Laringite em crianças: sintomas e tratamento

19 Setembro, 2020
É importante conhecer os sinais da laringite em crianças para agir corretamente. A prevenção é a melhor solução. Saiba mais detalhes a seguir.

A laringite em crianças é uma das razões mais frequentes de emergências pediátricas. Os sintomas respiratórios que acompanham essa patologia podem gerar desconforto nos pais. Isso pode levá-los a agir de uma maneira inadequada.

Existem remédios para prevenir o agravamento da laringite em crianças e, assim, reduzir as complicações que podem surgir. A prevenção é um dos aspectos mais importantes para evitar as consequências mais relevantes dessa condição. Saiba como agir a seguir.

O que é a laringite em crianças?

A laringite é uma doença respiratória que geralmente se apresenta de forma aguda, ou seja, com início repentino e rápida evolução. Trata-se de uma inflamação da laringe, geralmente causada por uma infecção por vírus ou bactérias.

Quando uma doença é causada por um vírus, os medicamentos disponíveis se concentram em aliviar os sintomas, pois é o próprio corpo que eliminará a infecção. Por esse motivo, é essencial não medicar as crianças por conta própria, sem receita médica.

Na maioria dos casos, a laringite em crianças costuma ser leve. A melhor medida é a prevenção. Ainda assim, é importante saber quais sintomas são graves para, então, ir ao hospital.

Você também pode estar interessado em ler: Doenças respiratórias do recém-nascido

Como prevenir a laringite em crianças?

Lavar as mãos com frequência
Ensinar as crianças a lavar as mãos constantemente é um dos métodos para prevenir e tratar a laringite. As mãos costumam ser focos de vírus e bactérias.

A principal ação para reduzir os riscos de contrair esta doença é praticar hábitos de prevenção. Para isso, atenção aos seguintes pontos:

  • Lavar as mãos. O principal meio pelo qual vírus e bactérias são transmitidos são as mãos. É importante educar nossos filhos para manterem uma higiene contínua.
  • Cigarro. As crianças devem evitar ambientes com fumaça de cigarro. Devemos tomar consciência da importância de eliminar comportamentos prejudiciais.
  • Hidratação adequada. É importante oferecermos água aos nossos filhos constantemente e cuidarmos da hidratação da sua pele. Esse ponto merece uma atenção especial após a prática de exercícios.
  • Aumentar o consumo de frutas e vegetais. O suprimento de vitaminas que esses alimentos proporcionam favorece a atividade do sistema imunológico.
  • Evitar o contato com pessoas doentes. Não é recomendável que as crianças visitem familiares ou amigos que tenham algum tipo de doença, especialmente doenças respiratórias. Impeça-os de fazer visitas no hospital.

Sintomas da laringite em crianças

A laringite em crianças pode aparecer de várias maneiras, mas as mais comuns são as seguintes:

  • Tosse. É um dos sintomas que mais preocupam os pais quando surge de forma intensa e não deixa as crianças dormirem. Existem remédios caseiros que podem aliviá-la, sendo a umidade um dos principais.
  • Rouquidão ou afonia. Percebe-se uma mudança na tonalidade da voz das crianças, provocada pela inflamação das cordas vocais.
  • Dor ao engolir. A criança pode relatar dor ao engolir. Essa dor é potencializada pelo consumo de alguns alimentos sólidos.
  • Dificuldade em respirar. Um pequeno som de assovio ou tensão pode aparecer quando a criança respira. Se for intenso, pode ser ouvido sem auscultação. Esta é a principal razão pela qual você precisa ir ao médico.

Leia também: Como curar a tosse seca em crianças  

Sinais de alerta e quando ir ao hospital

Existem situações específicas em que os adultos precisam ter algum conhecimento para poder agir da maneira mais apropriada.

Dificuldades respiratórias

Doenças respiratórias em crianças
Dificuldades respiratórias e febre devem ser entendidas como sinais de alerta para uma complicação da laringite. É importante ir ao hospital nesses casos.

Ao avaliar o estado da criança, nota-se que ela tem problemas para inspirar o ar. Observa-se um movimento torácico ou abdominal mais intenso. Este é caracterizado por um movimento interno dos músculos entre as costelas.

Às vezes a respiração é acompanhada por um ruído respiratório de esforço. É um sinal de alarme e a visita ao hospital para uma avaliação feita por um médico deve ser imediata.

Febre

Este sinal só é considerado alarmante quando atende a certas características: se exceder 39º C a qualquer momento, se estiver acima de 37,5º C por mais de 3 dias consecutivos, ou se não responder a tratamentos antipiréticos ou antitérmicos prescritos pelo pediatra.

A automedicação não deve ser realizada, ou seja, um medicamento nunca deve ser administrado se o médico não o prescrever. 

Em resumo…

Como vimos, a laringite em crianças pode causar vários desconfortos, desde tosse até dificuldades respiratórias. No entanto, com o devido cuidado e atenção imediata, muitas complicações podem ser evitadas.

  • VIGNAU, E. G.; SCHAMBER, Lilia Inés. Diagnostico y tratamiento del croup respiratorio. Revista de postgrado de la cátedra VI de medicina.[En línea], 2006, vol. 159, no 1.
  • Sutton, B., Nouvian, R., Malinvaud, D., Van den Abbeele, T., Puel, J.-L., Bonfils, P., … Merati, A. L. (2014). Laringitis aguda (Crup). Neurology. https://doi.org/10.1017/CBO9781107415324.004
  • Callén Blecua, M. T., & Esteller, M. (2013). Laringitis y resfriado común. Form Act Pediatr Aten Prim.