Por que é importante incluir sobremesas na dieta?

Alguém já pode ter te recomendado que você eliminasse as sobremesas da sua dieta. No entanto, este conselho não é correto. Descubra por que neste artigo.
Por que é importante incluir sobremesas na dieta?

Última atualização: 25 Novembro, 2020

Hoje vamos explicar por que é importante incluir sobremesas na dieta, mesmo que esse conceito esteja associado ao consumo de alimentos doces. Atualmente, sabemos sem dúvida alguma que abusar de açúcares simples não é uma boa opção. Esses ingredientes são capazes de condicionar a saúde metabólica. No entanto, existem outras alternativas que podem ser consumidas após as refeições.

Antes de começarmos, você precisa quebrar um mito importante: as sobremesas lácteas e os iogurtes não são a mesma coisa. É preciso ter essa premissa muito clara, porque às vezes os conceitos são confusos. Ambos os produtos são diferentes, tanto na composição quanto nas propriedades. Agora, continue lendo para aprender a importância de comer uma boa sobremesa.

Iogurte como sobremesa

É importante incluir sobremesas na dieta porque esta é uma das melhores horas do dia para introduzir um iogurte na dieta. Esses alimentos, obtidos a partir da fermentação láctica, são ricos em probióticos.

Probióticos não são nada mais do que bactérias vivas e benéficas para o corpo, capazes de colonizar o trato intestinal. Sua ingestão regular está associada, de acordo com uma revisão publicada na revista American Family Doctor, a um menor risco de desenvolver problemas gastrointestinais.

Eles não só podem prevenir diarreia, mas também são usados para tratar doenças crônicas. Há evidências científicas suficientes para afirmar que a administração probiótica melhora o curso de patologias inflamatórias intestinais para as quais ainda não foi encontrada uma cura.

Há duas maneiras de se beneficiar dos probióticos. A primeira é incluir um suplemento na dieta; a segunda é consumindo uma sobremesa após a refeição, em particular o iogurte.

Iogurte natural
O iogurte é uma excelente opção para obter probióticos através da sobremesa.

Frutas na sobremesa

No passado, alguns autores recomendavam não consumir uma fruta de sobremesa, mas sim fazê-lo antes das refeições para aumentar a sensação de saciedade. No entanto, a literatura científica não apoia essa afirmação.

O consumo de frutas é benéfico em quase qualquer hora do dia. Na verdade, o teor de polifenois delas está associado a um menor grau de inflamação no nível sistêmico. Isso é afirmado por uma pesquisa publicada na revista Critical Reviews in Food Science and Nutrition.

Por essa razão, recomendamos que você inclua as frutas após as refeições e nos lanches, é claro. Aposte sempre nas variedades ricas em fibras solúveis, como as maçãs. Estas contêm pectina em sua composição, ligadas a uma melhor saúde intestinal segundo a opinião dos pesquisadores.

Nem todas as sobremesas são benéficas: cuidado com os doces

Agora você sabe por que é importante incluir sobremesas em sua dieta. No entanto, como mencionamos no início, nem todas têm a mesma qualidade. O conceito de sobremesa está frequentemente relacionado à ingestão de doces e alimentos processados.

Pudins, cremes, arroz doce e doces em geral são produtos de má qualidade nutricional, ricos em aditivos e carboidratos simples, que descontrolam a curva da glicemia. Esse tipo de sobremesa pode gerar uma resistência à insulina, sendo este o prelúdio para a diabetes.

Lembre-se de que a diabetes é uma doença crônica, que condiciona o estado do corpo para a vida toda. Uma vez que se desenvolve, não tem cura. Algumas pesquisas recentes até associam o surgimento dessa doença a um risco aumentado de câncer. No entanto, mais estudos são necessários para esclarecer essa associação.

Neste caso, o melhor remédio é a prevenção. Para isso, cuide dos alimentos que você come na sobremesa e entre as principais refeições. Se você for escolher entre um doce rico em açúcares e outra opção, avalie no contexto do seu plano alimentar geral.

Frutas coloridas
Comer frutas como sobremesa permite obter fibras e nutrientes essenciais para a saúde metabólica.

É importante incluir sobremesas em sua dieta, mas faça escolhas saudáveis

Nem todos os alimentos são iguais, então você deve ficar atento ao que decide comer como sobremesa. Esta escolha pode ser capaz de condicionar a qualidade geral da dieta. Por mais que você tente preparar suas principais refeições, uma sobremesa doce consumida regularmente pode estragar seus esforços.

Com isso, não queremos dizer que você não possa abrir uma exceção, mas você deve ter certeza de que seja algo pontual. Como regra geral, é importante incluir sobremesas saudáveis em sua dieta. Frutas e iogurtes são um complemento ideal. Eles têm um leve caráter doce e sua ingestão está associada a uma melhora no estado de saúde. Você pode até combiná-los para tirar proveito de todas as suas propriedades.

Finalmente, queremos alertá-lo: nem todos os iogurtes são considerados saudáveis. Analise o rótulo e escolha aqueles que não contenham açúcares adicionados; caso contrário, sua qualidade nutricional será diminuída. A melhor opção é a natural. Independentemente disso, você pode consumir o tipo grego de tempos em tempos, se não tiver excesso de peso.

Pode interessar a você...
Sobremesa sem glúten: coalhada de iogurte e abacaxi
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Sobremesa sem glúten: coalhada de iogurte e abacaxi

Talvez no início possa parecer uma opção pouco apetitosa, mas o certo é que pode-se preparar uma sobremesa sem glúten deliciosa, como essa coalhada.



  • Wilkins T., Sequoia J., Probiotics for gastrointestinal conditions: a summary of the evidence. Am Fam Physician, 2017. 96 (3): 170-178.
  • Barbara G., Cremon C., Azpiroz F., Probiotics in irritable bowel syndrome: where are we? Neurogastroenterol Motil, 2018.
  • Joseph SV., Edirisinghe I., Burton Freeman BM., Fruit polyphenols: a review of anti inflammatory effects in humans. Crit Rev Food Sci Nutr, 2016. 56 (3): 419-44.
  • Wilms E., Jonkers DMA., Savelkoul HFJ., Elizalde M., et al., The impact of pectin supplemetation on intestinal barrier function in healthy young adults and healthy elderly. Nutrients, 2019.
  • Fontalva Pico, Ana Amelia. “Implicación de la resistencia a la insulina y el tejido adiposo en el síndrome metabólico en pacientes obesos.” (2017).
  • Bonagiri PR., Shubrook JH., Review of associations between type 2 diabetes and cancer. Clin Diabetes, 2020. 38 (3): 256-265.
  • Fernández-Gaxiola, Ana Cecilia, Anabelle Bonvecchio Arenas, and Juan Rivera Dommarco. “Aumentar el consumo de verduras, frutas, cereales, leguminosas y agua simple.” GUÍAS ALIMENTARIAS (2015).
  • Babio, Nancy, Guillermo Mena-Sánchez, and Jordi Salas-Salvadó. “Más allá del valor nutricional del yogur:¿ un indicador de la calidad de la dieta?.” Nutrición hospitalaria 34 (2017): 26-30.