Dieta das cores, descubra suas contribuições

13 de janeiro de 2019
Você sabia que a dieta das cores pode oferecer muitos benefícios ao seu organismo? Hoje te apresentamos quais são.

Hoje trazemos informações sobre a dieta das cores, que se tornou muito popular, além de ser muito lúdica.

É uma dieta a base de produtos vegetais, que se caracteriza pela divisão dos alimentos segundo as cores que têm de maneira natural.

Neste artigo vamos te apresentar todos os detalhes desta dieta, que além de saudável pode ser mais divertida do que outras alternativas. Confira.

Uma maneira simples de obter nutrientes

Em termos práticos, o que a dieta das cores faz é nos ajudar a escolher e combinar alimentos de uma maneira simples, o que evita que tenhamos que pensar na classificação nutricional padrão.

Assim, pode ser que para muitas pessoas escolher os alimentos de acordo com os grupos nutricionais não seja tão simples. Já aconteceu com muitos de nós que diante de qualquer produto comecemos a pensar a que grupo alimentar pertencerá.

De fato, muitos problemas nutricionais têm a ver com o fato de que não combinamos bem os alimentos já que não sabemos classificá-los. Por exemplo, pode acontecer que em um mesmo prato combinemos dois tipos de proteínas ou dois carboidratos, quando deveríamos optar por outro elemento.

Com a dieta das cores é muito mais simples combinar os produtos, já que a combinação se faz em função da cor e não do grupo nutricional.

Porém, este plano é feito para que ao combinar as cores consigamos ingerir alimentos dos diferentes micronutrientes que precisamos.

Veja também: As melhores dietas para emagrecer sem sofrer

Comer com os olhos

É um fato que os seres humanos são capazes de compreender melhor a informação quando ela é apresentada de forma visual. Por isso, é mais fácil que entendamos se nos falam de “alimentos verdes” ao invés de “verduras e legumes”.

Primeiramente, porque ao falarmos de verduras e legumes nos perguntaremos o que são as verduras, o que são os legumes e qual é a diferença; em segundo lugar, vamos nos deparar com o fato de que nem todas as verduras e legumes são verdes.

Com a dieta das cores, a informação nutricional nos será dada pela própria cor do alimento; por isso, será mais simples escolher os que precisamos, além do fato de que os combinaremos de um modo mais eficiente.

Benefícios da dieta das cores

A dieta das cores não se baseia simplesmente em agrupar alimentos em uma cor por razões arbitrárias. A cor dos alimentos está relacionada com os nutrientes que contêm; ou seja, a sabedoria da natureza permite que a cor de cada alimento seja um indício dos nutrientes que eles contêm.

Portanto, ao consumir os produtos dos cinco grupos de cores se obterá uma grande variedade de nutrientes, como vitaminas, minerais e antioxidantes. Estes são necessários para que o corpo funcione de forma ótima.

Assim, o mais destacado desta dieta é que pode nos ajudar tanto a ter uma alimentação balanceada e saudável, quando a perder peso se requerermos.

Como toda alimentação saudável, a dieta das cores contribui para diminuir o risco de sofrer de doenças cardiovasculares, câncer e diabetes.

As cinco cores

A dieta das cores se baseia em cinco grupos:

  • Vermelho
  • Amarelo
  • Verde
  • Azul ou roxo
  • Branco

1. Vermelho

Os alimentos desta cor oferecem betacarotenos, que são depurativos e ajudam a manter a saúde da pele. Assim, dentre os alimentos vermelhos encontramos:

  • Tomate
  • Maçã
  • Rabanete
  • Melancia
  • Cereja
  • Morango
  • Pimentões vermelhos

2. Amarelo

Os produtos alimentares que adquirem tonalidades que vão do amarelo até o alaranjado oferecem propriedades relacionadas com o fortalecimento dos ossos e dos dentes; ainda assim, contam com nutrientes que favorecem a boa saúde visual e nos ajudam a ter uma pele exuberante. Assim, os principais alimentos deste grupo são:

  • Limão
  • Abacaxi
  • Pêssego
  • Abóbora
  • Laranja
  • Cenoura
  • Manga
  • Banana
Alimentos amarelos para a dieta das cores

3. Verde

Os alimentos verdes contêm altos níveis de fibra; por isso, melhoram a circulação do sangue e evitam os problemas relacionados com o colesterol, que leva ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Assim, os alimentos verdes mais comuns são:

  • Alface
  • Espinafre
  • Brócolis
  • Ervilhas
  • Quiuí
  • Aspargos
  • Salsa

Pode te interessar: Qual deve ser a duração de uma dieta para perder peso?

4. Azul ou roxo

Os produtos de tons azulados ou roxos têm um alto teor de antioxidantes, os quais protegem nossas células diante dos radicais livres; além disso, estes alimentos permitem que nossa corrente sanguínea flua melhor, com isso evitam problemas de hipertensão arterial. Assim, alguns dos produtos de tonalidade roxa ou azul são:

  • Berinjela
  • Beterraba
  • Cebola roxa
  • Amora
  • Uva
  • Ameixa
  • Mirtilos
  • Maracujá roxo
  • Figo
A uva é um alimento que compõe a dieta das cores

5. Branco

Os alimentos brancos têm a capacidade de fortalecer o sistema imunológico, já que aumentam as defesas. Portanto, seu consumo constante ajuda a prevenir que vírus e bactérias nos afetem. Assim, os produtos deste grupo são:

  • Couve-flor
  • Pera
  • Champignon
  • Alho
  • Cebola

Como vimos, sobram opções para realizar uma dieta das cores bem variada. De fato, pode preparar pratos muito dinâmicos. Porém, é importante que consulte um especialista em nutrição antes de mudar radicalmente sua alimentação.

Vidal, A. M., Dias, D. O., Martins, E. S. M., Oliveira, R. S., Nascimento, R. M. S., & da Silva Correia, M. D. G. (2012).
A ingestão de alimentos funcionais e sua contribuição para a diminuição da incidência de doenças. Caderno de Graduação-Ciências Biológicas e da Saúde-UNIT, 1(1), 43-52.