Formas de reduzir os efeitos do estresse em seu corpo

Ainda que em determinadas doses possa nos ajudar a ser mais produtivos, a longo prazo os efeitos do estresse podem derivar em problemas de saúde importantes.

Em seu conceito, o estresse é uma sensação que todos podem sentir como reação a determinados eventos ou ações que devemos realizar, seja de caráter pessoal, no trabalho, etc.

Efeitos do estresse, aumento dos hormônios

Muheer estressada

O estresse constitui uma reação de nosso corpo diante de um desafio ou situação difícil.

Nosso organismo responde desta forma ativando hormônios do sistema nervoso. Gera mais adrenalina e cortisol, e estes novos hormônios são enviados ao sistema circulatório.

Com o incremento de hormônios, aumenta a frequência cardíaca e a respiratória, assim como o metabolismo e a pressão arterial.

Por sua vez, os vasos sanguíneos se ampliam para permitir que o sangue circule mais rápido até os músculos. Além disso, nossas pupilas se dilatam para melhorar a visão.

O fígado libera uma proporção da glicose armazenada, e assim aumenta a energia no corpo. O corpo produz suor para se refrescar, diante da subida da energia produzida.

Leia também: Os seis melhores exercícios para combater o estresse no dia a dia

Efeitos do estresse: estresse bom e estresse mau

Mulher que não consegue reduzir os efeitos do estresse

Quando estamos tensos por alguma situação ou atividade que temos que fazer, um pouco de estresse pode nos ajudar a nos mantermos alertas e mantermos a tensão necessária diante de um desafio.

Por exemplo, uma prova, um exame, a preparação de um evento, etc.

Porém, o estresse nem sempre é uma reação a coisas pontuais ou imediatas. Também pode se manifestar por eventos a longo prazo.

Neste caso, as situações podem produzir um estresse de pouca intensidade, mas perdurável, e causar dificuldades na pessoa. Este estresse que se mantém ao longo do tempo é pior.

Nosso sistema nervoso sente uma tensão contínua e se mantém ativo para liberar hormônios adicionais durante um período de tempo prolongado.

A consequência deste estresse permanente é o esgotamento das reservas do corpo. A pessoa acabará se sentindo esgotada ou sobrecarregada. Isso derivará em um sistema imunológico debilitado e em outros problemas.

Os efeitos do estresse contínuo podem ser altamente nocivos para o organismo.

Algumas pessoas têm problemas de ansiedade que originam uma reação extrema de estresse, que pode se transformar dificuldades diárias de pequeno tamanho em crises.

Quando uma pessoa está tensa, preocupada com frequência, é muito possível que sofra de ansiedade. Os problemas de ansiedade podem ser graves, e é necessário, em muitos casos, a ajuda de um profissional.

Sintomas ou sinais de estresse

As pessoas que passam por uma sobrecarga de estresse costuma mostrar estes sintomas:

  • Uma pressão permanente, confusão e desordens metais.
  • Ansiedade e ataques de pânico.
  • Irritabilidade, muita suscetibilidade.
  • Melancolia, tristeza.
  • Alguns sinais de desordens físicas: problemas estomacais, dores de cabeça e dores no peito.
  • Reações do tipo alérgicas como asma, eczemas.
  • Problemas para dormir.
  • Beber e comer em excesso, fumar, usar drogas.

Como vemos, nem todas as pessoas sentem o estresse da mesma forma. Em alguns casos se irritam e colocam a culpa nos outros.

Outras pessoas o escondem e começam a sofrer de problemas alimentares ou abuso de substâncias ilegais.

Muitas pessoas que sofrem de uma doença crônica também notam que os sintomas dela aumentam quando têm uma sobrecarga de estresse.

Visite este artigo: 8 dicas para combater a tristeza e o desânimo naturalmente

Alguns conselhos para reduzir os efeitos do estresse

Mulher estressada do trabalho

A melhor forma de enfrentar o estresse é aprender a gerenciar o nervosismo que acompanha qualquer desafio; seja bom ou mau.

A forma de controlar o estresse vai sendo aperfeiçoada se usada com regularidade, não apenas quando estivermos sob pressão.

Saber como eliminar o estresse e fazê-lo durante situações calmas pode ajudar a passar por circunstâncias difíceis que podem surgir.

  • Não se sobrecarregar com muitas atividades. É preciso se concentrar em uma ou duas atividades, as mais importantes.
  • É preciso ser realista, consciente das limitações próprias. Caso precise de ajuda é melhor pedi-la.
  • Dormir bem. Se dormir a quantidade de horas necessárias, o corpo e a mente se manterão em bom estado. Desta forma será possível gerenciar qualquer situação negativa que cause estresse.
  • É necessário aprender a relaxar. A chamada “resposta de relaxamento” pode ser obtida com simples exercícios de respiração.
  • Cuidar do corpo. O exercício regular ajuda a controlar os efeitos do estresse.
  • Cuidar do que pensamos, as perspectivas que se tem, a atitude frente aos problemas diários, etc.
  • Resolução dos problemas simples. Resolver essas pequenas complicações cotidianas fará com que controlemos melhor as piores situações. Evitá-los nos fará sentir que não dominamos a situação, causando ainda mais estresse.
  • É preciso analisar a situação com calma, pensar nas opções que se tem, e dar os passos necessários para resolver o problema.

Imagem principal oferecida por © wikiHow.com

Recomendados para você