5 dicas para escolher o carrinho do seu bebê

O carrinho deve atender às suas necessidades e ao seu orçamento. Aproveite a variedade e versatilidade para escolher o que lhe permita ficar mais tempo ao lado do seu filho.
5 dicas para escolher o carrinho do seu bebê

Última atualização: 05 Agosto, 2021

Escolher um carrinho para o seu bebê estará na lista das coisas mais importantes entre os preparativos para cuidar do seu bem-estar e proteção. Com um bom carrinho, você poderá estar com a criança enquanto resolve assuntos do dia a dia. Ele permitirá que vocês dois desfrutem do ar livre com segurança e conforto.

Por essas razões, você não pode deixar a escolha ao acaso. Aqui estão algumas dicas que você pode levar em consideração de acordo com as suas necessidades e possibilidades. A ideia é que ele seja ajustável e versátil para que se adapte a todos os momentos.

A importância de escolher um bom carrinho para o seu bebê

Com a chegada de um bebê em casa, os espaços costumam ficar reduzidos por todos os acessórios que adquirimos para os seus cuidados. Portanto, é necessário escolher um bom carrinho que seja útil e não se transforme rapidamente em um objeto fora de uso.

Ele deve, portanto, ser um carrinho fácil de guardar, leve, fácil de manusear e prático para montar e desmontar. Acima de tudo, que possa ser dobrado de maneira fácil e rápida. Pense que você terá que fazer tudo isso com o bebê e uma bolsa na mão.

Para conseguir todo o conforto e segurança que está procurando, você deve escolher o carrinho para o seu bebê com cuidado. Isso garantirá que ele seja de boa qualidade e que passe no teste dos seus requisitos, para que você não perca tempo e dinheiro.

Dicas para escolher o carrinho para seu bebê

Os designs dos carrinhos são cada vez mais variados. Os fabricantes inovaram para atender as diferentes idades do bebê. Se é isso que você procura, selecione aquele que se adapta ao que deseja e pode pagar, sem descuidar da qualidade e seguindo as dicas que daremos a seguir.

O carrinho do seu bebê deve ser seguro
Assim como a cadeirinha, o carrinho deve atender a padrões de qualidade que garantam a proteção da criança.

1. Defina o orçamento

É importante ter claro quanto dinheiro você vai destinar ao carrinho, pois existem os de passeio ou aqueles que se adaptam a cada etapa do bebê. Em geral, os primeiros são mais baratos e adequados para os bebês que já conseguem ficar sentados por longos períodos.

A segunda opção são os carrinhos maiores, pois trazem outros acessórios que permitem que se ajustem durante o crescimento, desde os primeiros dias de nascimento. Isso pode garantir aos pais um único investimento que resultará em benefícios e durabilidade.

2. Priorize as suas necessidades e as do bebê

É muito provável que as necessidades o ajudem a definir o tamanho ou certas características do carrinho. Para o bebê recém-nascido, o bebê conforto deve permanecer na horizontal; quando vier avulso, deve adaptar-se ao chassi do carrinho. Caso contrário, o encosto deve ser rígido e totalmente reclinável, pelo menos 150 graus ou mais.

A partir dos 6 meses ou quando seu bebê controlar a cabecinha, ele deve oferecer graus de reclinação ou permitir várias posições. Os carrinhos reversíveis são indicados para crianças menores de um ano, ou seja, o bebê pode olhar para os pais ou cuidadores enquanto passeia.

3. Características, de acordo com o uso

Avalie a intensidade e o ritmo das atividades diárias em que o bebê vai acompanhar você estando no carrinho. Se você treina, tem uma rotina de caminhada ou viaja para locais específicos com grama, umidade ou irregularidades, deve verificar se o produto atende essas demandas.

Para os passeios no campo, serão mais adequadas as rodas grandes e fortes. Mas se você morar na cidade e em um prédio, o elevador ou as escadas estarão na lista de atenções prioritárias. O mesmo vale se você tiver que usar o metrô ou transporte público em sua rotina.

Da mesma forma, não deixe de avaliar a capacidade do porta-malas do carro na hora de comprar o carrinho, pois quando for viajar, você pode deixar de levar qualquer coisa se não houver espaço, exceto o carrinho.

