Dor nas axilas: quais são as causas?

7 de novembro de 2019
A axila é uma das cavidades mais sensíveis do corpo humano. Os desconfortos nesta área podem surgir tanto de uma lesão quanto de outras causas.

Você já sentiu dor nas axilas? Tendo em vista o fato de que há inúmeros vasos sanguíneos, tendões e nervos nesta parte do corpo, não é nada estranho que em algum momento você possa sentir desconforto nessa área. De fato, as axilas estão conectadas a certos músculos que podem inflamar os gânglios.

Portanto, é importante identificar o desconforto e avaliar se a dor interfere ao fazer movimentos com os braços. Em caso afirmativo, você deve ir ao médico. Somente em casos extremos, nos quais os gânglios linfáticos são danificados, é necessária uma intervenção cirúrgica.

Sintomas

Quanto aos sintomas mais característicos que podem aparecer, se esse desconforto surgir, podemos mencionar os seguintes:

  • Dor (que pode ser leve, moderada ou grave).
  • Queimação.
  • Inchaço.
  • Dormência.
  • Aparição de caroços.

Causas de dor nas axilas

A seguir, mencionaremos as 7 principais causas que podem desencadear dores nas axilas.

1. Estiramento muscular na axila

 

Este tipo de lesão apresenta sintomas como dor brusca e aguda na axila. Geralmente é sofrido por pessoas que levantam pesos ou fazem exercícios relacionados.

A tensão muscular provoca fraqueza, rigidez, fadiga e, em alguns casos, queimação na área. Para resolver o problema, reduza a inflamação e evite movimentações para não danificar os músculos estirados.

Recomenda-se o uso de compressas frias por 20 minutos, ou optar por anti-inflamatórios. Mas, acima de tudo, é recomendável descansar durante 3 a 6 semanas.

2. Linfadenite axilar

Este problema ocorre quando os gânglios linfáticos estão inflamados. Geralmente ocorre abaixo do pescoço, na virilha e nas axilas. Entre os seus sintomas destacam-se:

  • Febre.
  • Inchaço.
  • Dor ao toque.
  • Vermelhidão e dormência.

A linfadenite axilar acontece devido a uma infecção. Os médicos fazem um exame de sangue para determinar a causa e, em alguns casos, uma biópsia é feita para descartar a possibilidade de câncer.

3. Angina de peito

Dor no peito

angina é apresentada como uma dor intensa porque não fornece sangue suficiente ao músculo cardíaco. Esta dor pode se espalhar para outras partes do corpo, tais como: braços, ombros, pescoço, costas e axilas. Enquanto isso, o paciente apresenta:

  • Fadiga.
  • Tontura e náusea.
  • Sudorese excessiva.

4. Hidradenite supurativa

A hidradenite supurativa é considerada uma doença crônica, caracterizada pelo surgimento de nódulos, abcessos ou cicatrizes em áreas onde estão localizadas as glândulas sudoríparas apócrinas. Isto significa que é muito comum que ela se apresente nas axilas.

As protuberâncias criam túneis sob a pele que bloqueiam os folículos. Entre os fatores de risco estão:

  • Sobrepeso.
  • Fumar.
  • Imunidade baixa.
  • Alterações hormonais.

5. Câncer de mama

 

O fato de que o câncer de mama é uma das possíveis causas de dor na axila não significa que seja a única, então não se assuste, o objetivo é apenas prevenir.

Este tipo de câncer começa com o ataque das células aos dutos produtores de leite. Também pode começar no tecido glandular. Se os gânglios linfáticos estiverem muito inflamados, eles podem afetar a área das axilas. Os sinais de alarme são:

  • Mamilo invertido.
  • Nódulos no seio.
  • Vermelhidão e coceira na área.
  • Descamação ao redor do mamilo.
  • Mudança na forma e tamanho da glândula.

Se você tiver algum dos sintomas mencionados, é preciso fazer uma mamografia ou biópsia, conforme indicado pelo médico, para encontrar a causa da dor e descobrir se é um câncer de mama.

6. Refluxo

Em termos médicos, é conhecido como refluxo gastroesofágico ou indigestão. Depois de comer, os ácidos encontrados no estômago decompõem os alimentos.

No entanto, em alguns casos, o músculo enfraquece e os ácidos gástricos sobem para o esôfago, o que produz ardor na área do peito e pode se espalhar para as axilas.

7. Ansiedade

Mulher ansiosa

Às vezes a dor nas axilas pode ocorrer devido à somatização. Isso significa que, na verdade, não há um problema fisiológico que esteja causando danos aos gânglios linfáticos, mas o corpo percebe a dor devido a um estado de estresse ou ansiedade prolongada.

As pessoas com ansiedade se preocupam intensamente e constantemente, o que faz com que sintam um desconforto físico. Nesses casos, recomenda-se que a pessoa execute técnicas de relaxamento para reduzir a ansiedade. Se você não suprimir os sintomas de ansiedade, é recomendável que você vá ao médico para tomar os medicamentos mais adequados para combatê-la.

Lembre-se

É importante que você avalie o desconforto antes de tomar um ibuprofeno ou qualquer outro medicamento sem antes consultar o seu médico. Lembre-se de que, ao tomar um medicamento desse tipo, você pode ocultar os sintomas e prolongar o problema.