Mitos e verdades – Manga e leite dão congestão?

· 19 de outubro de 2013
Quem nunca ouviu a avó dizer que misturar esses dois ingredientes faz mal à saúde? Sem dúvida, essa é uma ideia muito comum e amplamente disseminada.

Mas será que existe algum componente na manga e no leite que impeça que esses dois alimentos interajam em nosso organismo?

Pois bem, vejamos.

Um pouco mais sobre a manga

manga e leite

A manga é uma fruta originária da Ásia, mas que se adaptou perfeitamente ao nosso clima tropical.

Anote aí, seu cultivo foi introduzido em nosso país por volta do século XIV e naquele período sua cultura se espalhou de forma arbitrária pelo território brasileiro.

Por esse motivo, temos manga em abundância desde alguns séculos, e devemos agradecer por esse presente asiático, afinal a fruta é riquíssima em nutrientes. Vejamos.

Leia também: Sorvetes de manga verde

Em 100 gramas de manga, podemos encontrar 17 g de carboidratos, 0,51 g de proteínas, 0,27 g de gordura total e 65 quilocalorias.

Mas não para por aí. O segredo da manga é seu alto teor vitamínico. Podemos encontrar nessa suculenta fruta vitaminas do complexo B (B1, B2 e B5), que auxiliam as enzimas digestivas e contribuem para a boa absorção dos nutrientes pelo organismo.

Além disso, contém vitaminas A em altos teores e C (cujos teores variam de acordo com o tipo de manga, sendo a manga rosa a que apresenta maior teor de vitamina C).

Sabemos que essas duas vitaminas possuem elementos antioxidantes, como o betacaroteno e o caroteno, e que esses elementos são capazes de maravilhas, como retardar o envelhecimento e prevenir certos tipos de cânceres.

E para não nos esquecermos dos minerais, vale ressaltar seu alto teor de potássio (com ação anticancerígena), além de fósforo, magnésio, ferro e cálcio em menores quantidades, que entram na composição de nossos músculos, sangue, ossos, dentes, hormônios, etc.

Bom, até aqui fica evidente que a manga não representa nenhum grande risco ao nosso organismo. Muito pelo contrário, é uma fruta com propriedades incríveis e que seguramente deve entrar em nossa alimentação.

Mas e o leite?

manga e leite

Depois de saber dos benefícios da manga, você pode até estar pensando que o grande vilão dessa crença popular seja o leite.

Mas antes de investigar seus componentes e descobrir se algum é tão maléfico ao nosso organismo (isso não vale para aqueles que são intolerantes à lactose), anote outra informação básica.

A origem do consumo de leite no Brasil está ligada à exploração do gado trazido durante o período colonial.

Entretanto, esse gado era utilizado como força de trabalho nos engenhos de cana-de-açúcar e apenas posteriormente a criação de gado (vaca) se voltou para a produção de leite.

Logo, para desvendar esse enigma da manga e do leite, é importante saber que até meados do século XIX o consumo de leite era algo secundário, e pouquíssimas vacas eram mantidas com essa finalidade.

Não se perca, antes de chegarmos ao desfecho, vamos analisar um pouco mais as propriedades do leite a fim de descobrir se a causa dessa crença se esconde nesse produto.

Vejamos. O leite é extremamente nutritivo, assim como a manga. Aliás, poucos alimentos são tão nutritivos quanto o leite.

Além do elevado teor em cálcio, fundamental nos primeiros meses de vida para o fortalecimento de dentes e ossos, o leite também possui 87,1% de água, 3,4% de proteínas, 3,9% de gordura, 4,9% de carboidratos e 0,7% de sais minerais, além das vitaminas A, B1, B2, B4, B6, B12, C, D e K.

As proteínas são vitais para o desenvolvimento cerebral e o crescimento dos tecidos. A vitamina A excelente para os olhos e a pele. As vitaminas do complexo B nos beneficiam em vários aspectos, como por exemplo, no crescimento e na saúde do sistema nervoso.

A vitamina D promove a absorção do cálcio e do fósforo e influencia a mineralização óssea, ou seja, fortalece os ossos.

Então, o que seria responsável por essa crença ou por sua disseminação?

manga e leite

A manga, o leite e a crença da congestão

Para responder a essa pergunta, vamos voltar no tempo por um instante e imaginar a sociedade do Brasil Colonial.

Uma sociedade marcada por dois extremos, os senhores de engenho, no topo da pirâmide social, e os escravos, compondo a base da mesma pirâmide.

Mas o que isso tem a ver com a manga, o leite e o tão popular problema existente em consumir esses dois alimentos de uma só vez?

Pois bem, por mais incrível que pareça, tem tudo a ver! A economia do Brasil colonial girava em torno da produção e comercialização de açúcar. Até então, o leite era pouco produzido e se tornou um “artigo de luxo”, além de caro.

Mas o trabalho direto dos escravos nos engenhos, cuidando da plantação e dos animais, tornava o acesso ao leite mais fácil.

Assim, para evitar prejuízos, os senhores de engenho espalharam a ideia de que tomar leite e consumir manga ao mesmo tempo, ou com uma pequena diferença de tempo entre o consumo de um e outro, era perigoso e podia causar uma séria congestão.

manga e leite

Mas por que a manga? Simples. Por ser uma fruta abundante em nosso território e, consequentemente, nas terras dos engenhos, seu consumo era difundido entre os escravos e não representava prejuízo algum para os senhores de engenho.

Moral da história: um coquetel de manga com leite nos oferece incríveis doses dos mais importantes nutrientes que nosso organismo necessita. Logo, a questão da congestão é evidente como apenas um mito.

Leia também: 5 maneiras de preparar coquetéis

E então? Não fique aí esperando para preparar a sua vitamina, se deliciar e colher os benefícios desses incríveis ingredientes!

  • BRASIL. (2013). Manga. FRUTISÉRIES - MANGA. https://doi.org/10.1109/TAES.2010.5417149

  • Badings, H. T. (2017). Milk. In Volatile Compounds in Foods and Beverages. https://doi.org/10.1201/9780203734285