Fobia sexual: como superar a erotofobia?

Você sempre arranja uma desculpa para não ter relações sexuais? Pensar em sexo te gera medo? Talvez você sofra com o que é conhecido como "erotofobia".
Fobia sexual: como superar a erotofobia?

Última atualização: 21 março, 2022

Sentir medo de aranhas ou espaços fechados é algo que assumimos como normal. No entanto, no momento em que mencionamos a fobia ao sexo, olhares estranhos são produzidos na maioria dos casos. É possível ter medo de fazer sexo com outra pessoa? Embora pareça improvável, a resposta é sim.

A erotofobia aparece progressivamente, porque são os medos, inseguranças e expectativas que gradualmente moldam essa fobia ao sexo. Isso se manifestará em algum momento, quando menos se espera.

Como a erotofobia se manifesta?

A fobia sexual tem mais a ver com intimidade do que com o ato em si. De fato, as pessoas que foram diagnosticadas com erotofobia podem se masturbar e ter desejo sexual. No entanto, o problema aparece quando elas vão ter relações com outra pessoa.

Os sintomas mais comuns que devem ser interpretados como um sinal de alarme são o tédio com a possibilidade de fazer sexo, sentimentos de repulsa e desconforto e o hábito de encontrar desculpas para não ter contato físico. Em alguns casos, as pessoas com fobia sexual evitam ter um parceiro.

Dicas para superar a fobia sexual

A página espanhola Statista relata que entre 2011 e 2017 o número de fobias registradas foi de quase 200.000 casos somente na Espanha. Este não é um número alto, embora ainda tenhamos que esperar informações mais recentes para tirar conclusões.

Embora pareça impossível, e de fato as pessoas com fobia ao sexo vejam dessa forma, existem maneiras de superar qualquer medo que se tenha. Mas deve ficar claro que isso não acontecerá da noite para o dia; será preciso muito esforço, força de vontade e paciência.

Medo de sexo em uma mulher.
A erotofobia é mais um medo da intimidade do que do ato em si, por isso a pessoa tenta evitar o momento de proximidade.

Questionar as crenças sobre sexo

As expectativas sobre sexo podem causar erotofobia. Uma pessoa que ainda não teve um encontro sexual com ninguém pode ter medo de sentir dor ou ter uma experiência ruim. Para evitar que isso acabe em frustração e limites ao desejo, é essencial contrastar as informações.

Existem sexólogos que podem responder a todas as perguntas que uma pessoa pode ter. Considerar as experiências dos amigos como verdades absolutas, por exemplo, não é razoável.

Superar traumas

Muitas pessoas têm algum tipo de trauma, e a fobia sexual pode estar relacionada a uma experiência desconfortável; devido a um problema de vaginismo no passado, por exemplo, ou uma primeira relação sexual extremamente dolorosa. Para resolvê-lo, deve-se procurar ajuda profissional.

Existem psicólogos especialistas em traumas desse tipo que podem contribuir para melhorar significativamente as relações sexuais. A terapia cognitivo-comportamental é uma das mais recomendadas, embora sejam tantas as possibilidades que o importante é que cada pessoa escolha o tipo de terapia que funciona melhor para ela.

Aprenda a relaxar no sexo

Um conselho sábio é aprender a relaxar no sexo. Para isso , o sexo tântrico pode ser de grande ajuda. Trata-se de uma maneira lenta de manter as relações, na qual se dá atenção aos cheiros, toque e sensações do corpo.

A correria do dia a dia, o estresse ou a ansiedade podem tornar o sexo mecânico, cheio de medo e pouco atrativo. Portanto, manter a relação com mais calma é uma opção. O fim de semana é um bom momento para isso.

Falta de prazer no sexo.
Se não houver relaxamento, é difícil alcançar prazer nas relações sexuais. Isso é algo que deve ser implementado de forma consciente e gradual.

Quando procurar ajuda profissional se eu tiver fobia ao sexo?

Não é incomum encontrar problemas nas consultas de psicólogos e sexólogos relacionadas às frustrações e inseguranças que aparecem durante o sexo. Acreditar que o ato sexual é algo sujo, ter tido alguma experiência dolorosa ou considerar certas crenças que deveriam ser banidas pode causar muitos danos.

A relação sexual pode ser satisfatória, prazerosa e aproximar duas pessoas em um relacionamento. Mas para isso é preciso aprender a superar a fobia ao sexo, mas ela nem sempre é fácil de admitir.

Olhar diretamente para os próprios medos é aterrorizante. No entanto, isso não significa que você não precise fazer esse pequeno esforço para começar a desfrutar do sexo e do seu parceiro hoje mesmo.

Pode interessar a você...
Transtorno do desejo sexual hipoativo em homens
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Transtorno do desejo sexual hipoativo em homens

O transtorno do desejo sexual hipoativo em homens é uma alteração que pode ser causada por vários motivos. Saiba mais a seguir!



  • Favero, M., & Costa, S. (2019). Erotofilia e erotofobia.
  • Ramírez Barajas, M. F. (2019). Sexo, tipología de género, erotofilia-erotofobia y asertividad sexual en estudiantes universitarios (Doctoral dissertation, Universidad Autónoma de Nuevo León).