Dieta para colite ulcerativa: o que você deve comer

30 de setembro de 2019
Os pacientes com colite ulcerativa podem levar uma dieta balanceada com uma adequada combinação de ingredientes para reduzir a inflamação do intestino e as crises de dor.

A dieta para colite ulcerativa é um modelo de alimentação que visa reduzir os sintomas desta doença inflamatória intestinal. Sua aplicação pode ajudar a controlar os ataques para que não afetem a qualidade de vida do paciente.

De fato, em muitos casos é a melhor opção para aliviar a irritação intestinal, pois reduz a necessidade de utilizar medicamentos. Além disso, favorece o processo de regeneração dos tecidos afetados pelas úlceras, o que minimiza os episódios de dor.

Essa condição aflige você? Embora a dieta possa variar em cada um, de acordo com a idade, peso e estado de saúde atual, em geral existem algumas recomendações para se alimentar melhor caso você sofra com essa condição. Descubra em detalhes quais alimentos ingerir e quais evitar.

O que é colite ulcerativa?

Homem com dor por colite ulcerativa

A colite ulcerativa é uma doença inflamatória do intestino, que se caracteriza pela irritação do revestimento mais profundo do intestino grosso e reto. É acompanhada por uma ou várias úlceras no trato digestivo, que podem desencadear outras complicações.

Geralmente, os sintomas não ocorrem de forma repentina, mas aparecem gradualmente ao longo do tempo. Embora possam ser controlados com medicamentos, também é necessário modificar a dieta para evitar um desconforto grave.

Leia também este artigo: Alimentação saudável e atividade física são a chave para perder peso

Sintomas da colite ulcerativa

Certamente, as manifestações clínicas da colite ulcerativa podem variar em cada pessoa, dependendo da gravidade da inflamação, e da região afetada. Na maioria dos casos ocorrem de forma leve ou moderada, mas alguns desenvolvem-se em um nível crônico e recorrente.

Os sintomas incluem:

  • Diarreia, que geralmente tem sangue ou pus
  • Cólicas abdominais severas
  • Dor no reto
  • Sangramento retal
  • Necessidade urgente de defecar
  • Perda de peso notória
  • Sensação de fraqueza ou fadiga
  • Febre moderada
  • Problemas de crescimento (no caso de crianças)

Dieta para colite ulcerativa: alimentos permitidos e proibidos

A necessidade de melhorar a dieta para a colite ulcerativa se deve aos efeitos que a nutrição tem no controle da doença. Em primeiro lugar, ajuda a prevenir deficiências nutricionais, já que às vezes há problemas devido à desidratação e má absorção.

Por outro lado, apoia o controle dos níveis de inflamação, pois propõe limitar a ingestão de alguns alimentos que são irritantes. No entanto, longe de ser um regime restritivo ou hipocalórico, é um programa de alimentação balanceada e saudável.

Alimentos permitidos

Sem dúvida alguma, os alimentos permitidos em uma dieta para colite ulcerativa contêm todos os nutrientes que o organismo requer. Enquanto alguns devem ser ingeridos de forma moderada, geralmente fornecem carboidratos, gorduras saudáveis, proteínas, vitaminas e minerais.

Frutas

Salada de fruta para colite ulcerativa

O consumo de frutas é muito benéfico para pacientes com colite ulcerativa. Devido à sua ligeira contribuição de fibra dietética, água e antioxidantes, são ideais para estimular uma boa digestão. Elas também combatem a irritação e regulam o pH do estômago.

  • As frutas que são mais bem toleradas incluem maçãs, peras, mangas e bananas. Outra boa opção é o abacate, que contém gorduras saudáveis, vitamina E, e ácido fólico.
  • As que podem ser mal assimilados são os figos, os damascos e as cerejas.

Vegetais

A maioria dos vegetais pode ser consumida com segurança para quem sofre dessa condição. No entanto, os mais recomendados são aqueles que servem como calmante digestivo como: abóbora, batata, cenoura ou abobrinha, entre outros.

