Doenças neuromusculares: sinais e sintomas

22 Julho, 2020
As doenças neuromusculares são crônicas e podem aparecer em qualquer estágio da vida. Afetam os músculos e o sistema nervoso.

As doenças neuromusculares (ENM) são um grupo de doenças cuja principal característica é a perda de força muscular. São doenças crônicas que têm principalmente uma origem genética. Além disso, essas doenças causam perda de autonomia individual e encargos psicossociais.

As doenças neuromusculares podem aparecer em qualquer etapa da vida. No entanto, cerca de 50% dessas doenças aparecem na infância. Afetam os músculos e o sistema nervoso e podem alterar:

  • Junção neuromuscular: onde o nervo se junta ao músculo.
  • Neurônio motor da medula espinhal: são as células nervosas que controlam a ação dos músculos.
  • Nervo periférico: pode afetar as mãos, braços, pernas, pescoço e rosto.

Causas e tipos de doenças neuromusculares

Tipos de doenças neuromusculares
Geralmente, as doenças neuromusculares se desenvolvem desde a infância e podem ter uma origem genética.

As causas das doenças neuromusculares são muito diferentes. Aliás, em muitas delas a origem ainda não é conhecida. Podem ser classificadas de acordo com a sua origem ou sua causa: doenças neuromusculares genéticas ou adquiridas.

Entretanto, essa classificação está mudando à medida que novos dados sobre suas causas são conhecidos. Os principais tipos de doenças neuromusculares são:

  • Distrofias musculares
  • Miopatias distais
  • Miopatias congênitas
  • Distrofia miotônica
  • Miotonias congênitas
  • Paralisia familiar periódica
  • Doenças musculares inflamatórias
  • Miosite ossificante progressiva
  • Miopatias metabólicas
  • Doenças das junções neuromusculares
  • Amiotrofias espinhais
  • Neuropatias hereditárias

Sintomas de doenças neuromusculares

Alguns dos sintomas comuns a muitas das doenças neuromusculares são:

Distúrbio da marcha

A maioria das doenças neuromusculares pode apresentar diferentes alterações da marcha. Algumas dessas alterações são andadura bamboleante, fadiga, assimetria, claudicação e andar nas pontas dos pés. A andadura bamboleante costuma ser uma manifestação de fraqueza da cintura pélvica devido à atrofia da musculatura glútea.

Leia também: Você sabe como lidar com as cãibras?

Quedas frequentes em doenças neuromusculares

Este sintoma ocorre devido à fraqueza muscular das extremidades inferiores. Isso acontece porque os pacientes perdem força para manter o equilíbrio, devido à fadiga ou por não serem capazes de usar os músculos.

Dificuldade em subir e descer escadas

Para executar esta ação é necessário usar a força muscular dos glúteos e dos quadríceps. Frequentemente, ocorre a fadiga do quadríceps que, de repente, entra em colapso. Dessa maneira, os pacientes são obrigados a usar os membros superiores para realizar esta ação.

Dor muscular

A dor muscular que aparece pode ou não estar ligada ao exercício. Quando a dor muscular aparece com uma intensidade maior que a da falta de treinamento, é um sintoma a ser considerado no exame físico.

Dificuldade em se levantar do chão

Este sintoma, que geralmente acompanha a fraqueza muscular da cintura pélvica, é conhecido como sinal de Gowers. Os pacientes não podem se levantar do chão sem apoiar as mãos no piso ou nas pernas. Dessa forma, conseguem ficar em pé.

Cãibras

As cãibras são espasmos ou contraturas dolorosas
A cãibra aparece como consequência da fadiga que ocorre dentro do músculo.

Nas doenças neuromusculares, as cãibras se manifestam como espasmos musculares ou contraturas dolorosas.

Infecções respiratórias

As infecções respiratórias frequentes e prolongadas são causadas pela fraqueza para tossir e manter as vias respiratórias livres. Por esse motivo, a capacidade de ventilação diminui e pode até haver insuficiência respiratória.

Transtornos do sono

Como consequência das restrições de capacidade respiratória, podem ocorrer despertares noturnos frequentes, sensação de asfixia e cansaço durante o dia.

Dificuldade para dormir? Então leia: Saiba como dormir sem tossir à noite

Sinais associados a várias doenças neuromusculares

No exame físico de pacientes que sofrem desse tipo de doença, podem surgir sinais como:

  • Amiotrofia: devido ao pobre desenvolvimento da massa muscular ou à sua destruição.
  • Fraqueza muscular: a falta de força é o sinal característico de doenças que afetam a unidade motora.
  • Baixa altura ou peso: algumas doenças neuromusculares são caracterizadas por dificuldades no crescimento.
  • Alterações na pele: como lesões violáceas nas pálpebras. A calcinose também aparece, produzida por depósitos de cálcio. No entanto, a calcinose se manifesta como nódulos sob a pele nas articulações das mãos. Outras vezes, são produzidos queloides, às vezes até espontâneos.
  • Contraturas articulares progressivas: sempre ocorrerão contraturas nas articulações onde houver fraqueza muscular e assimetria entre os grupos musculares antagônicos.

Você conhecia essas doenças e seus sintomas? Então, continue conosco porque temos mais informações e dicas para a sua saúde e bem-estar. Lembre-se de que a consulta com o especialista sempre é necessária.

  • Febrer, A. (2014). Enfermedades neuromusculares. In Rehabilitación domiciliaria. https://doi.org/10.1016/b978-84-458-2583-9.00016-4
  • Masdeu, M. J., & Ferrer, A. (2003). Función de los músculos respiratorios en las enfermedades neuromusculares. Archivos de Bronconeumologia. https://doi.org/10.1157/13045953
  • Motoneurona, E. D. E. L. A. (2004). Grupo de Estudio de Enfermedades Neuromusculares Sociedad Española de Neurología. Historia.