Cravos e espinhas: hábitos para evitar seu surgimento

29 de outubro de 2019
Os cravos e as espinhas farão você se sentir inseguro e podem prejudicar sua autoestima. Felizmente, mudar hábitos pode impedir seu surgimento e melhorar a saúde da pele.

Ter uma pele linda, macia, hidratada, livre de manchas e espinhas é o sonho de muitas mulheres. No entanto, existem hábitos no seu estilo de vida que contribuem para o aparecimento de impurezas que afetam a saúde da pele. Neste artigo, daremos algumas dicas para evitar as espinhas.

A acne é uma doença de pele que gera o surgimento de espinhas e de cravos. Às vezes, pode se estender do rosto ao pescoço ou às costas. Além de espinhas, podem aparecer também cravos e manchas vermelhas inflamadas no rosto.

Embora a acne seja mais comum em adolescentes, ela pode aparecer em qualquer idade. Até os bebês podem sofrer desta condição, uma vez que esta doença tende a ser hereditária.

Entre as suas diversas consequências, a acne pode afetar seriamente a autoestima daqueles que sofrem com ela. De fato, dependendo do grau da condição, é possível que cause isolamento, timidez e incapacidade de interagir efetivamente com os outros por medo de ser julgado pela aparência.

Por que a acne aparece?

O que fazer para evitar as espinhas e os cravos

A acne aparece quando os poros da pele ficam obstruídos. Isso pode ocorrer se houver excesso de oleosidade, se bactérias se acumularem ou se houver alguma irregularidade hormonal. Também pode ser causada pela tendência à acumulação de células e tecidos mortos.

Puberdade, menstruação e gravidez influenciam o surgimento desse problema. O consumo de pílulas anticoncepcionais e o estresse são outras razões que podem afetar. Certos alimentos gordurosos ou muito doces são também capazes de causar acne.

O uso excessivo de cosméticos ou produtos oleosos na pele também pode desencadear a acne. O mesmo ocorre com o consumo de alguns medicamentos, sudorese intensa, umidade e exposição ao sol. Aprenda aqui 5 hábitos para evitar as espinhas e os cravos.

Descubra: Esfoliante de coco e farinha de amêndoas: uma solução contra a acne

Mantenha sua pele livre de impurezas para evitar as espinhas

Limpar a pele é a primeira recomendação para reduzir a acne. O ideal é lavá-la com água morna pelo menos duas vezes ao dia e após a transpiração, porque esta é um dos fatores que pioram a doença.

Quando falamos de impurezas, também nos referimos à maquiagem. Se a pele não for bem limpa, aumentam as chances de entupimento dos poros. Dessa forma, a oleosidade começa a se acumular favorecendo assim, a formação de cravos e espinhas.

Consuma mais vitaminas e menos gordura e açúcar

O consumo de açúcar aumenta o nível de glicose no sangue. Por outro lado, certos alimentos contêm produtos químicos que afetam o equilíbrio hormonal. Ambas as variáveis ​​podem influenciar o surgimento do problema.

Se você quiser cuidar da saúde de sua pele, é importante incluir alimentos ricos em vitamina A, C e antioxidantes em sua dieta. Coma mais frutas, verduras, legumes, ômega 3, frutos secos, sementes e muita água.

Você sabia?: Dieta para controlar a acne: que alimentos devo evitar?

Evite a tentação de espremer as espinhas

Não se deve espremer as espinhas

Sabemos que é muito chato ter bolinhas cheias de pus no rosto ou nas costas. No entanto, se você tentar remover as espinhas com os dedos ou as unhas, causará grandes danos à sua pele.

Se você esfregar ou espremer as espinhas ou os cravos, sua pele levará mais tempo para cicatrizar, o que aumentará significativamente o risco de cicatrizes na pele. Sem dúvida, isso piorará a situação.

Proteja-se do sol para evitar as espinhas

Se você gosta de tomar sol sem nenhuma proteção, deve parar. O bronzeamento, embora às vezes possa parecer muito atraente, afeta a sua pele. Aliás, tenha especial cuidado se estiver aplicando tratamento para acne, pois alguns medicamentos tornam sua pele mais sensível à luz ultravioleta.

Antes de sair de casa, use sempre protetor solar. Evite expor sua pele ao sol por um longo tempo, especialmente em momentos com maior incidência de radiação UV. E sim, antes que você pergunte: esqueça as câmaras de bronzeamento artificial! Isso evitará não só o risco de espinhas e cravos, como também o de câncer de pele.

Consulte o seu médico

Se seu caso de acne for grave, você deve pedir ajuda profissional. Mesmo se você tiver pânico de ir ao médico e tiver preguiça de comprar os remédios, saiba que são os mais adequados para ajudar a melhorar a saúde da sua pele.

O médico é a pessoa certa para prescrever um medicamento de acordo com suas necessidades e seu tipo de pele. Além disso, na consulta, você poderá saber se o aparecimento dessas espinhas é devido a algum fator hormonal, hereditário ou bacteriano.

Se você está sofrendo com espinhas e cravos, não se desespere! Existem remédios naturais para combater a acne e muitos hábitos que você pode mudar para atacar o problema a tempo.