5 dicas para economizar com a chegada do primeiro bebê

4 de novembro de 2019
Fazer compras para a chegada do primeiro bebê é uma tarefa que deve ser feita com tempo, o que significa economizar, adquirindo apenas o que é realmente necessário.      

A felicidade que sente um casal quando recebe a notícia de que estão esperando um bebê é indescritível. Depois começam a gerar perguntas sobre as coisas que necessitam antes, durante, e depois da chegada do primeiro bebê.

É verdade que os novos pais querem comprar e dar aos filhos o melhor. Então, possivelmente, quando visitam as lojas, querem levar para casa tudo o que ali vendem. No entanto, se conseguirem fazer isso, estarão cometendo um erro.

Na maioria das ocasiões são comprados produtos que serão usados ​​muito poucas vezes, ou nunca. Por essa e outras razões, neste artigo você encontrará algumas sugestões sobre como economizar com a chegada do primeiro bebê.

Algumas dicas para economizar com a chegada do primeiro bebê

Roupinha para bebê

Abaixo mostraremos uma lista de algumas coisas que você pode fazer para economizar com a chegada do primeiro bebê.

1. Faça compras com tempo

Uma vez confirmado que o primogênito está a caminho, embora você ainda não saiba o sexo do bebê, pode começar a comprar alguns itens como fraldas, camisas e meias.

Para a compra de fraldas você pode procurar ofertas, ou adquiri-las mês a mês durante a gravidez. Desta forma estará economizando, já que no momento do nascimento você terá outros gastos.

Se ainda não sabe o sexo do bebê e você tem que comprar as camisas e meias, uma boa opção é adquiri-las na cor branca. Esta é uma cor que funciona para ambos os sexos.

Leia também: O que é o teste WISC? Em quais crianças ele é aplicado?

2. Compare os preços

Existem produtos que o bebê e a mãe precisam, como os de higiene. Estes estão disponíveis em farmácias e supermercados a diferentes preços, dependendo do local. Em alguns casos, o preço pode até duplicar.

Portanto, você deve evitar comprar os produtos que precisa no primeiro estabelecimento que visita. A melhor coisa é que procure ofertas do dia ou promoções, porque desta forma você economizará uma quantia significativa de dinheiro.

3. Use acessórios herdados

É possível que no grupo familiar outros casais já tenham tido filhos. Eles poderiam ter deixado de usar um outro objeto em bom estado, como o berço, a banheira, o carrinho, ou a mobília para guardar as roupas. Reutilizar esses acessórios não desvalorizará seu primeiro bebê.

Além de economizar na compra de objetos, muitos familiares se sentem orgulhosos de que os novos bebês utilizem os acessórios que em algum momento usaram para seus filhos.

4. Compre apenas as roupas necessárias

Este é um ponto importante, uma vez que geralmente os pais querem comprar tudo o que veem nas lojas, para o bebê que está por nascer. No entanto, devemos ter em mente que o pequeno em seus primeiros anos de vida crescerá muito rápido.

Quando você compra uma grande quantidade de roupas (do mesmo tamanho), pode apenas usá-las algumas vezes. De fato, provavelmente algumas inclusive ficarão sem ser utilizadas.

Vale lembrar também que existem lojas físicas e na internet, onde vendem roupas de segunda mão de ótima qualidade, e econômicas.

5. Faça um chá de bebê

Presentes para bebês

Esse tipo de reunião, em geral, é de grande ajuda para os novos pais. Com a festa podem economizar muito dinheiro, porque pais, tios, parentes e colegas de trabalho costumam levar um presente para o bebê.

Você pode fazer uma lista com os produtos e acessórios que precisa, e enviá-los para os convidados da festa. O objetivo é evitar que estes deem coisas que você já comprou.

Você também pode aproveitar a ocasião para trocar ideias, e ouvir as experiências dos pais que participam da reunião.

Veja também: Antes de ser mãe, há algumas coisas que você deve saber

Despesas que as novas mães devem levar em conta

Embora o centro das atenções seja o bebê que está prestes a chegar, não se pode esquecer que a mãe também é parte fundamental desse processo. Portanto, devemos levar em conta as despesas que ela também deve ter:

  • Aquisição de roupas maternas.
  • Comida adequada para a mãe e o bebê.
  • Compra de medicamentos indicados pelo especialista.

Em conclusão, você deve se lembrar de fazer compras com tempo. Além de pensar em estética e conforto, pense se o que comprará é útil para você e para o bebê.

Finalmente, antes de fazer uma compra ou gerar uma despesa relacionada com a chegada do primeiro bebê, evite compras compulsivas e compare preços antes de tomar uma decisão. Mesmo que você acredite que tudo que vê é necessário, muitas vezes não é assim.