Ingredientes básicos da dieta mexicana

Alguns dos ingredientes básicos da dieta mexicana ajudaram a gastronomia deste país a se estabelecer como uma das mais apreciadas do mundo. Descubra quais são a seguir.
Ingredientes básicos da dieta mexicana

Última atualização: 01 Novembro, 2021

Alguns dos principais ingredientes da dieta mexicana ultrapassaram as suas fronteiras. Baunilha, cacau, abacate, milho, pimenta e batata são originários deste país, e sem eles, um grande número de receitas seria impensável.

Além disso, sua gastronomia e receitas tradicionais se tornaram comuns em outros países. Hoje, a dieta mexicana está no mesmo nível das dietas mediterrânea, japonesa e francesa; as quatro são reconhecidas como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Gastronomia mexicana: uma cultura ancestral

A gastronomia mexicana é caracterizada por uma grande variedade de pratos e pelo uso dos mais variados ingredientes e condimentos. É um símbolo de identidade nacional, de elaboração coletiva, amparada na utilização de produtos oriundos das suas terras.

A salsa verde, os tacos de milho e as carnitas assadas são uma explosão de texturas, cores e sabores. Eles a tornam uma das cozinhas mais apetitosas e atraentes do mundo.

Suas origens remontam ao período pré-hispânico. Milho, tomate e pimenta foram a base de toda a culinária que se completou com carnes, peixes, ervas e chocolate, entre outros ingredientes.

Ao longo dos séculos, foi enriquecida com ingredientes fornecidos pelos conquistadores espanhóis e pelos povos migrantes. Embora haja uma grande diferença entre as regiões, alguns pratos se tornaram característicos em todo o país, como a cochinita pibil, mole poblano, pozole e corundas purepechas.

Se você deseja saber mais sobre os ingredientes mais utilizados na dieta mexicana, oferecemos uma lista detalhada e duas receitas típicas deste país a seguir.

Os ingredientes mais comuns da dieta mexicana

Na base de todas as gastronomias está presente um grande número de alimentos. No entanto, alguns deles são mais marcantes, seja pela variedade de utilização, pelo simbolismo, ou por serem protagonistas de receitas emblemáticas. Estes são os mais relevantes nas cozinhas mexicanas.

Pimenta

Nas despensas mexicanas, a pimenta nunca está em falta. Este ingrediente confere um sabor picante muito característico. Este país têm uma grande variedade, e as mais conhecidas são a pimenta poblano, habanero, jalapeño, pasilla, morita e chipotle.

A pimenta pode ser adicionada fresca, seca, moída ou cozida, e é onipresente em molhos, moles e temperos. Dada a sua grande variedade, existem muitas possibilidades de incluí-las nas receitas dependendo da cor, da forma e da intensidade.

Pimenta em um prato de feijão
A pimenta mexicana está presente em diversos pratos da gastronomia deste país.

Tomate

Cultivado pelos maias e astecas, o tomate é um alimento universal de origem mexicana. Suas preparações mais típicas são os molhos cozidos e frescos. Estes últimos são preparados com alguns dos ingredientes básicos da dieta mexicana: tomate, cebola, pimenta e coentro.

Além disso, faz parte de quase todas as preparações culinárias. Dá cor a sopas, caldos, purês, saladas, ceviches e pratos de arroz, embora também seja possível saborear apenas seu suco fresco.

Cebola

Embora não seja um ingrediente indígena, é muito utilizada em todo o país e é encontrada na base de muitos pratos: sopas, guisados e molhos. Também é muito comum adicioná-la a saladas, tacos, sopes e gorditas, sejam cruas, em conserva ou assadas.

Milho: um dos ingredientes de consumo diário da dieta mexicana

Junto com o trigo e o arroz, o milho é uma das 3 gramíneas mais consumidas no mundo, e um alimento essencial no México. Continua sendo uma cultura básica e autossuficiente para muitas comunidades camponesas e indígenas.

Como indica José de Jesús Cuevas Mejía, a lista de receitas em que o milho está presente pode ser interminável. Durante séculos, foi usado moído para fazer todos os tipos de massas, como as tortilhas. Usadas diariamente por quase todos os mexicanos, são recheadas com feijão, arroz, carne ou guisados, na forma de tacos, enchiladas ou chilaquiles.

Também é comum consumir o grão inteiro assado, temperado com limão, pimenta e maionese (esquites) ou em forma de sopa com legumes e carne (pozole). Bebidas como tejuino ou atole também são feitas a partir dele.

Feijão

O companheiro essencial do milho e uma parte muito importante da culinária mexicana é o feijão. Das 150 espécies conhecidas no mundo, 50 são encontradas apenas neste país e podem ser roxas, pretas, brancas, amarelas e marrons.

Eles estão presentes na maioria dos petiscos. Também são protagonistas de pratos básicos, como os frijoles refritos, os frijoles charros e os frijoles puercos.

Abóbora

Junto com os dois alimentos anteriores, a abóbora é o terceiro pilar da dieta básica desde os tempos pré-hispânicos. Seu cultivo remonta a 7500 anos e, de todas as variedades, a mais comum é a verde ou amarela.

É cozida inteira e a polpa é usada para preparar tamales e moles. Além disso, também é encontrada em preparações doces, como a abóbora típica do Dia dos Mortos que é preparada com goiaba, açúcar e canela.

