Dicas para beijar bem

26 de abril de 2020
Historicamente, sabemos que o beijo surgiu no ano 2.500 a.C. graças ao legado das tribos da Índia. No entanto, será que realmente sabemos beijar bem?

Que nota você daria ao seu beijo? Você acredita que sabe beijar bem? A troca de carinho entre uma pessoa e outra por meio dos lábios é mais do que um simples roçar. Nós utilizamos 34 músculos faciais ao beijar, além de 134 músculos de outras partes do corpo.

Existe uma ciência que se dedica ao estudo do beijo, a filematologia. Esta ciência tem como objetivo analisar as reações que ocorrem ao beijar.

Todos passamos por um momento de nervosismo antes de beijar outra pessoa. Duvidamos se realmente sabemos como beijar bem e nos preocupamos por questões como não controlar o excesso de saliva, morder os lábios do outro ou não saber como usar a língua. Não queremos que o outro tenha uma má experiência.

O que acontece durante um beijo?

Casal se beijando

Durante um beijo, ativamos os sentidos do paladar, tato e olfato. Dessa maneira, ocorre uma reação emocional e química entre os dois participantes.

Além disso, são liberadas substâncias que se encontram na saliva. São três os hormônios encarregados de produzir uma sensação de bem-estar após o beijo: a oxitocina, a dopamina e as endorfinas.

No entanto, o fato de que gostemos de beijar não significa que saibamos beijar bem. É preciso ter uma conexão mental e uma atração física para conseguir uma verdadeira comoção no organismo, muito similar a uma overdose de anfetaminas. Confira estes conselhos para que você possa surpreender o seu parceiro(a) no próximo beijo.

Recomendamos ler também: Curiosidades sobre o beijo

Comunicação física e mental

Busque uma pessoa que realmente o atraia, independentemente da sua beleza, pois os traços físicos são subjetivos. A atração permite manter o desejo e o interesse na pessoa. Se você focar apenas na aparência, vai ficar entediado ao beijá-la.

A chave está em beijar alguém que o atraia mentalmente, ou seja, alguém que aja e pense de uma forma que combina com a sua. Você deve gostar de conversar com essa pessoa, de rir e de discutir diferentes temas. Quando você se apaixona por uma mente, dificilmente vai querer parar de beijá-la, pois haverá um forte vínculo emocional.

O lugar adequado

A maioria das pessoas se sente mais confortável em um lugar privado, no qual tenham a oportunidade de se relacionar de uma maneira íntima. Lembre-se de que beijar é uma arte que exige inspiração.

Dessa forma, há a possibilidade de estabelecer uma forma distinta de comunicação. É possível fortalecer o sentimento entre ambos, pois é uma atividade que exclui os outros. Se não houver olhares ao redor, vai ser mais fácil se deixar levar.

Escolha o momento certo

Casal dando selinho

Não se trata simplesmente de se aproximar, mas da maneira como isso acontece. É muito importante levar em conta o contato visual. Quando os olhares se cruzarem, tente decifrar o seu significado, devolva o olhar e preste atenção na linguagem corporal. 

É claro que, antes do beijo, a sedução deve estar presente. Esse é o momento certo? Se a pessoa fizer isso, ela está pronta: tenta tocá-lo de maneira acidental, sua respiração está acelerada, ela olha diversas vezes para saber se você está prestando atenção, etc.

Por outro lado, observe se a pessoa umedece os seus lábios. Esta é uma reação natural quando alguém se sente nervoso ou inquieto e pode indicar que ela deseja ser beijada ou que quer beijar.

No entanto, tenha cuidado! Pode ser que os seus movimentos corporais estejam dizendo que ela não quer beijá-lo. Se a pessoa mantiver distância quando você se aproximar ou se os seus braços estiverem cruzados, é melhor não invadir o seu espaço pessoal.

Tome o seu tempo

Trata-se de seguir o caminho até encontrar o seu parceiro. Faça isso devagar e suavemente. Antes de chegar aos seus lábios, você pode começar com beijos leves na clavícula, no pescoço, na orelha, e sussurrar palavras em seu ouvido. No entanto, tenha muito cuidado para não molhá-lo excessivamente com a língua.

Uma vez que chegar aos seus lábios, dê pequenos beijos sobre eles. Só então você pode abrir a boca e agir de forma progressiva até aumentar a intensidade. Não se apresse, permita que a sua língua flua, não é preciso introduzi-la até o fundo.

Leia também: Há suspiros que encerram mais amor que qualquer beijo

Preste atenção

Casal apaixonado

Por que beijamos? Esta é uma prática que permite conhecer a outra pessoa a fundo, saber o que a agrada e o que desagrada. Por isso, é preciso analisar os detalhes, estar atento às sensações do outro. Assim, você vai ter certeza de que realmente sabe beijar bem.

Por outro lado, os movimentos externos não devem ser esquecidos. Vale tocar o seu cabelo, acariciar levemente as costas, usar as pontas dos dedos para sentir o seu rosto. Ou seja, uma vez que você conseguir dominar a técnica, a criatividade será a sua melhor aliada para alcançar o prazer.

Benefícios de saber beijar bem

Os beijos têm muitos benefícios para a saúde, talvez mais do que você imagina. Estes são alguns deles:

  • Melhoram a aparência da pele.
  • Ajudam a queimar calorias.
  • Melhoram a saúde cardiovascular.
  • Ajudam a diminuir a dor por causa do seu efeito analgésico.
  • Aliviam a tensão emocional, ajudam a atenuar o estresse e a combater a ansiedade e a depressão.

Beijar faz bem para a sua saúde e para o seu humor. Aproveite!

  • Karim, A K M Rezaul et al. “The right way to kiss: directionality bias in head-turning during kissing.” Scientific reports vol. 7,1 5398. 14 Jul. 2017, doi:10.1038/s41598-017-04942-9
  • Wlodarski, Rafael, and Robin I M Dunbar. “Examining the possible functions of kissing in romantic relationships.” Archives of sexual behavior vol. 42,8 (2013): 1415-23. doi:10.1007/s10508-013-0190-1