Quais são os efeitos colaterais do tratamento do câncer?

06 Agosto, 2020
O câncer é uma doença que tem muitas opções de tratamento. No entanto, os pacientes geralmente têm dúvidas sobre os efeitos colaterais que elas acarretam. Saiba mais sobre o tema a seguir.

Muitos pacientes diagnosticados costumam ter dúvidas sobre os efeitos colaterais do tratamento do câncer. Embora as questões pertinentes devam ser esclarecidas com um médico, muitos fazem pesquisas online e acabam se confundindo com as informações encontradas na internet.

Para começar a explicar esta questão, é importante ressaltar que câncer é um termo usado para se referir a um grupo de doenças.

Embora todos possam compartilhar características comuns, a maioria possui mecanismos de origem e proliferação próprios em nossos corpos. Essas diferenças criam a necessidade de definir tratamentos mais adaptados a cada tipo de câncer.

Existem diversas variedades de tratamentos contra o câncer, mas neste artigo, mencionaremos os seguintes:

  • Cirurgia
  • Quimioterapia
  • Radioterapia

Efeitos colaterais da cirurgia do câncer

Cirurgia para remover tumor
A cirurgia do câncer pode causar dor no pós-operatório e risco de infecção.

Embora a maioria dos efeitos colaterais resultantes da cirurgia esteja associada ao órgão em que foi realizada e à modalidade pela qual foi realizada, podemos apontar alguns efeitos colaterais associados a todos os tipos de cirurgia. 

Dor

É comum sentir dor na parte do corpo em que a cirurgia foi realizada. A intensidade da dor vai depender da extensão da cirurgia, da parte do corpo em que foi realizada e da sensibilidade da pessoa a estímulos dolorosos. A dor pode ser controlada com analgésicos prescritos pelo médico.

Infecção das feridas

A cirurgia envolve cortes na nossa pele. Essas feridas podem servir como porta de entrada para microrganismos prejudiciais para a nossa saúde. As infecções geralmente acontecem nos primeiros dias após a cirurgia.

Durante a infecção, podemos encontrar inflamação, dor e vermelhidão na área onde a ferida está localizada. O quadro pode ser acompanhado por supuração e febre. É importante consultar o médico ao apresentar algum dos sintomas indicados.

Leia também: 4 frutas que podem ajudar a prevenir o câncer

Efeitos colaterais da quimioterapia

A quimioterapia está associada a uma extensa lista de efeitos colaterais. A seguir, discutiremos apenas os mais comuns.

Anemia

A grande maioria dos agentes quimioterápicos afeta negativamente a medula óssea. Isso causa alterações na produção celular do paciente.

Náusea e vômito entre os efeitos colaterais do tratamento do câncer

Este é o efeito colateral mais frequente da quimioterapia, afetando 80% das pessoas que se submetem a esse tratamento.

Alterações no ritmo intestinal

A quimioterapia causa alterações que podem influenciar a saúde intestinal. Dependendo do medicamento utilizado, pode causar diarreia ou constipação.

Queda de cabelo

Ao contrário do que se pensa, a queda de cabelo durante a quimioterapia depende do medicamento utilizado. Este efeito colateral varia muito de pessoa para pessoa.

Não deixe de ler: Alopecia areata: sintomas, causas e tratamentos

Efeitos colaterais da radioterapia

Radioterapia
Os efeitos colaterais da radioterapia dependem de muitos fatores. Em quase todos os casos há fadiga, além de irritação da pele nas áreas irradiadas.

A radioterapia tem efeitos colaterais relacionados ao volume de radiação recebido. Portanto, as reações adversas estarão limitadas aos campos de irradiação. Também estarão relacionadas à dose recebida e ao seu fracionamento, tratamentos concomitantes e suscetibilidade da pessoa que a recebe.

Como já mencionado, os efeitos colaterais dependem da região onde a radiação é aplicada. O cansaço está presente em quase todos os casos, bem como a irritação da pele que cobre a parte irradiada do corpo. Se você receber radiação no abdômen, poderá sofrer alterações no trânsito intestinal, além de náuseas e vômitos.

O que devemos lembrar sobre os efeitos colaterais do tratamento do câncer?

Como vimos, os efeitos colaterais variam dependendo do tratamento e da idiossincrasia da pessoa que o recebe. Existem muitos tratamentos para o câncer, mas os mais comuns são cirurgia, quimioterapia e radioterapia.

Dependendo do local, intensidade e tipo de câncer em questão, os efeitos colaterais serão diferentes. Você deve consultar o seu médico se tiver dúvidas ou estiver preocupado com algum sintoma que está apresentando.

  • Ferreiro, J., García, J. L., Barceló, R., & Rubio, I. (2003). Quimioterapia: efectos secundarios. Gaceta Médica de Bilbao100(2), 69-74.
  • Verdú Rotellar, J. M., Algara López, M., Foro Arnalot, P., Domínguez Tarragona, M., & Blanch Mon, A.. (2002). Atención a los efectos secundarios de la radioterapia. Medifam12(7), 16-33. Recuperado en 08 de marzo de 2020, de http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1131-57682002000700002&lng=es&tlng=pt.
  • American Cancer Society. (2017, 10 febrero). Efectos secundarios del tratamiento del cáncer. Recuperado 8 marzo, 2020, de https://www.cancer.gov/espanol/cancer/tratamiento/efectos-secundarios