4. Materiais dos carrinhos

Materiais leves e impermeáveis ​​são fundamentais quando você for escolher o carrinho. Ele pode pesar de 5 a 10 quilos, aos quais você tem que adicionar o peso do seu bebê. Não parece muito, mas a longo prazo e com carga extra, pode ser difícil carregar o volume total. Em qualquer caso, o manuseio deve ser simples, fácil e seguro.

A chuva frequente, o sol ou as variações do tempo irão ajudá-lo a determinar o número e o tipo de acessórios para o carrinho, mas também os seus materiais. A altura do guidão geralmente é padrão, embora pais muito altos possam precisar de um sistema ajustável.

5. Sistema de segurança

Preste atenção se o bebê conforto do carrinho não possui nenhum material ou fecho que prenda os dedinhos da criança ao manuseá-lo, e que o sistema de travas ou bloqueio das rodas funcione. Não espere para verificar em uma descida ou em uma escada rolante.

Outro aspecto que deve ser controlado é o cinto de segurança do carrinho para seu bebê. Na Europa, todos os novos modelos devem estar de acordo os regulamentos europeus, que incluem especificações com relação ao cinto de segurança. O bebê deve ficar bem contido e seguro para evitar que escorregue do carrinho ou se desloque sob o risco de asfixia ou estrangulamento.

No Brasil, todos os modelos só poderão ser comercializados se estiverem registrados no Inmetro e apresentarem o selo do órgão, o que garante que o produto passou pelas avaliações de segurança necessárias.

Embora o carrinho seja seguro, nunca devemos perder o bebê de vista. Por isso, procure um carrinho com a capota impermeável, que tenha uma viseira e assim, permita a visão do interior.

Vantagens dos carrinhos para bebês

Não devemos apressar a passagem da criança do bebê conforto para o carrinho, mesmo com as recomendações do fabricante. É o bebê, sentando-se e sustentando a cabeça, que lhe dirá que está pronto. Uma vez sentado, firme e confortável, vocês podem começar a aventura de conhecer o mundo passeando.

Recomendamos que leia também: Como ensinar seu bebê a se sentar

Mais tempo para compartilhar

Você estará com seu bebê enquanto faz longas caminhadas para pensar, tomar ar fresco, ir a um parque ou fazer compras. Seu filho estará distraído, conhecendo o mundo ao seu redor, descansando e pode até adormecer devido ao efeito da vibração. O carrinho permite que você ganhe tempo de qualidade com o seu bebê.

Libera você do peso

Outra vantagem é que o peso da criança fica apoiado no carrinho e não nos braços ou nas costas, como é o caso dos cangurus e slings. Estes, embora consigam que mãe e filho fiquem juntos, até permitindo a amamentação se necessário, exigem do usuário um pouco de força e resistência.

Mamãe com seu bebê no colo
Você precisa soltar os braços de vez em quando, pois a carga constante do bebê gera incômodo e dores musculares.

Multiuso

Se você escolher bem o carrinho do seu bebê, poderá usá-lo para que ele durma, coma ou passeie pelo campo ou pela cidade apreciando a vista e o dia. Existem até alguns modelos com capacidade para transportar alimentos, fraldas ou mamadeiras. Tudo resolvido por um único dispositivo.

Tenha cuidado ao usar o guidão para pendurar compras ou objetos pesados. Quando for tirar a criança do carrinho ou se ela se levantar, é provável que o carrinho vire e caia tudo no chão. Portanto, tente escolher um com capacidade de carga na parte inferior; os objetos transportados servirão de contrapeso e o carrinho ficará equilibrado.

Carrinho de passeio e carrinho para corrida

Se você está acostumado a uma rotina de treinos que inclui caminhadas na natureza ou corrida, existem carrinhos projetados para isso. Eles têm rodas maiores e mais resistentes e um sistema de cintos que oferece segurança extra para a criança.

Você pode continuar correndo com um carrinho de três rodas, para todo tipo de terreno, leve e com boa suspensão. Um arnês de cinco pontos, um sistema de travas no guidão e uma capa protetora contra o vento e a chuva. Você tem tudo isso? Então, pode treinar para ter saúde e recuperar a forma após o parto.

Pode interessar a você...
Como fazer uma viagem longa com o bebê?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Como fazer uma viagem longa com o bebê?

Apresentamos abaixo as melhores dicas para tornar uma viagem longa em família com o seu bebê um verdadeiro sucesso. Aperte os cintos, e vamos lá!