5 dicas úteis para alugar a sua casa

Alugar a sua casa pode trazer benefícios importantes. Antes de colocá-la no mercado, vamos ver algumas dicas.
5 dicas úteis para alugar a sua casa

Última atualização: 11 Outubro, 2021

Você está pensando na possibilidade de alugar a sua casa para ter uma renda extra? Entendemos que alugar seu imóvel pode parecer uma tarefa complexa, por isso queremos compartilhar com vocês algumas dicas úteis. Afinal, ter uma casa vazia que só acarreta despesas também não é uma boa ideia.

Neste sentido, ao alugar a sua casa você estará obtendo um retorno sobre o seu investimento e dando a outra pessoa a oportunidade de morar em um imóvel alugado. Se você tomar todas as precauções necessárias e obtiver aconselhamento sobre preços, condições e outros aspectos jurídicos, a locação do seu imóvel pode lhe trazer grandes benefícios.

Dicas úteis se você deseja alugar a sua casa

Segundo uma publicação, mais de 80% da população espanhola possui pelo menos uma propriedade. O mesmo relatório indica que, atualmente, a demanda por casas para alugar é maior do que a por propriedades para comprar. Nesse contexto, alugar a sua casa é uma decisão que pode valer a pena.

1. Determine o preço do aluguel

A primeira coisa que você precisa fazer é definir o valor do aluguel do seu imóvel. Para isso, você pode consultar uma imobiliária ou fazer uma pesquisa na área para avaliar o mercado.

Existem muitos portais de aluguel de imóveis online, então essa tarefa será mais simples do que parece. Lembre-se de que os valores variam, e que o aluguel pode sofrer aumentos que você deve considerar.

Contrato de locação de imóvel
A definição do valor do aluguel pode ser feita por avaliação ou por comparação com outros imóveis da mesma área.

2. Escolha um bom inquilino

Se você não tem urgência em alugar a sua casa, reserve um tempo para selecionar cuidadosamente o seu futuro inquilino. O ideal é escolher alguém que cuide da sua casa como se fosse sua, pague em dia e tenha um bom comportamento com os vizinhos.

Quando você achar que a pessoa certa apareceu, verifique sua solvência financeira por meio de um contrato ou folha de pagamento para saber qual é a sua renda. Existem bancos de dados que mantêm um registro dos devedores.

Por mais que você conheça a pessoa que vai alugar a sua casa, é sempre conveniente passar por essas instâncias. Outro cuidado que você pode tomar é consultar as suas referências de inquilino com os antigos proprietários dos imóveis que ocupou.

3. Esteja em conformidade com os regulamentos atuais

Os contratos de locação são regidos pelas leis de locação urbana. Nelas, você pode verificar os termos do contrato, datas de pagamento, e o que fazer em caso de não conformidade. Quanto às condições, o período mínimo costuma ser de 6 meses e o máximo de 3 anos.

Para evitar qualquer tipo de problema, certifique-se de que tudo esteja refletido no contrato.

4. Faça um contrato correto

Neste ponto, queremos destacar a importância de contar com a ajuda de um profissional que se dedica a transações imobiliárias. Ele irá elaborar um documento justo para ambas as partes que se enquadre no que a lei ditar.

Se você for alugar a sua casa mobilada, é imprescindível que faça um inventário de tudo o que há nela e em que estado se encontra. Além disso, você também receberá informações sobre os impostos com os quais cada uma das partes deve arcar.

5. Entregue o imóvel em perfeitas condições

Da mesma forma que você exigirá do inquilino que mantenha a sua casa em boas condições, também deverá entregá-la em perfeitas condições. Ou seja, limpa, recém-pintada, com todos os serviços funcionando corretamente. Remova todos os itens pessoais do imóvel e deixe o mínimo necessário.

Gostaríamos também de acrescentar que é interessante procurar manter um bom relacionamento com a pessoa que vai morar na sua casa ou apartamento. Se você considerar que este é um bom inquilino, poderá ceder diante de alguns pedidos ou melhorar os serviços.

Vantagens e desvantagens de alugar a sua casa

Há muitos benefícios em alugar o seu imóvel. Entre eles, podemos citar uma renda mensal que você receberá e que pode ser utilizada para capitalizar, economizar e reinvestir.

Outro motivo é a segurança. Quando você aluga o seu imóvel, ele não fica mais desocupado nem atrairá a atenção de criminosos. Por fim, com a casa habitada é possível detectar possíveis problemas estruturais com o tempo.

Vale a pena esclarecer que também há algumas desvantagens. Por exemplo, nem mesmo o melhor inquilino do mundo será tão cuidadoso quanto você seria se estivesse morando na sua casa.

Além disso, se o contrato de locação não for bem elaborado, você pode se envolver em problemas de cobrança ou despejo. Deve-se acrescentar que, se você não atualizar regularmente o preço do aluguel, poderá sofrer uma perda em seu valor.

Casa para aluguel
Nenhum inquilino cuida da casa da mesma maneira que o proprietário. Isso é algo a se pensar.

Essas dicas úteis para colocar sua casa para alugar são apenas o começo

Como já mencionamos ao longo deste artigo, no contrato de locação você encontrará a sua maior proteção. Procure garantias extras, acrescente cláusulas sobre danos, crianças e animais domésticos na casa. Resumindo, tudo o que lhe der tranquilidade como proprietário.

Acreditamos que vale a pena alugar a sua casa desde que você tenha todos os cuidados necessários. Essas dicas são a base para você continuar pesquisando e buscando a ajuda de profissionais.

Pode interessar a você...
4 dicas de decoração Feng Shui para alugar um imóvel
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
4 dicas de decoração Feng Shui para alugar um imóvel

A decoração Feng Shui busca harmonia e equilíbrio. Com esses conselhos simples, você vai conseguir alugar o seu móvel com mais facilidade.



  • Ley de arrendamientos urbanos. España.
  • Pareja Eastaway, M., & Sánchez-Martínez, T. (2016). El alquiler privado como vivienda social en España. Ciudad y Territorio. Estudios Territoriales, 2016, num. 189, p. 383-397.
  • García Montalvo, J. (2006). Deconstruyendo la burbuja: expectativas de revalorización y precio de la vivienda en España. Papeles de economía española109, 44-75.
  • Mayordomo Tello, P. (2019). Causas que afectan a la subida de precios de alquiler y alternativa entre comprar o alquilar viviendas en la actualidad.
  • de la Osa Bonilla, J. R. (2016). El desapalancamiento en España. Situación actual y perspectivas del crédito hipotecario y la vivienda. Análisis Financiero, (131), 24-41.
  • García, M. (2020). Alquiler turístico y alquiler de temporada. Diferencias e implicaciones derivadas en España. Revista Internacional de Turismo y Empresa. RITUREM4(1), 135-143.