Dieta para depois da colecistectomia ou da remoção da vesícula biliar

Na ausência de vesícula biliar, você deve seguir uma dieta restritiva em relação às gorduras para, desse modo, não causar uma digestão pesada.
Dieta para depois da colecistectomia ou da remoção da vesícula biliar

Última atualização: 17 Janeiro, 2021

Você precisou fazer uma remoção da vesícula biliar ou deve fazê-la em breve? Quando estamos diante dessa situação, é comum ter dúvidas sobre como será a dieta subsequente. Muito provavelmente o seu médico vai fornecer uma lista de recomendações.

Para ajudar você no processo, preparamos uma lista de recomendações sobre a dieta que você deve seguir. Você descobrirá que, embora seja uma dieta restritiva, é relativamente simples segui-la.

Temos certeza de que se você seguir essas recomendações, sua vida será normal e sem preocupações. O que você está esperando? Tome nota dessas dicas e não se preocupe.

A vesícula biliar e a colecistectomia

A primeira coisa que você deve saber é que a vesícula biliar é um pequeno órgão que, embora não pareça, é muito importante. Uma de suas principais funções é armazenar a bile produzida pelo fígado para digerir as gorduras que você consome.

Os especialistas da Fundação Espanhola do Aparelho Digestivo comentam que “embora sua função seja importante, é possível viver sem a vesícula biliar".

Quando a vesícula biliar não funciona corretamente (por causa de cálculos biliares ou pólipos), o médico pode considerar uma colecistectomia, uma cirurgia comum hoje em dia.

Por sua vez, os especialistas da Mayo Clinic apontam que “a maioria das pessoas não tem problemas digestivos após uma colecistectomia. A vesícula biliar não é essencial para uma digestão saudável". No entanto, é aconselhável levar em consideração algumas orientações do médico sobre alimentação.

Alimentos permitidos depois de uma colecistectomia

Para facilitar a sua escolha de alimentos, vamos apresentar a seguir uma lista dos alimentos permitidos depois da remoção da vesícula. Isso permitirá que você crie um plano de refeições mais eficiente. Dessa forma, não ficará com fome nem terá problemas estomacais.

Vegetais cozidos

Comer vegetais é importante em todos os momentos. Contudo, quando você não tem vesícula, ajudar seu intestino a se manter limpo se torna ainda mais importante. Nesse sentido, os vegetais cozidos são mais fáceis de processar e ajudarão a reduzir a acidez causada pela bile.

O risco de se alimentar com vegetais crus é que eles são mais complexos de digerir para o seu estômago. Embora forneçam a mesma quantidade de fibras, é melhor não complicar o funcionamento dos intestinos.

Os vegetais mais recomendados são:

  • Couve-flor.
  • Brócolis.
  • Repolho.
  • Cenoura.
  • Pimentões.
  • Vegetais de folhas verdes.
O brócolis é um alimento versátil que combina bem com outros alimentos saudáveis. É ideal para preparar saladas.

Alimentos ricos em fibra solúvel

Consumir fibra solúvel reduz o impacto negativo dos ácidos no estômago, segundo um estudo publicado em 2019. Esse nutriente ajuda a eliminar a bile com maior eficiência e velocidade. Algumas fontes recomendáveis são:

  • Maçã.
  • Feijão.
  • Banana.
  • Mirtilos.
  • Cenoura.
  • Lentilhas.
  • Couve-de-bruxelas.

Proteínas magras

Existe a crença de que após a remoção da vesícula biliar, você deve evitar carnes. No entanto, isso não é totalmente verdadeiro. Claro, você deve evitar carnes que contenham grande quantidades de gordura, seja natural ou frita.

Deixando isso de lado, você pode consumir proteínas magras com frequência. As mais recomendadas são: peito de peru, cortes magros de vitela, frango e peru, peixe e ovos.

Na verdade, o consumo desse tipo de alimento é recomendado. A ingestão de proteínas ajuda a manter a massa muscular e a composição corporal, de acordo com um artigo publicado na revista Nutrition Reviews.

Gorduras saudáveis

A dieta atlântica é caracterizada pelo seu conteúdo em alimentos que fornecem ômega 3, antioxidantes, vitaminas e minerais.

Embora o seu corpo passe por uma diminuição na capacidade de processar gorduras após a remoção da vesícula biliar, estas continuam sendo necessárias. No entanto, as gorduras de que você precisa são saudáveis ​​e de boa qualidade. Um exemplo são os ácidos graxos ômega 3:

  • Azeitonas.
  • Sementes de linhaça e chia.
  • Peixes (como sardinhas e salmão).
  • Amêndoas, nozes e outras oleaginosas.

Alimentos que é melhor evitar depois da remoção da vesícula biliar

Agora que você sabe o que pode comer depois de passar por uma remoção da vesícula biliar, é hora de esclarecer o que deve ser evitado a todo custo. Embora pareça excessivo, lembre-se de que respeitar essa lista evitará problemas desnecessários.

  • Alimentos fritos. Esses alimentos são os primeiros que você deve eliminar da sua vida diária em todos os momentos, principalmente se você não tiver a vesícula. Alimentos fritos contêm gorduras que são complexas de digerir, além de afetarem a sua saúde cardiovascular.
  • Alimentos muito gordurosos. Embora você deva consumir certas gorduras, é importante evitar os excessos. Elas podem ser naturais, mas causarão problemas de acidez e refluxo. Alguns exemplos são bacon, queijos muito gordurosos, cortes gordurosos de carne bovina e carne de porco e pele de frango.
  • Óleos vegetais: embora alguns óleos vegetais forneçam ômegas 3 e 6, o ideal é evitá-los, pois cozinhá-los acaba tornando-os mais pesados para o estômago. É importante evitar alimentos que os contenham, como maionese ou molhos.
  • Alimentos industrializados. Produtos que são vendidos prontos para o consumo podem parecer uma solução simples para matar a fome. No entanto, eles também fornecem açúcares, farinhas refinadas e gorduras pouco saudáveis que farão você se sentir mal rapidamente. Nessa lista estão os biscoitos, pães, sopas instantâneas, batata frita, etc.

Alimente-se de forma saudável e cuide-se sempre para não ter problemas de saúde. Sua saúde vai agradecer e retribuir com bem-estar.

Pode interessar a você...
10 sintomas que podem alertar para um problema na vesícula biliar
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
10 sintomas que podem alertar para um problema na vesícula biliar

Embora hajam sintomas que possam ser comuns em outras doenças, é imprescindível se consultar com o especialista para descartar problemas na vesícula biliar.



  • Yueh TP., Chen FY., Lin TE., Chuang MT., Diarrhea after laparoscopic cholecystectomy: associated factors and predictors. Asian Journal of Surgery, 2014. 37: 171-177.
  • Altomare DF., Rotelli MT., Palasciano N., Diet after cholecystectomy. Curr Med Chem, 2019. 26 (19): 3662-3665.
  • Kim JE., O’Connor LE., Sands LP., Slebodnik MB., et al., Effects of dietary protein intake on body composition changes after weight loss in older adults: a systematic review and meta analysis. Nutr Rev, 2016. 74 (3): 210-24.