que é necessário ter paciência e muito amor para encontrar o parceiro ideal e criar um ambiente cheio de acolhimento. No artigo de hoje, mostraremos a história de uma mãe que teve seu sonho realizado, mas com uma reviravolta: a criança que ela acreditava ser seu filho adotivo era na verdade fruto da traição de seu marido.

A decisão de ter filhos talvez seja a mais importante na vida de uma pessoa. Estão envolvidos o bem-estar e a saúde não apenas daqueles que serão os responsáveis, como também da criança (ou das crianças). Os futuros pais precisam estar seguros em sua decisão e, mais do que isso, inspirar confiança no parceiro, para que ambos possam assumir essa missão tão bonita.

Essa dinâmica pode ser bastante perigosa, quando um dos envolvidos dá tudo de si pelo relacionamento enquanto o outro não faz muito esforço.

O caso de hoje foi compartilhado na rede social Reddit. Uma usuária que se identificou como “Simple-Education-520” compartilhou seu relato impressionante. De forma anônima, ela comentou sobre a surpresa de perceber que seu filho adotivo estava ficando cada vez mais parecido com o pai biológico e os irmãos, de forma que era comum que ela ouvisse comentários sobre o assunto.

A descoberta da traição

Mas primeiro vamos ao contexto: essa mulher, atualmente com 41 anos, disse que sempre quis ter uma família grande, tanto que todos à sua volta sabiam disso. Ela era casada, e seu marido também compartilhava do mesmo sonho. Por isso, eles tiveram 4 filhos biológicos. Infelizmente, após a quarta gestação ela teve um problema de saúde que a impossibilitou de gestar mais filhos.

A mulher se sentiu bastante frustrada, mas seu marido a apoiou e eles conversaram sobre a possibilidade de adotar uma criança.

O homem, que é chamado por ela de Dave, precisou passar um tempo no exterior, por isso o casal decidiu pausar o assunto até que ele voltasse, para que os dois pudessem dividir a parte burocrática da adoção a ser resolvida.

Durante a viagem, Dave conversou com a esposa, sugerindo que eles adotassem uma criança estrangeira. Inicialmente, ela ficou surpresa com a ideia, pois o casal nunca tinha falado sobre essa possibilidade em conversas anteriores. No entanto, como ela queria ser mãe novamente, não se importou muito com a nacionalidade de seu futuro filho e aceitou rapidamente a ideia.

Dave, que atualmente tem 48 anos, cuidou da maior parte dos trâmites de adoção, e em pouco tempo chegou o pequeno Kalen, o novo filho do casal. Obviamente, a esposa não desconfiou de nada no começo e criou seu filho com muito amor e cuidado. Contudo, com o passar dos anos ela começou a se dar conta das semelhanças físicas da criança em relação aos irmãos.

Atualmente, o menino tem 7 anos e a semelhança física com os irmãos é inegável, tanto que as pessoas não conseguem distinguir qual dos filhos é adotado. “Eu até brinquei que ele tinha feito a criança, e meu marido sempre ria disso”, explicou a mulher.

As suspeitas se tornaram uma informação concreta quando ela encontrou alguns documentos estranhos no cofre da casa. A esposa então decidiu fazer um teste de DNA do filho adotivo, e o resultado apenas confirmou sua desconfiança. Ela amava e ama a criança com todas as suas forças, mas está tendo dificuldades em separar as coisas. Sempre que pensa no quanto seu marido a enganou, ela se sente muito mal.

Dave implorou para que ela o perdoasse por sua atitude, explicando que a mãe biológica não queria a criança e ele, que não soube o que fazer, acabou decidindo reivindicar a paternidade. A mulher finalizou seu relato dizendo que sabe que a situação é complexa, pois não sabe como explicar os laços familiares às crianças.

“Vou ficar na vida de Kalen porque sou mãe dele, mas não suporto olhar para Dave sabendo que ele me traiu e mentiu. Pedi o divórcio”.

Os internautas se dividiram em relação às opiniões sobre o assunto: alguns usuários disseram que ela deveria perdoar Dave em prol da família, enquanto outros a aconselharam a se manter divorciada e tirar todo o dinheiro dele. A maioria dos comentários era de apoio à mulher, dizendo que, considerando a situação, ela agiu de forma muito madura.

Pode interessar a você...
Devemos esquecer a traição e salvar a relação?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Devemos esquecer a traição e salvar a relação?

Uma terceira pessoa apareceu em sua relação? Fique sabendo se a traição é um motivo para terminar um relacionamento ou ainda pode ser salvo.