5 erros de comunicação comuns entre casais

02 Fevereiro, 2020
A empatia e o desejo de conhecer, respeitar e compreender um ao outro são os ingredientes básicos de uma boa comunicação para o casal.

Muitas coisas, se não forem ditas, podem acabar se tornando um problema sério, mesmo quando a princípio não eram. Por isso, devemos evitar cometer erros de comunicação e optar pelo diálogo e entendimento.

Relacionamentos e erros de comunicação

Uma relação interpessoal não é algo fácil de manter de maneira harmoniosa e saudável. Pelo contrário, requer um grande esforço, contínuo e constante.

Cada membro do casal teve, ao longo da vida, diferentes experiências e vivências. Portanto, cada um pensa, sente e age de uma maneira. Cada qual tem suas próprias necessidades e expectativas que não precisam coincidir com as do outro. Isso é normal.

O problema reside no fato de que, muitas vezes, cometemos graves erros de comunicação. Desse modo, o que conseguimos é, unicamente, não nos entendermos, não nos conhecermos e não nos respeitarmos, deteriorando o relacionamento.

Além disso, muitas vezes, erros de comunicação se tornam um hábito, uma rotina. Assim, nos vemos presos em uma situação difícil de superar. Por todas essas razões, hoje falamos dos cinco erros de comunicação mais comuns do casal, a fim de que você possa evitá-los.

5 erros de comunicação mais frequentes

Primeiro erro de comunicação: acreditar que quanto mais nos comunicarmos, melhor

Casal falando

Quantidade não significa qualidade. De fato, falar muito não implica que exista uma conexão especial. Por exemplo, podemos conversar por horas sobre algo irrelevante ou trivial, que não fortalecerá a comunicação no casal.

Por outro lado, se inicialmente não estabelecemos bons princípios de comunicação, podemos falar por horas a partir de uma fundamentação incorreta, discutindo e não nos comunicando, gerando mais desentendimentos e conflitos.

Para que haja uma boa comunicação, portanto, não é necessário falar muito, mas sempre conversar a partir da empatia e do entendimento. É necessário saber como nos colocar no lugar do outro.

Segundo erro de comunicação: insistir em coisas que não têm solução

Em muitas ocasiões, há algum assunto ou questão no casal que é um limite para um dos dois. Por isso, quem estabeleceu esse limite, não cederá. De fato, se insistirmos demais, nosso parceiro pode acabar acreditando que o que queremos é dominá-lo e mudá-lo, e que não o respeitamos.

Devemos respeitar os limites de nosso parceiro da mesma maneira que devemos estabelecer e fazer cumprir os nossos. Portanto, insistir em falar sobre um assunto que é um limite para o outro só levará a conversas repetitivas e tóxicas, nas quais nada se resolverá e o ambiente se tornará carregado de energia negativa.

Recomendamos que leia: Por que os relacionamentos terminam?

Terceiro erro de comunicação: Adivinhação

Homem refletindo

Esse erro de comunicação ocorre principalmente em casais que estão juntos há muito tempo. De fato, muitas vezes, acreditamos que conhecemos o outro como a nós mesmos. Portanto, consideramos que somos capazes de adivinhar o que ele pensa e como se sente.

No entanto, esse tipo de comunicação pode, unicamente, gerar mal-entendidos. Além disso, como acreditamos que conhecemos o outro muito bem, deixamos passar a oportunidade de estabelecer uma comunicação verdadeira e de nos conhecermos melhor.

Ainda, acreditando que somos capazes de adivinhar os desejos e pensamentos de nosso parceiro, podemos criar o sentimento de que o dominamos e o controlamos.

Quarto erro de comunicação: esperar que seu parceiro leia sua mente

Assim como você não pode presumir o que seu parceiro sente ou pensa, também não pode esperar que ele possa ler sua mente e saber o que você sente ou pensa.

Os membros de um casal são dois seres diferentes, com seus diferentes pontos de vista, experiências, desejos e expectativas. Portanto, é um dos erros de comunicação dos mais graves supor que o outro possa saber o que estamos pensando e como nos sentimos. Não deveria ser assim.

Pelo contrário, devemos nos comunicar de forma efetiva e expressar ao nosso parceiro como e por que nos sentimos de uma determinada maneira. Somente dessa maneira estaremos estabelecendo as bases para uma comunicação saudável.

Quinto erro: desconsiderar o ponto de vista do outro

Não considerar o ponto de vista do outro é um grande erro de comunicação

A empatia é “a capacidade de se identificar com alguém e compartilhar seus sentimentos”, conforme definição em dicionário. Ou seja, trata-se da capacidade de se colocar no lugar do outro, de entender seu ponto de vista (ainda que não o compartilhemos) e, finalmente, de compreender seus sentimentos.

Logicamente, a empatia é uma das virtudes de uma relação saudável. Por um lado, nos permite conhecer o outro mais profundamente. Por outro, nos dá a possibilidade de abrir canais de comunicação mais eficazes, evitando mal-entendidos.

No entanto, muitos casais acabam considerando que não é importante se esforçar para entender um ao outro. É, precisamente, o que explicamos através do erro de adivinhação. Supomos que conhecemos muito bem um ao outro e, portanto, não é necessário nos comunicarmos.

No entanto, dessa forma, perdemos uma oportunidade de ouro de fazer nosso parceiro entender que compreendemos seus sentimentos e que estamos interessados.

Recomendamos que você leia: 5 dicas para saber se seu parceiro aplica uma empatia adequada

Conclusões

Como você pôde observar, a maioria dos erros de comunicação se baseia em fazer suposições sobre o outro. Assim, não respeitamos nosso parceiro como uma pessoa independente, com sua própria personalidade.

Por conseguinte, temos a tendência de não nos comunicarmos quando estamos convencidos de que conhecemos o outro a ponto de saber o que ele pensa ou sente. Não o deixamos expressar seus sentimentos porque, simplesmente, achamos que o conhecemos de antemão.

Pelo contrário, um relacionamento onde existe uma comunicação eficaz e saudável deverá, sempre, se basear na empatia e no desejo de compreender e realmente conhecer o outro.