O que é a hidronefrose e qual é o seu tratamento?

A hidronefrose pode ser acompanhada por náuseas, vômitos, dores nas costas ou abdômen. Pode até levar à insuficiência renal.
O que é a hidronefrose e qual é o seu tratamento?

Última atualização: 08 Agosto, 2021

A palavra hidronefrose vem do grego. É formada pelas raízes hidro, que significa ‘água’, e nefros, que significa ‘rim’. É uma patologia que consiste no inchaço de um ou de ambos os rins. A razão é que a urina não pode ser drenada e acaba se acumulando.

A hidronefrose pode surgir em qualquer idade, de forma abrupta ou crônica. É uma condição relativamente comum em bebês. Felizmente, graças aos avanços da ciência, pode ser diagnosticada antes do nascimento.

O que é a hidronefrose?

A hidronefrose, como acabamos de mencionar, consiste na inflamação de um ou de ambos os rins por não conseguirem eliminar a urina que produzem. Como explica um artigo da Cleveland Clinic, essa condição pode ser crônica ou aguda.

A razão do seu aparecimento é que o trato urinário se torna incapaz de se esvaziar em algum ponto do seu caminho. Ou seja, pode responder a uma alteração nos rins, nos ureteres, na bexiga ou na uretra.

O acúmulo de líquido nos rins pode causar a deterioração das suas funções. Esses são órgãos fundamentais para a purificação das toxinas do corpo. A insuficiência renal pode ser uma condição séria e com risco de vida.

A hidronefrose é considerada uma situação relativamente comum que pode ser provocada por múltiplas causas. De acordo com uma publicação da Health Tools, afeta 1 em cada 500 pessoas.

Sintomas da hidronefrose

A hidronefrose nem sempre causa sintomas. O quadro vai depender de qual é a causa. Conforme explicado por especialistas da Clínica Mayo, um dos sinais mais comuns são dores nas laterais do corpo e nas costas.

Essa dor pode irradiar para o abdômen ou virilha. Náuseas, vômitos e febre também são comuns. Muitos pacientes sentem dor ou ardência ao urinar, junto com uma necessidade contínua de urinar, apesar de terem acabado de fazê-lo. Em bebês, provoca atraso no desenvolvimento.

Rins humanos
A função renal de formação e excreção da urina é prejudicada pela hidronefrose.

Causas e fatores de risco

A hidronefrose é uma condição que pode ocorrer por múltiplas causas. Independentemente da etiologia, o resultado é que a urina fica retida no sistema urinário.

Uma das causas mais comuns é a obstrução do trato urinário. Pode ocorrer em qualquer nível, mas o mais comum é que o ureter seja afetado. As obstruções geralmente aparecem na forma de pedras nos rins.

No entanto, existem outras patologias que podem levar a obstruções, como tumores na bexiga ou próstata, hiperplasia prostática benigna e estenoses, que são áreas de estreitamento devido a cicatrizes após lesões ou de origem congênita.

Outra das causas mais comuns de hidronefrose é o refluxo vesicoureteral. Nessa condição, a urina flui na direção inversa, ou seja, vai da bexiga aos rins.

Outras causas possíveis são as seguintes:

  • Coágulos sanguíneos que chegam ao rim ou ao ureter.
  • Problemas musculares ou nervosos que impedem a evacuação da urina.
  • Gravidez. Durante a gravidez, o útero aumenta notavelmente de tamanho. Isso pode bloquear os ureteres.
  • Prolapso uterino e cistocele. O prolapso ocorre quando o útero se move e pressiona o colo do útero ou a vagina. A cistocele é uma patologia em que a bexiga desce para a vagina, causando também uma espécie de prolapso.

Exames de diagnóstico

É difícil fazer o diagnóstico de hidronefrose apenas com o exame clínico, pois ela pode ocorrer de forma assintomática ou inespecífica. É por isso que geralmente é necessário fazer exames adicionais.

A função renal pode ser estudada por meio de um exame de sangue ou urina. Um dos exames mais úteis para detectar a hidronefrose é o ultrassom. É seguro, simples e barato, permitindo observar se há dilatação renal ou presença de cálculos.

Os cálculos renais também podem ser vistos em radiografias. Estudos de imagem mais específicos, como tomografia computadorizada, ressonância magnética e uretrografia, são usados com frequência.

Como a hidronefrose é tratada?

O tratamento da hidronefrose é variável. Depende da causa, da gravidade da doença e até da idade de início.

Às vezes, pode se resolver por conta própria, especialmente se for um caso leve com uma causa autolimitada.

Os casos de hidronefrose grave geralmente requerem tratamento cirúrgico. O motivo é o risco de danos renais permanentes.

Tratamento da hidronefrose em adultos

Como aponta uma publicação do NHS, o objetivo do tratamento é aliviar a pressão sobre os rins e tratar a causa da doença. Para evacuar a urina, geralmente é realizado um cateterismo. Consiste na introdução de um pequeno tubo no trato urinário, seja pela uretra ou pela pele.

Assim que a urina for drenada, é preciso tentar eliminar a causa. Por exemplo, no caso de pedras nos rins, você pode tentar reduzir seu tamanho usando ondas de choque. As estenoses são tratadas com stents.

A hiperplasia prostática é uma condição muito comum em homens idosos. O tratamento pode incluir medicamentos que diminuem a próstata (como bloqueadores alfa) ou cirurgia.

Tratamento em crianças ou bebês

A hidronefrose é um problema bastante comum em bebês. Geralmente é diagnosticado no pré-natal, graças aos ultrassons de acompanhamento durante a gravidez.

Bebês com hidronefrose requerem um estudo completo e acompanhamento rigoroso. Uma grande porcentagem melhora com o crescimento, pois a causa subjacente costuma ser solucionada.

No entanto, geralmente é necessário administrar tratamento com antibióticos até que a condição desapareça. Em alguns casos, quando se sabe que a causa precisa de tratamento, uma intervenção precoce pode ser possível.

Remédio para uma criança com hidronefrose
Muitas crianças com hidronefrose devem tomar antibióticos preventivos para evitar infecções do trato urinário.

A hidronefrose pode ter várias causas

A hidronefrose consiste na dilatação dos rins devido à incapacidade do sistema urinário de evacuar a urina. Ela pode ser causada por várias situações ou patologias.

Embora em muitos casos a hidronefrose seja uma situação transitória e autolimitada, há outros que requerem tratamento. Na verdade, pode ser necessário recorrer a técnicas cirúrgicas para prevenir danos irreversíveis aos rins.

Diante de qualquer sintoma ou desconforto como os que mencionamos antes, é imprescindível consultar um médico. É preciso tentar encontrar a causa para estabelecer um tratamento individualizado.

Pode interessar a você...
Como os rins funcionam?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Como os rins funcionam?

Saiba tudo sobre como os rins funcionam. Estes órgãos são responsáveis por eliminar substâncias residuais do nosso corpo por meio da urina.