Nopal: o mais emblemático entre os ingredientes da dieta mexicana

O nopal é um cacto e é um símbolo do país em todo o mundo. Alimento básico para a civilização Nahuatl, valorizado tanto pelo seu sabor quanto pela sua composição e propriedades nutricionais. Depois de retirados os espinhos, é utilizado em saladas, sopas, ensopados ou em conserva.

Abacate

Esta fruta é cultivada no México há cerca de 5000 anos e hoje é uma das suas maiores exportações. A sua popularidade a nível mundial se deve à sua grande versatilidade na cozinha, ao seu sabor e textura delicados e ao fato de ser um ingrediente altamente nutritivo.

O guacamole é uma das receitas mais internacionais da culinária mexicana, preparada com abacate triturado. O abacate fatiado também é adicionado a muitos pratos, como feijão, ceviches, arroz, sopas e caldos.

Queijo

A história dos laticínios no México começa com a chegada dos conquistadores espanhóis. Muitos dos queijos nativos são feitos com leite de vaca. Alguns são conhecidos em todo o país e outros são produzidos regionalmente.

Este é um ingrediente de destaque na gastronomia que confere sabor e textura cremosa a muitas preparações. Os queijos chihuahua, oaxaca, cotija, fresco e adobero são usados para cobrir enchiladas e tacos.

Coentro

O coentro é muito importante entre os ingredientes da dieta mexicana, proporcionando um intenso sabor cítrico com um leve toque picante. Folhas frescas são usadas para dar sabor a peixes e frutos do mar e para decorar o guacamole, os tacos ou o molho pico de gallo.

Burrito mexicano
Os pratos mexicanos têm um sabor especial e costumam apresentar uma grande variedade de cores.

Receita de huevos rancheros

Um café da manhã estrela neste país são os huevos rancheros. Estes ovos mexidos são servidos em tortilhas de milho e, opcionalmente, acompanhados de banana frita.

Para fazer 2 porções, você precisa do seguinte:

  • 4 ovos
  • 1/2 cebola.
  • Pimenta em pó.
  • Coentro fresco
  • 1 tomate grande
  • Tortilhas de milho.
  • 1 tomate grande
  • Abacate a gosto.
  • Sal e pimenta.

Para começar, descasque e corte a cebola em cubos e refogue em uma frigideira com azeite até dourar. Adicione o tomate cortado em cubos e cozinhe por 2 minutos. Mexa bem para homogeneizar tudo.

Numa tigela, bata um pouco os ovos e acrescente à frigideira com a cebola e o tomate. Abaixe o fogo, acrescente um bom punhado de coentro picado, tempere a gosto e mexa os ovos até chegar ao ponto desejado.

Para servir, eles podem ser colocados em cima de algumas tortilhas de milho e guarnecidos com fatias de abacate. Se você tiver sobras de refeições anteriores (cogumelos, frango, um pouco de presunto), é possível adicionar todos os ingredientes desejados.

Quesadilla: outra receita básica da dieta mexicana

Os antojitos são um tipo de comida de rua muito comum nos mercados mexicanos, tanto de manhã quanto à tarde. Alguns dos mais conhecidos são tacos, tamales e gorditas. Também temos as quesadillas, que são preparadas com tortilhas de milho recheadas com queijo, dobradas ao meio e torradas em uma chapa.

Os queijos mais usados no México são Chihuahua e Oaxaca, mas você também pode usar mussarela, emmental, chedar ou qualquer outro que derreta bem. O queijo pode ser acompanhado de outros ingredientes variados, como abacate, tomate, frango, feijão frito, cogumelos, pimentão assado ou chouriço.

Aprecie os ingredientes típicos da dieta mexicana

Resumir a grande variedade de ingredientes da dieta mexicana em 10 alimentos não é uma tarefa fácil, já esta é uma gastronomia formada por um coletivo de tradições culinárias locais. No entanto, esses fundamentos servem para começar e aprender um pouco mais sobre esta cozinha rica e diversificada.

O uso que se dá a estes ingredientes é pessoal, mas não temos dúvidas de que são alimentos saudáveis e saborosos que garantem uma deliciosa experiência culinária. Portanto, sem mais delongas, recomendamos que você experimente!

Pode interessar a você...
Sopes mexicanos: receita passo a passo
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Sopes mexicanos: receita passo a passo

Você já experimentou os sopes mexicanos? Esses aperitivos estão entre os alimentos mais populares do México. Saiba como prepará-los!



  • Acle R.S, Montiel A.V. Influencia de la gastronomía mexicana en el consumo étnico de España. Revista interamericana de ambiente y turismo. Diciembre 2018. 14(2).
  • Cuevas Mejía J.J. Maíz: alimento fundamental en las tradiciones y costumbres mexicanas. PASOS. Revista de turismo y patrimonio cultural. 2014. 12(2): 425-432.
  • McGee H. La cocina y los alimentos. Editorial Debate. 2017.
  • Patrimonio Cultural Inmaterial. La cocina tradicional mexicana, cultura comunitaria, ancestral y viva.  El paradigma de Michoacán. Organización de las Naciones Unidas para la Educación, la Ciencia y la Cultura.