O que é o método socrático e para que é usado?

O método socrático é uma técnica milenar amplamente utilizada por educadores e psicoterapeutas. O objetivo principal é o desenvolvimento do pensamento crítico e autorreflexivo.
O que é o método socrático e para que é usado?

Última atualização: 03 Novembro, 2021

O método socrático é uma das abordagens educacionais mais antigas, cujo principal objetivo é promover a autorreflexão e o pensamento crítico. Consiste em manter um questionamento constante, o que ajuda as pessoas a eliminar as afirmações de certeza e obter um entendimento mais profundo de um determinado assunto.

Como o próprio nome indica, esse método foi criado por Sócrates (470 aC – 399 aC), um filósofo da Grécia Antiga que usava a técnica para estimular o pensamento crítico em seus alunos.

Apesar da sua antiguidade, hoje o método socrático é implementado em vários centros educacionais em todo o mundo. Inclusive, se tornou uma técnica amplamente utilizada por psicólogos em suas abordagens terapêuticas. Se você deseja conhecer os detalhes deste método, queremos convidá-lo a continuar lendo.

Origem do método socrático

A origem do método socrático remonta à Grécia Antiga, graças ao filósofo Sócrates. Este pensador é conhecido pelos diálogos que estabeleceu com diferentes pessoas; neles, ele tentou definir ideias gerais complexas, como beleza, justiça ou amizade.

Durante suas conversas filosóficas, Sócrates questionava praticamente qualquer perspectiva sobre o assunto em questão, mesmo se tivesse um conhecimento relativo sobre ele.

Em geral, a aplicação do método socrático consiste em um diálogo entre duas ou mais pessoas; uma delas orienta, por meio de uma série de questionamentos, para a resolução de dúvidas e conflitos. Este guia é meramente assistencial, uma vez que o objetivo dessa técnica não é dar uma resposta às perguntas do outro, mas ajudá-lo a mergulhar na sua própria psique e refletir sobre os seus pensamentos.

Usos e importância do método socrático

A importância do método socrático está em fomentar o pensamento crítico por meio do diálogo. Por meio dessa técnica, podemos questionar as realidades que tínhamos como certas e começar a buscar alternativas. Por isso, é uma técnica amplamente utilizada na educação e na psicoterapia.

Na educação

O método socrático é amplamente utilizado em diversas instituições de ensino, como ferramenta para promover o pensamento crítico nos alunos. Nesse caso, a experiência em sala de aula é um diálogo compartilhado entre professor e alunos. Ambos são responsáveis por conduzir uma conversa com base no questionamento.

O professor ou líder do diálogo faz perguntas investigativas em um esforço para explorar e expor as crenças subjacentes que moldam as visões e opiniões dos alunos.

A investigação progride interativamente e o professor é um participante e um guia para a discussão. Além disso, a investigação está aberta. Não existe um enredo predeterminado ao qual o professor tenta conduzir os alunos. Sem um plano de aula, o grupo segue o diálogo.

Professora aplicando o método socrático
Nas escolas que aplicam o método socrático, existe um vínculo diferente entre professores e alunos.

Na psicoterapia

A aplicação do método socrático na psicoterapia é comum, pois é uma técnica que nos convida a mobilizar e aproveitar os próprios recursos do paciente para o seu aperfeiçoamento. Uma das correntes que mais o utiliza é a cognitivo-comportamental.

O exemplo mais ilustrativo é o questionamento de crenças não adaptativas. Nesse caso, a pessoa expõe um pensamento ou crença profundamente arraigada que causa sofrimento e desconforto, como acreditar que é um inútil.

O terapeuta investigará o que significa “ser inútil”, em que situações essa ideia aparece, que consequências ela teria, os medos por trás dela… até chegar a um ponto em que a pessoa não poderia fazer uma introspecção mais profunda.

Em seguida, ele tenta redirecionar a sessão, perguntando se poderia haver interpretações alternativas. Busca que a pessoa reconstrua uma realidade mais adaptativa com seus próprios recursos. O que acabamos de descrever é um processo vinculado à reestruturação cognitiva.

Não deixe de ler: O que é a Gestalt-terapia?

Características do método socrático

Para entender melhor em que consiste esse método, aqui estão suas características:

  • Ocorre por meio de um debate sobre um tema, no qual todas as noções preconcebidas são questionadas na tentativa de descobrir o verdadeiro significado.
  • O objetivo do método socrático não é definir ou afirmar o que é o assunto, mas aumentar a compreensão sobre ele. Para isso, o guia usa as próprias palavras do indivíduo para convencê-lo de que sabe menos do que pensava, sendo forçado a abrir sua mente para novas possibilidades que antes não havia considerado.
  • Visa eliminar qualquer noção de certeza sobre um determinado assunto, a fim de quebrar as barreiras que impedem um nível superior de compreensão.

O que deve ser levado em consideração ao aplicar este método?

Ao aplicar o método socrático, é importante usar uma série de perguntas para analisar um pensamento específico. Lembre-se de que a participação exige escuta e empenho ativo em todos os momentos. Ou seja, não basta inserir um único comentário na discussão e depois silenciar o resto.

Você tem que estar sempre aberto para aprender algo novo. Não finja ser um sábio. Evite interpretações de pensamentos e respostas como corretas ou incorretas.

Psicoterapia com o método socrático
A terapia psicológica com o método socrático estimula a resolução de problemas com os recursos que o paciente já possui.

O que não é o método socrático?

O método socrático costuma ser mal compreendido e mal implementado. Para evitar confusão, aqui está o que essa técnica não é:

  • Não é discordar das respostas dos interlocutores ou não as levar em consideração.
  • Não implica responder às perguntas do interlocutor, como se fôssemos possuidores da verdade. Diante dos questionamentos, podemos retornar a pergunta.
  • Não leva a persuadir os interlocutores com pensamentos alternativos previamente estabelecidos.
  • Não pode consistir em fazer perguntas aleatórias e sem propósito. Pelo contrário, deve-se fazer sugestões ou resolver problemas dos interlocutores.

Diálogos socráticos

Se você quiser aprender mais sobre este método, a melhor maneira é mergulhar nos diálogos socráticos escritos por Platão (como FedroMênon). Eles exibem as conversas de Sócrates aplicando esta técnica.

Pode interessar a você...
Quais são os benefícios do silêncio como terapia?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Quais são os benefícios do silêncio como terapia?

Silêncio é uma palavra latina que se refere à ausência de ruído. O silêncio como terapia pode ser extremamente curativo. Saiba mais aqui!