Dieta para golfistas: descubra como fazê-la

· 13 de fevereiro de 2019
Os atletas requerem uma alimentação planejada para alcançar seu máximo rendimento competitivo. Neste artigo, falaremos sobre a dieta que os golfistas seguem.

O desgaste físico e psicológico que esta prática gera somente pode ser compensado com uma dieta para golfistas balanceada, capaz de fornecer ao esportista os nutrientes necessários para melhorar seu rendimento.

Uma disciplina como o golfe oferece ao indivíduo vários benefícios que contribuem para a saúde mental e física. Entre eles estão:

  • Servir como mecanismo antiestresse
  • Estimular a tonificação e flexibilidade da musculatura corporal
  • Melhorar a concentração ao focar em cada movimento
  • Favorecer a circulação

No entanto, é necessário o preparo do jogador para percorrer longas distâncias em terrenos com superfícies desiguais, durante tempos prolongados. Esta deve se basear em uma boa nutrição que garanta a reposição energética do corpo antes, durante e depois do jogo.

Para jogar golfe, prescisa de uma dieta para golfistas

Na verdade, um estudo realizado por especialistas do Rose Medical Center, Estados Unidos, determinou que o gasto energético que é gerado durante uma partida de golfe, em um campo de 9 buracos, é o seguinte:

  • Durante um percurso a pé e carregando a própria bolsa, se queimam 721 calorias.
  • Usando um carrinho manual, umas 718 calorias.
  • Acompanhados por um caddie, que transporta a bolsa, 613 calorias.
  • Aqueles golfistas que usam carro para todo o percurso, queimariam 411 calorias.

Baseados nisso, nas seguintes linhas esboçaremos, de forma geral, as pautas alimentares que os golfistas devem seguir para garantir uma adequada recuperação física.

Dieta para golfistas equilibrada

A chave fundamental para render ao máximo e evitar os riscos de fadiga ou prevenir futuras lesões recai na alimentação do golfista.

Hidratação

A hidratação é um elemento essencial quando se trata de recuperação física. Com ela repomos todo o líquido perdido através do suor, regulamos a temperatura do corpo e reduzimos a pressão sanguínea.

Uma dieta para golfistas  requer água

Antes de uma competição recomenda-se beber pelo menos dois copos de água. Durante o percurso no campo é necessário se hidratar a cada 20 minutos. Seja com água, sucos naturais ou bebidas isotônicas. E, ao finalizar, devem-se consumir sucos de frutas para recarregar as energias.

Com uma hidratação constante aumentam-se os níveis de energia, resistência e coordenação no indivíduo.

Saiba mais: Conheça as frutas que te ajudarão a perder peso em menos tempo

Nutrientes

Os nutrientes necessários na dieta para golfistas se concentram em três grandes grupos: carboidratos, proteínas e gorduras ou lipídios. Estes devem ser consumidos em 6 refeições diárias, uma a cada duas horas, preferivelmente.

Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estabeleceram as porções nas quais estes alimentos devem ser consumidos.

Os carboidratos (que se encontram nos legumes, massas, arroz integral, cereais, entre outros) representarão o principal elemento da dieta. Devem ser ingeridos de 5 a 12 gramas por quilo de peso por dia, preferivelmente os de baixo índice glicêmico. Isso representa um teor calórico de 60%.

As proteínas (compostas por carnes magras, peixes, ovos, frango, entre outros) devem ser consumidas em 1,2 gramas, representando 15% do teor calórico do indivíduo.

Uma dieta para golfistas requer legumes

Finalmente, os lipídios ou gorduras insaturadas (concentradas em alimentos como o abacate, azeite de oliva, azeitonas e frutos secos), não devem ultrapassar 25% do fornecimento diário.

Glicose

O açúcar natural é ideal para aumentar a concentração durante o jogo. Encontra-se contido em alimentos como o cereal, as bananas, as frutas, o chocolate e os frutos secos. A glicose é favorável na hora de focar os movimentos e acertar os buracos.

Além disso, é necessário evitar o consumo de frituras, alimentos com alto teor de fibras, alimentos pesados, álcool e cafeína. Qual é o motivo? Tais alimentos podem dificultar a digestão, deixar lento o processo ou causar incômodos gastrointestinais.

Não deixe de ler: Os benefícios de praticar um esporte

Cardápio recomendado para o treinamento de golfe

No clube Roda Golfe, baseando-se na experiência de seus membros, recomenda-se a seguinte alimentação para os golfistas:

  • Comer peixe 4 vezes por semana
  • As carnes ou legumes somente 3 vezes
  • 5 porções de frutas e verduras diárias

Adicionalmente, apresentam um cardápio potencial para um dia de treinamento:

  • O café da manhã prévio ao exercício deve ser leve, mas cheio dos nutrientes necessários para ativar o corpo. Por exemplo, uma torrada com 90 gramas de presunto.
  • Para a refeição principal deve-se preparar um prato mais completo que proporcione o teor calórico necessário para preencher o organismo de energia. A proposta é uma batata cozida com peito de frango, acompanhada de uma salada temperada com azeite de oliva.
  • Finalmente, para lanchar, recomenda-se o consumo de frutas, frutos secos e um pouco de chocolate ao leite em uma dieta para golfistas.
  • Baranauskas, M., Stukas, R., Tubelis, L., Žagminas, K., Šurkiene, G., Švedas, E., … Abaravičius, J. A. (2015). Nutritional habits among high-performance endurance athletes. Medicina (Lithuania). https://doi.org/10.1016/j.medici.2015.11.004
  • Heaney, S., O’Connor, H., Michael, S., Gifford, J., & Naughton, G. (2011). Nutrition knowledge in athletes: A systematic review. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism. https://doi.org/10.1123/ijsnem.21.3.248