12 dicas de como ser altruísta

Ajudar sem esperar nada em troca é ser altruísta. O que você considera uma pequena ação pode significar muito para outra pessoa. Continue lendo para conhecer algumas dicas de como ser altruísta.
12 dicas de como ser altruísta

Última atualização: 13 Julho, 2021

É possível colocar as necessidades dos outros antes das nossas? Embora isso pareça complicado, ser altruísta envolve se dispor a ajudar os outros sem esperar nada em troca. Isso não apenas lhe trará satisfação, mas também o tornará uma pessoa mais gentil.

Ao pesquisar sobre o termo “altruísmo”, uma das definições que podemos encontrar é: “atitude que visa o bem-estar do próximo, não tendo em consideração interesses particulares”. A partir daí, vale a pena se perguntar quantas vezes você age sem pensar apenas no que você quer, no que lhe convém ou no que faz você se sentir bem.

Por que é importante desenvolver este pensamento?

Ser altruísta permite compreender melhor o mundo a partir da perspectiva de outras pessoas. Não é fácil desenvolver o hábito de ajudar sem primeiro pensar em si mesmo, mas é muito recompensador.

De acordo com o livro de Allan Luks e Peggy Payne, The Healing Power of Doing Good: The Health and Spiritual Benefits of Helping Others, o altruísmo ajuda a diminuir o estresse e a aumentar o equilíbrio emocional.

Além disso, a satisfação não é momentânea, já que surge toda vez que você se lembra do ato de solidariedade. Isso aumenta sua autoestima e sua confiança, e promove habilidades de socialização. Como se não bastasse, você contribui para o seu entorno.

Dicas de como ser altruísta

Sempre que você puder, pare alguns minutos para refletir sobre como ajudar sem alimentar seu ego. Você acha isso difícil? As dicas a seguir podem tornar esta tarefa mais fácil.

1. Seja empático

Ser altruísta vai além de focar em seus próprios pensamentos, emoções e desejos. Envolve deixar de lado o egocentrismo e ouvir e compreender os outros. Isso permitirá saber como ajudá-los.

Casal oferecendo apoio um ao outro

2. Escute mais e fale menos

Uma forma de mostrar interesse por uma pessoa é ouvi-la, especialmente se ela quiser compartilhar uma conquista ou desabafar sobre seus problemas.

Pergunte-lhe como foi seu dia e lhe dê a oportunidade de se expressar e aliviar suas angústias. Você verá como, no decorrer da conversa, ela também desejará ouvi-lo.

3. Não critique

Em vez de destacar os pontos negativos de uma pessoa, enfatize o que ela tem de bom. Há muitas maneiras de dizer a mesma coisa, e se a opinião não for construtiva, é melhor guardá-la.

4. Ame a si mesmo

É impossível amar os outros sem amar a si mesmo. O verdadeiro altruísmo começa quando você ama a si mesmo e, a partir daí, ama os outros. Uma forma de fazer isso é ser grato por quem você é.

5. Nem sempre é bom divulgar

Não é ruim ser generoso; o desagradável é exaltar-se ou esperar algo em troca pela sua gentileza. Sempre que você fizer algum trabalho altruísta ou ajudar alguém em necessidade, deixe os fatos falarem por si mesmos. Isso torna suas ações mais especiais.

6. Dê o que você gostaria para si mesmo

Comece oferecendo um doce para alguém da sua família, por exemplo. Pequenos gestos abrem caminho para ações maiores. Você não é obrigado a agradar aos outros, mas após fazê-lo, você verá como é satisfatório.

7. Cultive a paciência

Pessoas altruístas ​​tendem a ser pacientes, uma qualidade desejável para evitar a frustração e a raiva. Se você estiver em uma fila, não se desespere para avançar; sua vez chegará.

Não adianta se irritar com aqueles que estão à sua frente; lembre-se de que o mesmo poderia acontecer com você. Em vez disso, tente puxar conversa com alguém; é mais divertido para todos.

8. Diga menos “não”

É mais satisfatório dizer “sim”. Portanto, em uma situação que não envolva riscos ou perigos, e que possa trazer felicidade e alegria, seja positivo. Todos nós temos algo a dar ou podemos ajudar de alguma maneira. Então, se for de grande importância para quem precisa, por que não o fazer?

9. Deixe fluir

Estar no controle do que acontece não é tão importante quanto você pensa. Você ganha mais quando você deixa fluir e se permite se surpreender pelo que o caminho para a meta reserva para você. Eventualmente, você verá como é gratificante ajudar outras pessoas.

10. Reflita sobre o seu comportamento

Reflita sobre seus hábitos, pensamentos e ações. Reveja a maneira como você trata a si mesmo e as outras pessoas e analise se você poderia dar ou amar mais.

Não faça isso encarando como uma punição, mas sim como algo para você melhorar como pessoa. Alguns psicólogos recomendam a meditação da bondade amorosa para trabalhar o emocional.

11. Busque um modelo de altruísmo

Imite o exemplo de uma figura que você admira e considera altruísta. Procure entender como ela ajuda outras pessoas e como suas ações as impactam. Existem muitos bons exemplos a seguir por aí.

12. Perdoe de coração

Não guarde rancor. Procurar entender o que aconteceu a partir de outra perspectiva ajuda a ser compassivo. Não é fácil desculpar alguém que nos magoou, mas é um grande passo em direção ao altruísmo e à convivência pacífica.

O valor de ser altruísta

Você pode se interessar: Como ensinar seu filho a ajudar os outros

O valor de ser altruísta

Finalmente, ser altruísta é tratar os outros como você gostaria de ser tratado, sem prejudicá-los para benefício próprio. O valor disso é evidenciado no seu crescimento pessoal e no bem-estar dos outros.

Não espere um momento específico para agir; seja generoso diariamente. Por exemplo, ofereça seu assento para uma mulher idosa ou grávida, doe as roupas que você não usa mais, segure a porta do elevador aberta para alguém entrar, cumprimente as pessoas ao entrar em algum lugar e deseje-lhes um bom dia.

Estes gestos cotidianos, quando você faz de coração e sem esperar reconhecimento, alimentam sua mente, seu espírito e suas emoções.

Pode interessar a você...
Comunicação emocional: como se conectar e se expressar melhor
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Comunicação emocional: como se conectar e se expressar melhor

A comunicação emocional não é apenas algo que torna os relacionamentos mais fáceis, é também uma ferramenta utilizada na publicidade.