Levotiroxina (Euthyrox): o que é e para que é utilizada?

A levotiroxina (Euthyrox) é usada principalmente para tratar o hipotireoidismo, embora também seja usada no tratamento do bócio e para interromper o crescimento de tumores em pacientes com câncer de tireoide.
Levotiroxina (Euthyrox): o que é e para que é utilizada?

Última atualização: 13 Junho, 2021

A levotiroxina é o ingrediente ativo do medicamento comumente conhecido como EuthyroxÉ um hormônio sintético da tireoide que tem o mesmo efeito que os hormônios da tireoide produzidos pelo corpo. Portanto, é usado para tratar doenças e disfunções da glândula tireoide.

O Euthyrox está disponível na forma de comprimidos para administração oral. Existem diferentes apresentações, dependendo da concentração de levotiroxina por comprimido.

Para que a levotiroxina é usada?

Saúde da tireoide

A levotiroxina é usada para tratar o hipotireoidismo, uma doença da glândula da tireoide que ocorre quando a tireoide não produz hormônio tireoidiano suficiente. Também é usada para tratar o hipotireoidismo congênito e o bócio, que é o aumento de tamanho da tireoide. Além disso, também é usada para interromper o crescimento de tumores em pacientes com câncer de tireoide.

Como funciona a levotiroxina (Euthyrox)?

Conforme indicado na bula, este medicamento atua substituindo o hormônio tireoidiano que geralmente é produzido pelo corpo. Na sua falta ou se não tivermos níveis adequados de hormônio tireoidiano, o corpo não funcionará adequadamente.

Essa deficiência pode se manifestar por meio de sintomas como depressão, falta de energia, cansaço excessivo, constipação, ganho de peso, queda de cabelo, pele seca e aumento da sensibilidade ao frio. Também afeta os períodos menstruais, tornando-os mais fortes e irregulares.

Os hormônios tireoidianos não devem ser usados ​​para perder peso. Se houver um aumento da sua quantidade sem que isso seja especificamente indicado pelo médico, pode haver efeitos secundários graves.

Algumas advertências e precauções

Hormônios da tireoide

Antes de tomar a levotiroxina, você deve consultar o seu médico ou farmacêutico se tiver alguma das seguintes doenças cardíacas:

  • Hipertensão arterial.
  • Arteriosclerose ou depósitos de gordura nas artérias.
  • Insuficiência cardíaca e batimento cardíaco rápido e irregular.
  • Suprimento insuficiente de sangue nos vasos do coração ou angina de peito.

Todas essas doenças devem estar sob controle médico antes de começar a tomar a levotiroxina. Além disso, enquanto estiver tomando a levotiroxina, o paciente precisará ter os seus níveis de hormônio tireoidiano verificados frequentemente. Portanto, você não deve se automedicar em nenhuma circunstância.

Como tomar a levotiroxina?

Você sempre deve seguir as orientações indicadas pelo seu médico. A levotiroxina é administrada por via oral e tomada em uma única dose ao dia, com o estômago vazio, pela manhã, pelo menos meia hora antes do café da manhã.

Em geral, começa-se com uma dose baixa que será aumentada a cada 2-4 semanas até atingir a sua dose individual final. Durante as primeiras semanas de tratamento, serão feitos exames do perfil da tireoide a fim de ajustar a dose.

A duração do tratamento pode variar de acordo com a indicação para a qual a levotiroxina tiver sido prescrita. No entanto, na maioria dos casos, este é um tratamento para a vida toda.

Se você tomar uma dose mais alta do que o recomendado, pode sentir sintomas como taquicardia, ansiedade, agitação e movimentos involuntários. Por outro lado, se você se esquecer de tomar a levotiroxina, aguarde a próxima dose normal no dia seguinte.

E no caso de um bebê?

Para um bebê que nasceu com hipotireoidismo, o médico pode recomendar começar com uma dose mais alta. Isso é feito para obter a substituição o mais rápido possível.

A dose inicial recomendada para bebês é de 10 a 15 microgramas por kg de peso corporal durante os primeiros 3 meses. Assim que essa idade for atingida, o médico ajustará a dose individualmente.

Possíveis efeitos colaterais da levotiroxina (Euthyrox)

Assim como todos os medicamentos, o Euthyrox pode causar efeitos colaterais, embora nem todas as pessoas os apresentem. Se você tomar mais levotiroxina do que o prescrito, ou se a dose prescrita pelo seu médico não for adequada para você, podem aparecer um ou mais dos seguintes efeitos colaterais:

  • Diarreia.
  • Perda de peso.
  • Febre e sudorese.
  • Arritmia cardíaca.
  • Dor no peito e na cabeça.
  • Fraqueza muscular ou cãibras.

Diante de qualquer um desses sintomas, o seu médico pode considerar a interrupção do tratamento durante vários dias ou a redução da dose diária até que os efeitos adversos desapareçam. Não hesite em consultá-lo.

Em suma, a levotiroxina (Euthyrox) é um medicamento usado principalmente para tratar o hipotireoidismo e outros distúrbios da tireoide. Sempre deve ser utilizada de acordo com as instruções do médico e sua administração não deve ser interrompida sem autorização prévia.

Lembre-se de que, se você tiver alguma dúvida ao tomá-la, o melhor a fazer é consultar o seu médico. Evite agir por conta própria e evite se automedicar.

Pode interessar a você...
Câncer de tireoide: tudo que você precisa saber
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Câncer de tireoide: tudo que você precisa saber

O câncer de tireoide costuma ser detectado após o surgimento de uma massa indolor e palpável na parte anterior do pescoço.



  • Arroyo Bros, J., Gil Lluís, P., Llauradó Cabot, G., & Caixàs Pedragós, A. (2011). Hipotiroidismo primario: Consideraciones para una buena utilización del tratamiento con levotiroxina. Medicina Clinica. https://doi.org/10.1016/j.medcli.2009.05.022

  • De Diego García, P., Trincado Aznar, P., Playán Usón, J., & Albero Gamboa, R. (2008). Tratamiento con levotiroxina e imatinib. Endocrinologia y Nutricion. https://doi.org/10.1016/S1575-0922(08)72186-7

  • Carolina Barranco, M., Alberto López, A., & Darío Gallard Dra Silvana Griselda Fernández, F. (2007). Tratamiento Del Hipotiroidismo Durante El Embarazo. Revista de Posgrado de La VIa Cátedra de Medicina.