Dicas para cuidar da saúde das articulações

07 Agosto, 2020
As doenças inflamatórias que afetam a saúde das articulações são muito frequentes. A prevalência dessas doenças aumenta com a idade, mas existem fatores de risco que podemos controlar.

Para cuidar da saúde das articulações, você precisa saber que o sistema que permite a movimentação, o sistema locomotor, é muito complexo. É constituído por ossos, articulações e músculos, bem como tendões e ligamentos. A função do sistema locomotor é fornecer movimento ao corpo humano, e isso é alcançado graças às articulações.

Quando o cérebro dá um comando de contração aos músculos, voluntariamente ou não, eles puxam os ossos. Dessa maneira, o mecanismo e a função articular se iniciam, causando o movimento.

Muitas doenças inflamatórias que afetam a saúde das articulações são diagnosticadas diariamente. A prevalência dessas doenças aumenta com a idade, sendo a osteoartrite e a osteoporose os distúrbios mais frequentes.

Sintomas e diagnóstico de doenças articulares

O principal sintoma das doenças que afetam a saúde das articulações é a dor nas articulações, que às vezes é acompanhada por inflamação e deformidadeEm alguns casos, há limitação do movimento das articulações afetadas, rigidez e perda de capacidade funcional.

O diagnóstico é feito pelo especialista com base no exame clínico e, se necessário, pode ser concluído com exames de sangue, urina, radiografias e ultrassonografia das articulações. Existem doenças articulares que, com diagnóstico e tratamento adequados, podem ser completamente controladas. No entanto, existem distúrbios, como a osteoartrite, que são crônicos e difíceis de controlar.

Fatores de risco que predispõem a prejudicar a saúde das articulações

Existem fatores que predispõem a sofrer essas doenças e sobre os quais é possível agir. No entanto, existem outros sobre os quais não temos influência.

Do ponto de vista genético, as mulheres de meia idade são mais suscetíveis a desenvolver estas doenças do que os homens. No entanto, não está claro se o relacionamento é apenas genético ou se há também um componente hormonal.

A obesidade é um dos fatores que podem ser modificados. O excesso de peso é a causa da dor nas articulações em alguns casos, e em outros é uma consequência. Por um lado, a obesidade causa estresse nas articulações, mas também é uma consequência porque o movimento fica mais difícil devido à dor.

O tipo de trabalho desempenhado no dia a dia também pode ser uma causa, devido ao uso excessivo de algumas articulações. Esportes competitivos também estão relacionados a diferentes condições, dependendo da disciplina praticada.

Saúde das articulações
Vários fatores de risco interferem na saúde das articulações, incluindo genética, peso corporal e o tipo de trabalho realizado no dia a dia.

Leia também: Como aliviar a dor óssea na gravidez

Como você pode cuidar da saúde das articulações?

A prevenção dessas doenças envolve seguir hábitos de vida saudáveis, evitando os fatores de risco que são modificáveis. A seguir, algumas dicas:

1. Dieta

Manter uma dieta saudável é essencial. Uma dieta com quantidades adequadas de cálcio, juntamente com a prática de exercícios leves, pode ajudar a prevenir a osteoporose e a melhorar o movimento.

2. Exercício

Como já adiantamos, além da dieta, é importante evitar levar uma vida sedentária e, portanto, praticar exercícios. Isso ajudará a aliviar a dor, melhorar a mobilidade articular, fortalecer os músculos, estimular a formação de novos ossos e melhorar o sono.

3. Hábitos posturais

Você deve evitar maus hábitos posturais, incluindo os seguintes:

  • Permanecer em pé por um longo período de tempo: bipedestação prolongada.
  • Ficar muito tempo sentado ou deitado.
  • Não se sentar com as costas retas e apoiadas em um encosto.
  • Poltronas e colchões que afundam.
  • Não carregar pesos sem distribuí-los de maneira equilibrada.
  • Dobrar a coluna quando for pegar objetos do chão.
  • Atividades que causam sobrecarga, como longas caminhadas em terrenos irregulares.

4. Calçados adequados

É aconselhável usar um calçado confortável e, portanto, que não esteja apertado, e sempre com palmilhas. Não use saltos; sapatos de salto alto promovem alterações articulares degenerativas no pé e nos joelhos. No entanto, calçados totalmente planos também não são recomendados.

Articulações da perna
A manutenção da boa saúde das articulações envolve uma dieta rica em cálcio, exercícios e o uso de calçados adequados, entre outros cuidados.

Como aliviar problemas nas articulações?

Às vezes, para reduzir a dor e diminuir a inflamação que já se instalou em uma articulação, você precisará de medicamentos, como analgésicos e anti-inflamatórios.

Inclusive, em alguns casos mais graves, de acordo com os critérios médicos, as infiltrações com corticosteroides podem ser úteis.

Além disso, aplicações de compressas frias também são usadas nas fases de inflamação aguda. As compressas quentes, por outro lado, são nossas aliadas quando há rigidez muscular. Essas técnicas não invasivas aliviam a dor e promovem a mobilidade.

Talvez você possa se interessar: Remédios naturais para o alívio das dores nas articulações

Cuidar da saúde das articulações é fundamental

Como vimos, as doenças relacionadas à saúde das articulações são comuns. Atualmente, a expectativa de vida é mais longa e nossos hábitos favorecem o sobrepeso e a obesidade. O prejuízo disso para a saúde é evidente.

Portanto, é importante adotar hábitos saudáveis, como exercícios, dieta balanceada, uso de calçados adequados e correção da postura. Podemos modificar esses fatores de risco para melhorar nossa qualidade de vida e prolongar a vida das nossas articulações

  • SINAVE, & Secretaria de Salud. (2016). Artritis reumatoide su impacto social y económico. Boletín Epidemiológico.

  • Caudill, A. (2007). Articulaciones, ay que DOLOR! THE AMERICAN QUARTER HORSE RACING JOURNAL ANDREA CAUDILL.

  • Jaime, J., Arabia, M., & Henry, W. (2014). Artrosis y actividad física Arthrosis and physical activity Arthrose et activité physique. Revista Cubana de Ortopedia y Traumatología.