4 coisas que você deve saber sobre as dietas com baixo teor de sódio

19 Fevereiro, 2020
As dietas livres de sódio podem ser boas para evitar todas as complicações causadas pelo consumo excessivo de sal. No entanto, como sabemos, o sódio é essencial para o bom funcionamento do organismo.

As dietas com baixo teor de sódio são aquelas nas quais são estabelecidas diretrizes para limitar o consumo de alimentos que contêm um alto teor deste mineral em sua composição.

As pessoas que decidem manter ou que devem optar por manter esse tipo de dieta são aquelas que sofrem de alguma patologia que piora com o aumento do sódio no sangue. Essas situações incluem casos de pressão alta, doença renal ou insuficiência cardíaca.

A seguir, veremos alguns pontos importantes sobre as dietas com baixo teor de sódio.

Por que precisamos de sódio?

Sal refinado
A principal fonte de sódio em nossa dieta é o sal.

O sódio representa 50% da composição do sal comum, sendo o restante o cloro. Portanto, o sal comum é conhecido quimicamente como cloreto de sódio.

O sal é a maior fonte de sódio em nossa dieta. No entanto, há outra pequena parte desse mineral que é ingerida nas refeições e adicionada aos alimentos nos processos de fabricação.

O sódio é essencial para a vida, mas o corpo precisa apenas de uma pequena quantidade. A ingestão de grandes quantidades de sal pode ser muito prejudicial à saúde.

Esse mineral é essencial para que o corpo permaneça adequadamente hidratado, para que as trocas celulares ocorram com sucesso e para a manutenção da homeostase sanguínea, entre outros.

Como saber se um alimento tem um baixo teor de sódio?

Para saber se um alimento contém um teor de sódio alto ou baixo, é importante ler os rótulos, pois eles contêm as quantidades de sódio de cada alimento.

A quantidade de sódio é expressa em miligramas (mg). A coluna que aparece no rótulo do alimento, expressa como uma porcentagem do valor diário, refere-se ao percentual da necessidade diária atendida com uma porção do alimento para cada nutriente da lista.

Nesse sentido, os alimentos com baixo teor de sódio são aqueles que possuem menos de 5% da porcentagem diária desse mineral. Por outro lado, aqueles que contêm 20% ou mais são considerados alimentos com um alto teor de sódio.

Outras expressões que podem estar presentes nas embalagens dos alimentos são:

  • Sem sódio: menos de 5 mg de sódio em cada porção.
  • Pouco sódio: 35 mg de sódio ou menos por porção.
  • Baixo teor de sódio: 140 mg de sódio ou menos por porção.
  • Sódio reduzido: pelo menos 25% menos sódio em cada porção em comparação com a versão tradicional.
  • Sem sal ou sem sal adicionado: não foi adicionado sal durante o processamento dos alimentos, embora o próprio alimento possa conter sódio.

Leia também: Em que consistem os rótulos nutricionais?

Vantagens das dietas com baixo teor de sódio

Alimentos fonte de sódio
Em casos de hipertensão, dietas com baixo teor de sódio são um dos hábitos saudáveis ​​que devemos adotar.

Como comentamos, o sal é essencial para a vida, mas na medida certa. Os benefícios de reduzir seu uso para chegar a patamares sustentáveis ​​ou simplesmente de aceitar o sabor natural dos alimentos são muitos. Alguns deles são:

  • Redução da pressão arterial: o consumo excessivo de sódio pode levar a uma situação de hipertensão, um fator de risco para doenças cardiovasculares.
  • Redução do risco de certas patologias: pessoas que sofrem de prisão de ventre ou retenção de líquidos podem se beneficiar adotando esses hábitos alimentares.
  • Ajuda a perder peso.

Leia também: Coisas que ocorrem com excesso de sódio no corpo

Como encontrar o equilíbrio em dietas com baixo teor de sódio?

As dietas livres de sódio podem ser benéficas para evitar todas as complicações causadas pelo excesso de sal no organismo. No entanto, como sabemos, o sódio é essencial para o bom funcionamento do organismo. Portanto, devemos encontrar um equilíbrio.

Algumas recomendações para isso são:

  • Não use sal ao cozinhar: os alimentos já possuem sais naturais. Para melhorar o seu sabor, você pode usar vinagres, especiarias, temperos naturais ou limão. Assim, você não precisará usar sal.
  • Mude os métodos de cozimento: o processamento de alimentos durante o cozimento é o que muitas vezes elimina grande parte do seu sabor natural. Aprenda a cozinhar a vapor, usando a técnica papillote ou embrulhando os alimentos em papel manteiga.
  • Procure utilizar azeites de oliva mais intensos: eles trarão mais benefícios e darão um toque especial à sua alimentação.

Por último, lembre-se de que reduzir o teor de sal é um dos objetivos de um estilo de vida saudável projetado pela Organização Mundial da Saúde. Principalmente se você sofrer de uma doença relacionada, o seu médico poderá indicar a dieta mais apropriada para o seu caso. Portanto, nunca deixe de consultá-lo.

  • FDA. (2016). El sodio en su dieta. Hechos Sobre Alimentos.
  • Instituto de Nutrición de Centro América y Panamá. (2012). OMS | Alimentación sana. Alimentacion Sana. https://doi.org/Nota descriptiva No. 394
  • Gaitán, D., Estrada, A., & Lozano, G. A. (2015). Alimentos fuentes de sodio: análisis basado en una encuesta nacional en Colombia FOOD SOURCES OF SODIUM: ANALYSIS BASED ON A NATIONAL SURVEY IN COLOMBIA. Nutr Hosp. https://doi.org/10.3305/nh.2015.32.5.9675
  • Lema, S. N., Longo, E. N., & Vázquez, M. B. (2016). Sal y salud: conocimientos y percepción de riesgo según jóvenes y profesionales de la salud. Diaeta.