Descubra o kefir: uma forma natural de reforçar as defesas!

19 de agosto de 2015
O consumo de kefir nos ajuda a melhorar a saúde. Seus princípios ativos, como seus compostos polissacarídeos, funcionam nas infecções como agentes antimicrobianos, anti-inflamatórios e cicatrizantes

Recentemente o kefir se popularizou, especialmente, entre aqueles que buscam na alimentação uma forma mais natural de melhorar a saúde.

O kefir é um maravilhoso probiótico para reforçar o equilíbrio do intestino e para melhorar as digestões. Um de seus aspectos interessantes é que muitas pessoas que possuem intolerância à lactose aceitam bem este alimento.

A razão? A lactose tende a “nos inflamar”, não é bem digerida e causa mal-estar, pois é um açúcar de origem animal.

Durante o processo de fermentação do kefir, a lactose se converte em ácido láctico, ajudando assim na digestão produto. No entanto, você mesmo deverá verificar como se sente.

Convidamos neste artigo a descobrir mais informações sobre este maravilhoso probiótico, e para isso nos basearemos em estudos realizados por vários nutricionistas da revista “Authority Nutrition”. Vamos lá?

1. Mas, o que é o kefir?

benefícios-do-kefir

O kefir é um leite de vaca ou de cabra fermentado. Tem um característico sabor ácido e intenso, pois o açúcar desaparece durante a fermentação. Deste modo, o índice de lactose é reduzido favorecendo assim uma melhor digestão deste elemento.

Tal processo, seguido à risca com as mais rígidas medidas de segurança, faz com que apareçam diversas leveduras e bactérias que terão como função reforçar nosso sistema imune e melhorar nossa flora bacteriana.

Agora, certamente você está se perguntando, mas então ele é um iogurte? Confira a resposta a seguir.

  • O kefir tem sempre um sabor levemente amargo, enquanto o iogurte é mais suave devido a maior quantidade de lactose.
  • Você pode encontra-lo em estado líquido ou em grânulos, enquanto que o iogurte tem sempre uma textura mais cremosa.
  • Durante o processo de fermentação, ele fica exclusivamente com os nutrientes mais importantes do leite, reduzindo notavelmente a presença de lactose.
  • Desse modo, graças aos seus microrganismos, enriquece a flora intestinal em um nível muito mais elevado do que os iogurtes. Ao mesmo tempo também elimina as bactérias patógenas que povoam o intestino e que muitas vezes causam gastroenterites.

Recomendamos também a leitura: Benefícios do chá verde para a saúde dental

O kefir é um dos melhores probióticos que podem ser consumidos

Kefir-e-os-ossos

Na hora de falar de probióticos, o primeiro que pensamos é, sem dúvida, no clássico iogurte branco natural.

No entanto, um dos mais potentes probióticos que existem hoje em dia é o kefir. O Centro de Pesquisa Cooperativa em Biociências da Espanha forneceu os seguintes dados:

Propriedades antibacterianas e antifúngicas

O kefir é muito efetivo no combate a numerosas bactérias, como a Salmonela, a H. pylori, a Shigella e E. Coli, e inclusive fungos como a Cândida Albicans.

Tudo isso porque seus princípios ativos, como seus compostos polissacarídeos, atuam como grandes agentes antimicrobianos, anti-inflamatórios e cicatrizantes em uma variedade de infecções.

Recomendamos também a leitura: Os prós e contras de tomar café diariamente

O poder imunológico do kefir

O kefir funciona como um protetor imunológico da mucosa intestinal, por isso é adequado consumir sua bebida ou seus grânulos, que são muito ricos em mais de 30 cepas de bactérias e leveduras benéficas para nossa saúde geral e, principalmente digestiva.

Os nutricionistas indicam que este alimento natural derivado do leite fermentado contém um tipo de probiótico único chamado kefiri Lactobacillus que é, sem dúvida, um dos mais poderosos para combater bactérias nocivas.

O kefir melhora nossa saúde óssea e diminui o risco de sofrer de osteoporose

Como você já sabe, a osteoporose é muito comum entre as mulheres, uma doença crônica que causa dor e que aumenta o risco de fraturas.

Um modo eficaz de fortalecer o tecido ósseo é, certamente, aumentar nossa dose de cálcio, e como tende a ocorrer comumente, existem muitas pessoas que não toleram muito bem a lactose presente no leite de vaca.

Uma opção a ser levada em conta é que o kefir, não apenas contem uma quantidade muito elevada de cálcio, como também é muito rico em vitamina K2, um tipo de nutriente básico para favorecer o metabolismo do cálcio.

Portanto, basta incluir o kefir em sua dieta de modo frequente para conferir como se sente. Se você consegue digeri-lo bem e não causa nenhum incômodo, pode consumi-lo de modo regular no café da manhã.

Como posso consumir o kefir?

Kefir

Onde posso comprar o kefir?

  • Nos supermercados, na área de lácteos ou produtos dietéticos.
  • Em lojas de produtos naturais.
  • Pode encontrá-lo na forma líquida ou em grânulos.

Como posso consumi-lo?

  • Caso você compre os grânulos, pode consumir 100 g por dia, ideal se for combinado com mel.
  • É ótimo consumir o kefir no café da manhã, combinado com frutas como o mamão, cereais ou aveia.
  • Se você o comprar em forma liquida, pode consumir um copo pequeno (100 ml) depois do almoço. Ajudará a fazer melhor a digestão e, se você o tomar regularmente, reforçará a flora bacteriana e o sistema imune.

Em conclusão mesmo que o kefir apresente um conteúdo muito baixo de lactose, graças ao seu processo de fermentação, não deixa de ser um “lácteo”, por isso somente você saberá se o tolera.

  • RODRIGUES, Kamila Leite et al. Antimicrobial and healing activity of kefir and kefiran extract. International journal of antimicrobial agents, v. 25, n. 5, p. 404-408, 2005.
  • DINIZ, R. O. et al. Atividade antiinflamatória de quefir, um probiótico da medicina popular. Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 13, p. 19-21, 2003.
  • CZAMANSKI, Raquel Teresinha. Avaliação da atividade antibacteriana de filtrados de quefir artesanal. 2003.