Diabetes em crianças: como tratá-la

20 de dezembro de 2018
A diabetes em crianças é uma das enfermidades crônicas que mais as afetam. Adotar um estilo de vida saudável e melhorar a alimentação são algumas das chaves para controlá-la. 

A diabetes em crianças é uma doença crônica que é caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue. A mais comum nessa população é a diabetes tipo 1, que ocorre quando o pâncreas deixa de produzir a insulina necessária para o uso de glicose.

No entanto, em menor escala, elas também podem desenvolver diabetes tipo do 2, que acontece há produção de insulina, mas esta não é suficiente, ou o organismo não consegue usá-la de forma adequada. Quais são seus gatilhos? Como se pode combatê-la?

Resolver essas questões é muito importante para todos os pais. De fato, é conveniente saber como esta se manifesta, já que muitos de seus sinais são ignorados. Abaixo compartilhamos os aspectos mais relevantes, e várias dicas para o seu tratamento.

Causas da diabetes em crianças

Até agora não há causa exata para explicar a diabetes em crianças. Porém, como acontece com outras condições crônicas, é o resultado de fatores genéticos, ambientais, ou biológicos. Uma criança tem um risco maior de adquirir diabetes se:

  • Tem antecedentes familiares de diabetes.
  • Leva uma dieta pouco saudável, e rica em açúcares e farinhas.
  • Sofre de excesso de peso ou obesidade.
  • Leva um estilo de vida sedentário.
  • Tem baixos níveis de vitamina D.

Sintomas da diabetes em crianças

Sintomas da diabetes em crianças

As manifestações clínicas da diabetes em crianças são geralmente notórias entre os cinco e sete anos de idade, e durante a puberdadeÉ essencial identificá-las e solicitar exames médicos, pois às vezes são confundidas com outras doenças comuns. Os sintomas são:

  • Sensação de sede constante
  • Alterações nos hábitos de micção (necessidade de urinar com frequência)
  • Perdas de urina durante o descanso (molhar a cama)
  • Fome constante
  • Fraqueza física e cansaço
  • Irritabilidade (em crianças pequenas)
  • Visão turva
  • Constantes infecções por fungos
  • Cãibras musculares
  • Perda de peso inexplicável

Descubra: O segredo do povoado onde as pessoas não sofrem de câncer e nem de diabetes

Como tratar a diabetes em crianças

Quando o médico tem motivos para suspeitar de diabetes em crianças, ele procede a confirmar o diagnóstico através de um exame de sangue e testes orais de tolerância à glicose. Uma vez confirmada a doença, a criança deve fazer check-ups regulares.

O tratamento para diabetes tipo 1 é baseado na aplicação de injeções de insulina, com doses adaptadas à cada paciente. Também deve haver um plano de controle para o nível de glicose no sangue. Se for diabetes tipo 2, a dieta e o exercício podem ajudar a regulá-la.

É muito importante prevenir e tratar o excesso de peso, pois é um fator de risco para a diabetes, e outras complicações. Consequentemente, independentemente do caso é essencial melhorar o estilo de vida. A seguir estão algumas dicas de ajuda.

Amamentação

A amamentação é importante para tratar a diabetes em crianças

A primeira recomendação para prevenir a diabetes em crianças, é alimentá-las com leite materno nos seus primeiros seis meses de vida. Mesmo que o leite de fórmula possa ajudar em certos casos, alguns contêm açúcares desnecessários nesta idade.

Prover as crianças com água

Para controlar e evitar o diabetes é essencial incentivar bons hábitos de consumo de água. Esta bebida hidratante ajuda a desintoxicar o corpo, e evita alterações no metabolismo.

  • A água natural é a melhor opção para substituir as bebidas açucaradas.

Leia este artigo: 8 bebidas à base de plantas para reduzir os níveis de açúcar no organismo

Aumentar as frutas e legumes

A alimentação para combater a diabetes em crianças pode variar em cada caso. No entanto, em geral recomenda-se aumentar a ingestão de frutas e legumes, que representam uma fonte significativa de nutrientes essenciais.

Sua contribuição de fibra dietética, antioxidantes, vitaminas, e minerais ajuda a otimizar o uso da glicose. Também fortalece as funções do sistema imunológico, e diminui o risco de infecções e doenças mais graves.

Dar-lhes grãos integrais

Mesmo que os carboidratos da dieta devam ser moderados, o consumo de grãos integrais é muito benéfico. Devido à ingestão de fibra dietética, estes melhoram a digestão e prolongam a saciedade. Ao mesmo tempo aumentam a energia, e ajudam o metabolismo a funcionar mais rapidamente.

Entre as opções mais saudáveis, encontramos:

  • Aveia
  • Cevada
  • Centeio
  • Arroz integral
  • Trigo mourisco ou trigo sarraceno
  • Milho

Incentivar o esporte

Um dos melhores suportes para o tratamento da diabetes infantil é o exercício físico. Por isso, quando o diagnóstico é positivo, o profissional de saúde sugere estimular na criança qualquer tipo de atividade esportiva. Algumas atividades podem ser:

  • Jogar futebol
  • Praticar natação
  • Caminhar ou correr
  • Pular corda
  • Fazer jogos ao ar livre
  • Ir para aulas de dança

Resumindo

a Diabetes em crianças é um problema atual que está aumentando, especialmente quando os hábitos saudáveis não são ensinados desde os primeiros anos. Seu controle é muito importante, uma vez que a enfermidade pode afetar outros problemas de saúde, que deterioram a qualidade de vida.