Os vegetais de cor laranja e verde intenso são bastante recomendáveis, já que suas contribuições de betacarotenos contribuem para o reparo da mucosa intestinal. Também é bom comer repolho, pois tem propriedades curativas e antiácidas que reduzem as úlceras.

Cereais

Arroz branco

O cereal que é melhor tolerado em caso de colite ulcerativa é o arroz branco. É um alimento energético que contém nutrientes que reparam o revestimento intestinal. Outras alternativas são as massas integrais, o pão e os flocos de milho.

Os cereais integrais, incluindo a aveia, podem fazer mal, especialmente em uma crise. Portanto, devem ser evitados ao máximo, assim como os legumes e a quinoa.

Gorduras saudáveis

Os ácidos graxos ômega 3 e outros tipos de gorduras saudáveis ​​são essenciais na dieta para a colite ulcerativa. Sua absorção ajuda a regeneração dos tecidos afetados pelas úlceras, produzindo um efeito calmante. As melhores opções são:

  • Óleo de coco
  • Frutos secos e sementes
  • Azeite extravirgem
  • Óleo de gérmen de trigo
  • Manteiga de amendoim

Peixes e carnes

Para não quebrar o conceito de dieta balanceada é essencial conhecer os pescados e carnes recomendadas. A melhor proteína é a do peixe branco; no entanto, também é seguro comer carne de peito de frango, peru e coelho.

Probióticos

Alimentos probióticos são aqueles que contêm bactérias saudáveis ​​que regulam a microbiota intestinal. Seu consumo ajuda a neutralizar o excesso de acidez, e diminui a resposta autoimune relacionada com a colite ulcerativa.

A opção mais popular é o iogurte natural, mas também podem ser obtidos através do kefir, chucrute, Missô ou chá de kombuchá, entre outros.

Alimentos proibidos na dieta de colite ulcerativa

Alimentos proibidos na dieta ulcerativa

Embora evitar certos alimentos não impeça o desenvolvimento de colite ulcerativa, é útil para reduzir seus sintomas. Assim então, alguns alimentos contêm substâncias que pioram o nível de inflamação no intestino. Opções como:

  • Legumes (lentilhas, feijão, vagens, etc…)
  • Grãos integrais
  • Frituras e lanches de pacote
  • Carnes ricas em gorduras saturadas
  • Carnes embutidas
  • Alimentos picantes ou muito condimentados
  • Laticínios integrais
  • Comida rápida e enlatada
  • Óleos vegetais hidrogenados

Descubra: Chá de gengibre e camomila para tratar a síndrome do intestino irritável

Exemplo de cardápio em uma dieta para colite ulcerativa

Mulher tomando sopa

Felizmente, há muitas formas de variar os menus em uma dieta para a colite ulcerativa. Porém, o mais importante é seguir as recomendações acima e, claro, levar em conta as considerações do médico. Logo abaixo compartilhamos um exemplo simples:

  • Café da manhã: um copo de suco de maçã; um ovo mexido e uma fatia de pão branco.
  • Meio da manhã: batido vegetal verde ou banana picada com sementes de chia.
  • Almoço: tigela de sopa de legumes ou canja de galinha; meia placa de arroz branco, e uma porção de peixe assado.
  • Lanches: iogurte natural com probióticos, e um punhado de frutos secos.
  • Jantar: salada mista com atum, e uma porção de arroz branco.

Nota: Lembre-se de consumir muita água entre as refeições. O ideal é beber cerca de 8 copos por dia.

Em resumo

Em conclusão, uma dieta para a colite ulcerativa propõe a inclusão de todos os grupos de nutrientes, limitando apenas os alimentos que podem ser prejudiciais. É um tipo de alimentação balanceada e segura, que pode aliviar a dor e a inflamação.