As 9 consequências de não usar óculos de sol

É fundamental escolher óculos de sol adequados e usá-los durante todo o ano. Desta forma, você evitará os problemas que mencionaremos a seguir.
As 9 consequências de não usar óculos de sol

Última atualização: 15 Maio, 2021

Neste artigo, explicaremos as consequências para a saúde de não usar óculos de sol. É que, às vezes, não percebemos que o sol está entre as nuvens, ou então acreditamos que durante o inverno não é preciso usar óculos escuros.

No entanto, os efeitos dos raios ultravioleta ainda estão aí, mesmo que você não os veja. Na verdade, devido às mudanças climáticas, eles podem ser ainda mais prejudiciais aos seus olhos.

Quem deve usar óculos escuros e quando?

consequências de não usar óculos de sol
Qualquer pessoa pode se beneficiar com o seu uso

Os óculos de sol não são apenas um acessório que podemos usar para combinar com o nosso guarda-roupa, mas um elemento ideal em qualquer época do ano para proteger os olhos dos raios ultravioleta.

De fato, está provado que não usar óculos de sol pode causar sérias consequências para a saúde.

Por que usar óculos de sol no inverno?

Acredita-se que, como o sol não está radiante no céu, você não precisa de proteção. No entanto, isso não é verdade.

É um mito dizer que “no inverno você não precisa usar óculos escuros”. É que, por mais que o astro-rei esteja escondido nas nuvens, você tem que se cuidar. Podemos até dizer, que devemos nos cuidar mais do que se estivéssemos no verão.

Se neva na sua cidade ou se você for esquiar, os pesquisadores da Universidade de Lausanne (Suíça) explicam que é necessário usar óculos de sol especiais que não cubram apenas os olhos; mas também parte do rosto.

A neve é ​​uma superfície clara que reflete os raios do sol. Assim, eles têm impacto direto na face; portanto, é possível que você se queime e prejudique a sua visão.

Recomendamos que você leia: Remédios naturais contra olhos secos

As crianças devem usar óculos de sol?

Claro que sim! Assim como os raios ultravioleta não reconhecem se estamos no verão ou no inverno, eles também não sabem se estão diante de um adulto ou uma criança. Então, é necessário que as crianças comecem a ter o hábito de sair com os seus óculos.

A boa notícia é que as diversas marcas de óculos de todo o mundo lançam coleções para crianças todos os anos com cores divertidas, personagens de seus filmes favoritos, séries e, acima de tudo, tamanho e conforto de acordo com as suas necessidades.

Tipos de raios ultravioleta

Para entender um pouco mais por que o sol faz mal aos olhos, os médicos de família alertam sobre três tipos de radiação solar:

  • Radiação ultravioleta (UV): são os mais prejudiciais e estão presentes o tempo todo, mesmo que esteja nublado. Eles são responsáveis ​​por alterações na córnea, envelhecimento precoce do olho e danos à conjuntiva.
  • Radiação infravermelha: são aquelas que dão a sensação de calor e têm a capacidade de queimar. O olho absorve esses raios e pode ocorrer uma queimadura da córnea.
  • Radiação visível: é a luz natural que recebemos; mas sem a proteção adequada também pode danificar o olho, especialmente a retina.

Consequências diretas dos raios UV

Como a radiação ultravioleta pode ser prejudicial à visão, a longo prazo ela é capaz de causar catarata ou danos permanentes à córnea. A seguir, explicaremos em detalhes outras consequências da superexposição aos raios ultravioleta coletadas por um estudo publicado em 2016 pela Revista Medisur.

Dor de cabeça e fadiga ocular

O brilho do sol irrita os nossos olhos e pode elevar a temperatura corporal.  Além disso, uma exposição prolongada ao sol nos causa dor de cabeça que pode levar a enxaquecas.

Secura dos olhos

consequências de não usar óculos de sol
Esses sintomas podem diminuir a eficácia do trabalho.

Os olhos precisam de água para cumprir as suas funções, focar bem. No entanto, os raios UV diminuem a produção de lágrima, ressecando assim os olhos.

Desta forma, embora esta condição possa parecer secundária, a verdade é que ela tem sérios inconvenientes, como coceira, irritação ou visão turva. Além disso, a exposição prolongada ao computador ou outros dispositivos eletrônicos é capaz de produzir o mesmo efeito.

Fotossensibilidade

Esta condição implica não enxergar bem em locais muito claros ou iluminados, principalmente de forma natural.

Em alguns casos, um medicamento ou tratamento pode ter esse efeito colateral. No entanto, não usar óculos de sol agravaria o problema.

Degeneração macular

É uma doença que ocorre no centro da retina. Nesse distúrbio, a visão central e aguda é gradualmente destruída. Assim, as pessoas que sofrem com isso podem ter problemas para ler ou perceber pequenos detalhes.

É uma condição que geralmente acontece com a idade. No entanto, os raios ultravioleta são capazes de antecipar a sua chegada devido ao ressecamento que causam nos olhos.

Conjuntivite

A exposição prolongada aos raios ultravioleta é capaz de causar o que é conhecido como “conjuntivite actínica”. É uma inflamação caracterizada por inchaço e vermelhidão dos olhos. Mas também ocorre em pessoas expostas a esse tipo de luz (mesmo que não seja solar), como os soldadores.

Se não for tratada a tempo, pode causar problemas na córnea, tornando-se assim conhecida como “ceratoconjuntivite”.

Queimaduras

O sol pode queimar nossas pálpebras, a parte do corpo responsável, precisamente, por cuidar dos olhos dessa agressão.

O que acontece com óculos de sol de “má qualidade”?

Como alerta o Colégio Oficial de Oculistas-Optometristas da Andaluzia, a aquisição de óculos não homologados pode ter consequências negativas para a saúde ocular. Em vez de proteger a visão, eles têm o efeito oposto. Em outras palavras, eles o danificam ainda mais.

Os casos de pacientes com queratite (inflamação da córnea), conjuntivite (inflamação da conjuntiva), catarata precoce, secura dos olhos e tonturas, muitas vezes se devem ao fato de que estão usando óculos que não foram comprados em uma ótica. É necessário receber conselhos dos especialistas.

Como os danos são progressivos, ou seja, eles não aparecem de um dia para o outro, não percebemos que algo ruim está sendo produzido e, às vezes, é tarde demais quando a pessoa chega na consulta médica.

Além disso, os óculos de má qualidade basicamente “enganam” o olho, um órgão tão frágil quanto valioso. ​​Eles apenas filtram os raios visíveis do sol, não a radiação ultravioleta. Portanto, a pupila se dilata mais para deixar a luz entrar.

Dessa forma, permitem a passagem de raios ultravioleta e infravermelho, aumentando assim o risco de lesões. Além disso, a radiação é armazenada na lente; ela não é eliminada. Por isso o efeito se acumula.

Leve-os sempre que sair

Agora que você já sabe dos problemas que o não uso de óculos escuros pode trazer, experimente usá-los. Seja no verão ou no inverno, é importante estar protegido dos raios solares.

Além disso, lembre-se de que eles devem ser aprovados por um especialista. Se você notar algum dos sintomas mencionados aqui, recomendamos que vá ao oftalmologista imediatamente. Ele prescreverá o tratamento mais adequado para cuidar dos seus olhos.

Pode interessar a você...
4 dicas imprescindíveis para cuidar dos óculos
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
4 dicas imprescindíveis para cuidar dos óculos

Você usa óculos? Se a resposta é sim, não deixe de ler esse artigo. Aqui apresentamos algumas dicas imperdíveis para você cuidar os óculos. Você va...