Erros comuns ao usar máscaras de pano

22 de maio de 2020
As máscaras de pano foram recomendadas para a população nas últimas semanas como uma medida para retardar a propagação do coronavírus (COVID-19). No entanto, muitos têm cometido erros ao usá-las. Descubra quais são e saiba como evitá-los!

Entidades como o Centro de Controle e Prevenção de Doenças e a Organização Mundial da Saúde alertam que algumas pessoas estão cometendo erros ao usar máscaras de pano. Embora esses elementos pareçam ajudar a retardar a disseminação do COVID-19, o uso inadequado enfraquece a sua utilidade.

Nos últimos dias, todos foram aconselhados a usar essas máscaras, principalmente ao fazer passeios essenciais a locais públicos, como supermercados ou farmácias. Embora não sejam suficientes para impedir a disseminação, acredita-se que elas ajudem a prevenir o contágio se uma pessoa assintomática não souber que está portando o vírus.

No entanto, como as entidades mencionadas comentam, é essencial saber usá-las e, acima de tudo, evitar erros que possam reduzir a sua eficácia. Como reconhecê-los? A seguir, queremos detalhar os erros mais frequentes para que todos comecem a evitá-los a partir de agora.

Erros ao usar as máscaras de pano

As máscaras de pano podem ser feitas com materiais diferentes, como tecidos anti-fluidos ou algodão. No entanto, este último tecido é o mais recomendado, pois geralmente não é agressivo para a pele e se fixa bem no rosto. De qualquer forma, independentemente do material, o mais importante é evitar os erros ao usar as máscaras de pano.

1. Presumir que as máscaras são adequadas para todos

Um erro comum sobre o uso das máscaras de pano é pensar que elas são adequadas para todos, sem exceção. Em uma de suas publicações recentes, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças alerta que há casos em que essas coberturas devem ser evitadas. Estes incluem:

  • Crianças menores de 2 anos.
  • Pessoas com problemas respiratórios.
  • Pacientes em estado de inconsciência.
  • Pessoas que estão debilitadas ou que, por algum motivo, não conseguem remover a máscara sem ajuda.
Máscaras de pano coloridas
Em alguns casos, como crianças menores de 2 anos e pacientes com problemas respiratórios, é melhor evitar as máscaras de pano.

Você também pode se interessar: O coronavírus não é transmitido pelo ar, de acordo com a OMS

2. Acreditar que elas fornecem proteção de nível médico

Embora as evidências sejam inconclusivas e o tópico ainda esteja sendo debatido, sugere-se que o uso de uma máscara de pano pode ajudar a reduzir a disseminação do COVID-19, principalmente considerando que existem pessoas que não apresentam sintomas e continuam com a vida normal.

Apesar disso, o CDC e outras autoridades de saúde enfatizam que seu uso é uma medida insuficiente para evitar infecções e, além disso, não é correto pensar que elas fornecem a mesma proteção que uma máscara cirúrgica ou respiradores N95, reservados para os profissionais de saúde.

3. Deixar de lavar as mãos e reduzir o distanciamento social

Como essas máscaras são insuficientes para evitar o contágio, é necessário manter medidas como a lavagem constante das mãos e distanciamento socialÉ um erro pensar que o simples fato de usar esse elemento já protege completamente o indivíduo.

Manter as mãos limpas continua sendo uma das principais medidas preventivas. Além disso, é conveniente manter pelo menos 2 metros de distância de outras pessoas quando estiver em ambientes como supermercados, farmácias e similares.

4. Cobrir apenas a boca

Este é certamente um dos erros mais comuns ao usar as máscaras de pano. Nós vemos como as pessoas, talvez por conforto, cobrem apenas a boca e deixam o nariz exposto. Não funciona assim!

É essencial proteger, na medida do possível, as vias aéreas. Portanto, o tempo todo, panos ou máscaras médicas devem cobrir o nariz e a boca. Lembre-se de que estas são as principais formas de contágio do COVID-19.

Mulher usando máscara na rua

5. Não lavar as máscaras de pano após usá-las

Embora não seja necessário descartar as máscaras de pano, é essencial lavá-las bem após cada uso. Embora à primeira vista elas pareçam limpas, é um erro usá-las várias vezes seguidas sem lavá-las primeiro.

O CDC observa que simplesmente introduzi-las em um ciclo de lavagem em uma máquina de lavar é suficiente para prepará-las para um novo uso. Obviamente, elas também podem ser lavadas à mão com água e sabão. A melhor coisa sobre essas máscaras é que a lavagem não as faz perder o formato, portanto, elas duram muito tempo.

Leia também: A saúde respiratória em tempos de coronavírus

6. Não lavar as mãos antes e depois de usar as máscaras

Embora já tenhamos mencionado que é importante manter a lavagem constante das mãos, cabe destacar que a higiene das mãos deve ser repetida antes e depois de tocar na máscara. Lembremos que esse elemento não está isento de conter patógenos; portanto, a higiene é essencial.

Quando não estiver em uso, o ideal é guardar as máscaras em uma bolsa limpa, preferencialmente as que podem ser fechadas, ou em um recipiente limpo e respirável.

Erros ao utilizar as máscaras de pano: o que deve ficar claro?

Cometer erros ao usar máscaras de pano reduz a sua eficácia como uma medida preventiva contra o COVID-19. Portanto, se os erros estiverem comprometendo sua eficácia, é melhor corrigi-los o mais rápido possível. Além disso, não podemos ignorar outros hábitos de prevenção, como lavar bem as mãos, manter um distanciamento social e respeitar o confinamento.

  • Centers for Disease Control and Prevention. (2020). Use of Cloth Face Coverings to Help Slow the Spread of COVID-19 | CDC. Available in https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prevent-getting-sick/diy-cloth-face-coverings.html
  • BBC News Mundo. (6 de abril de 2020). Mascarillas de tela: cómo se hacen y cuáles son los errores al usarlas. BBC. Recuperado de https://www.bbc.com/mundo/noticias-52192632