Hábitos que engordam e muitos desconhecem

· 6 de janeiro de 2018
Para não nos excedermos na hora de comer, é fundamental planejar nosso cardápio e contar com os ingredientes certos. Assim não teremos a tentação de comer alimentos pouco saudáveis.

Você sabia que existem alguns hábitos que engordam sem que nos demos conta? Faz tempo que você tem feito dietas e exercícios mas não consegue alcançar o peso desejado?

Você variou a alimentação e mudou a rotina de exercícios, eliminou muito alimentos considerados “negativos” e continua seguindo ao pé da letra as indicações do médico e do instrutor da academia? Então, qual é o problema?

Talvez esteja mantendo alguns hábitos que engordam sem saber. Por isso, nesse artigo falaremos sobre alguns destes hábitos para que você os evite. Confira!

Hábitos que engordam ou dificultam o emagrecimento

Deixemos de lado por um instante a dieta e o exercício. Suponhamos que você faça as duas coisas, pois este não é o tema da discussão de hoje. Existem outras rotinas que você mantém diariamente e que não estão lhe permitindo alcançar seu objetivo.

Preste atenção nas possíveis causas:

Não saber ler as calorias consumidas

É claro que não podemos passar o dia todo lendo rótulos e fazendo contas de calorias na calculadora, mas o fato de não conhecermos sequer o valor aproximado de calorias que consumimos a cada vez que comemos pode ser perigoso.

O bom é que atualmente existem aplicativos que nos ajudam muito nessa tarefa. Basta especificar o que está comendo e em qual porção e pronto, no fim do dia ele lhe dirá o quanto consumiu em calorias.

Você pode inclusive olhar as somas intermediárias para saber em que momento você se excedeu além do aconselhável.

Comer sozinho e distraído

Mulher comendo na frente da televisão

Ver televisão enquanto jantamos é uma péssima ideia, porque o cérebro não tem a capacidade de indicar quando o estômago está satisfeito. O mesmo acontece se lemos um jornal ou um livro. Se possível, devemos nos afastar dessas distrações na hora das refeições.

Por outro lado, existem estudos que indicam que comer em família ou com amigos faz com que consumamos menos alimentos do que o recomendável. Isso acontece porque no encontro estabelecemos conexões emocionais e nos tornamos mais conscientes do que comemos.

Ainda que seja verdade que em certas ocasiões especiais existe muita comida e nos excedemos, o fato é que comer em casa com a família é bom para a saúde.

Consumir tudo com teor reduzido de calorias ou gorduras

Você vai ao supermercado e escolhe tudo que tenha etiqueta verde e diga “0%”, “light” ou “sem gorduras”? Talvez seja isso o que está impedindo que você emagreça.

Segundo um estudo da Universidade de Cornell, pessoas que consumem produtos “para dieta” ingerem quase 30% mais calorias do que se escolhessem produtos normais ou regulares.

Na maioria desses alimentos a gordura é substituída por açúcar ou por aditivos químicos. Assim, é melhor uma pequena porção de um alimento “comum” do que várias de um “dietético”.

Comer em pratos grandes

Salada saudável e nutritiva

Se tivermos pratos gigantescos em casa, comeremos mais do que se optarmos por um prato médio ou pequeno.

Além disso, está comprovado que a maioria das pessoas costuma comer tudo o que está no prato, porque fomos criados assim ou por ser de boa educação. Então, se o recipiente for grande, comeremos mais.

O mesmo se aplica a todos os tamanhos de porções nos restaurantes ou lugares onde vendem comida rápida.

Por exemplo, nos Estados Unidos o menor combo de hambúrguer e batata frita é referente ao maior combo encontrado na França. A partir desse dado é possível saber quem sofre de obesidade.

Dormir pouco (ou mal)

A insônia e o estresse são os piores inimigos das dietas. Quanto menos dormimos, mais comemos. Não apenas porque ficamos mais tempo acordados (e podemos atacar a geladeira mais vezes), mas sim porque o corpo precisa do descanso para se restabelecer e se recuperar do que você fez durante o dia.

E há ainda outra coisa interessante: o metabolismo energético e a produção de certos hormônios relacionados ao sono e à vigília podem ser os culpados por termos fome o tempo todo.

Cercar-se de pessoas obesas

Pessoa obesa caminhando na rua

Assim como um jantar em família pode ser benéfico, as relações pessoais podem nos trazer consequências positivas ou negativas.

Por exemplo, se nosso parceiro, nossos melhores amigos e nossos colegas de trabalho estão com excesso de peso, é mais provável que nós também estejamos.

Não é que eles vão nos transferir quilos, e sim hábitos. Por exemplo, haverá mais possibilidades de que você fique “gordinho”.

  • Cada vez que você se reúne com seus colegas é para comer, muitas vezes em restaurantes do tipo buffet.
  • No sábado a noite com seu (a) parceiro (a), opta por pedir comida e sobremesa enquanto assistem um filme.

Não tomar café da manhã

Muitos não sabem que este é um dos hábitos que engordam, mas pular o café da manhã não é nada bom. Primeiro porque o corpo precisa de energias desde o momento em que levantamos para poder desenvolver todas as atividades (assim como um carro precisa de combustível) e, além disso, porque desta maneira você estará incentivando o estômago a pedir comida a cada momento.

Tente fazer o desjejum bem antes de sair de casa e se dará conta de que até o meio dia não sentirá apetite.

Não é recomendável comer algumas frutas e um copo de suco e sair rápido para o trabalho. O café da manhã bem constituído precisa ter:

  • Uma xícara de qualquer infusão (chá, café)
  • Uma porção de carboidratos (biscoitos, torradas)
  • Laticínios, cereais e frutas.

Se não acredita que pode comer tudo isso, você pode adicionar cada item aos poucos.

Não planejar as refeições

Mulher no supermercado

Se você está indo ao nutricionista e já preparou um cardápio semanal, ótimo! Porém, muitas vezes fazemos dieta por conta própria (ou queremos comer de forma mais saudável) e não organizamos o consumo dos alimentos.

É então que os desequilíbrios começam. Um dia não temos os ingredientes e comemos qualquer coisa, no outro as energias não deixam que cozinhemos e pedimos comida em casa… e assim não conseguimos perder peso nunca.

Prepare comida para vários dias e coloque-a no congelador. Não cozinhe na hora e tenha à disposição diferentes ingredientes naturais.

Além disso, é importante variar o menu para não enjoar e para que o corpo não se acostume. Se comer um prato diferente por dia, o organismo terá que trabalhar mais para aproveitar cada um dos componentes.

Por último, quando for fazer a compra, leve uma lista e cumpra-a à risca. Não se deixe levar pela tentação e evite estes hábitos que engordam a todo custo!