Remédios caseiros para remover pedras nos rins

27 Novembro, 2019
Beber bastante líquido (principalmente água) pode ajudá-lo a limpar o sistema urinário. No entanto, lembre-se de que também é preciso minimizar seu consumo de café e alimentos ricos em oxalatos.

Os maus hábitos de vida (junto com outras questões, como os antecedentes familiares) podem promover o surgimento de vários tipos de problemas de saúde, incluindo as pedras nos rins. Por isso, na hora de começar um tratamento recomendado pelo médico, é fundamental adotar um estilo de vida mais saudável.

Os rins são um par de órgãos do nosso corpo, localizados abaixo da caixa torácica em cada lado da coluna vertebral. Para que possam executar suas funções corretamente, é necessário evitar os excessos, manter uma dieta equilibrada e uma hidratação adequada. Do contrário, eles podem acumular pedras.

Quando são pequenos, estes acúmulos podem ter o tamanho de um grão de areia. Quando são maiores, utilizamos o termo pedras ou cálculos renais.

É necessário consultar um médico para fazer uma série de exames que confirmem o diagnóstico de pedras nos rins, além de checar a aplicabilidade dos conselhos a seguir para eliminá-las.

Remédios caseiros para remover as pedras nos rins

Quando os acúmulos são pequenos, o tratamento não costuma ser muito complexo. Na realidade, consiste em adotar algumas medidas muito simples, como uma boa hidratação.

Água

Beber muito líquido ajuda a remover pedras nos rins

O consumo diário de quantidades suficientes de água é o principal remédio e recomendação. É muito importante manter o corpo hidratado, pois a falta de água é uma das principais causas que podem levar ao surgimento de cálculos renais.

  • A água ajuda a limpar as vias urinárias e apoia o bom funcionamento dos rins. Não é necessário beber 2 litros de água por dia obrigatoriamente, e sim procurar consumir uma quantidade suficiente para que a urina fique com uma cor clara (o que indica que o organismo está bem hidratado).
  • O médico pode recomendar um maior consumo de água em alguns casos, por isso é importante estar atento às suas orientações.

Chá de dente de leão

Para não se apoiar apenas no consumo de água (embora esta seja a opção mais recomendável), muitas pessoas costumam recomendar algumas bebidas para remover as pedras pequenas nos rins, como o chá de dente de leão.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml)
  • 1 colher de sopa de dente de leão (10 g)

Preparo

  • Coloque a água para ferver junto com uma colher de sopa de dente de leão por 10 minutos.
  • Depois, deixe a infusão repousar por mais 5 minutos e beba.

Suco de romã

Outra bebida que pode contribuir tanto com a hidratação quanto na eliminação das pedras pequenas nos rins através da urina é o suco de romã, uma fruta repleta de antioxidantes.

Suco de pepino

Suco de pepino ajuda a remover pedras nos rins

Assim como a romã, o pepino é rico em água, motivo pelo qual também ajuda a estimular a micção e a remover as pedras pequenas nos rins. É uma bebida refrescante, boa para acompanhar o café da manhã ou o almoço. Você pode adicionar um toque de mel para obter um sabor mais agradável.

Cavalinha

Chá de cavalinha ajuda a remover pedras nos rins

Existe uma crença popular de que esta planta ajuda a expulsar as pedras pequenas nos rins de maneira rápida e eficaz. Para este remédio, você deve preparar uma infusão.

Ingredientes

  • 4 xícaras de água (1 litro)
  • 4 colheres de sopa de cavalinha (40 g)

Preparo

  • Em um litro de água fervente, adicione 4 colheres de sopa de cavalinha.
  • Deixe fazer a infusão por 5 minutos antes de coar.
  • Beba de 1 a 3 xícaras por dia.

Consulte um médico

Para remover as pedras nos rins, é indispensável seguir as indicações do médico e tomar estes remédios apenas como um complemento, nunca como tratamento principal.

Os cálculos renais não são um problema de saúde com o qual podemos lidar levianamente, já que se não forem tratados devidamente, a situação pode piorar e trazer consequências negativas significativas.

Não se esqueça de fazer um check up médico como medida de prevenção e de cuidado com os seus rins.

  • Frassetto, L., & Kohlstadt, I. (2011). Treatment and prevention of kidney stones: An Update. American Family Physician
  • Kron, J. (2008). Kidney stones. Journal of Complementary Medicine7(6), 14–16.
  • León, B. (2012). La cola de caballo (Equisetum, Equisetaceae) comercializada y exportada del Perú. Revista Peruana de Biologia19(3), 345–346.
  • Miller, N. L., & Lingeman, J. E. (2007). Management of kidney stones. British Medical Journal.
  • Nirumand, M. C., Hajialyani, M., Rahimi, R., Farzaei, M. H., Zingue, S., Nabavi, S. M., & Bishayee, A. (2018, March 7). Dietary plants for the prevention and management of kidney stones: Preclinical and clinical evidence and molecular mechanisms. International Journal of Molecular Sciences. MDPI AG.
  • Worcester, E. M., & Coe, F. L. (2010). Calcium Kidney Stones. New England Journal of Medicine.