Como saber se meu filho tem intolerância à lactose?

· 13 de setembro de 2018
A intolerância à lactose é uma afecção muito comum hoje em dia. Uma vez diagnosticado, o paciente deve mudar seus hábitos alimentares para ter uma melhor qualidade de vida.

A criança intolerante à lactose é aquela cujo corpo não produz a enzima lactase. Essa enzima nos permite processar e assimilar corretamente a lactose contida nos alimentos que ingerimos. A lactose, também conhecida como “açúcar do leite”, está presente no leite produzido por mamíferos fêmeas.

A lactose ajuda na correta absorção de cálcio e promove a mineralização dos ossos. Alimentos derivados de produtos lácteos contêm lactose, entre os quais se destacam o leite, o iogurte, o sorvete, manteiga e queijos.

O que é a intolerância à lactose?

É uma condição que ocorre após a ingestão da lactose devido à falta de secreção de lactase. O organismo não absorve a lactose eficientemente. Por isso o açúcar atinge o cólon e é fermentado por bactérias que ali residem, causando gases, dores abdominais, vômitos, constipação e, em outros casos, diarreia.

Mesmo quando esse distúrbio não causa danos ao trato gastrintestinal, a criança com intolerância à lactose pode apresentar os desconfortos acima mencionados, e se sentir muito mal.

Leia também: Delicioso pão de aveia, banana e nozes sem glúten e sem lactose

O que é a intolerância à lactose?

Como saber se meu filho é intolerante à lactose?

A presença recorrente dos sintomas mencionados acima pode indicar que esta condição está presente, embora existam outras condições clínicas com sintomas semelhantes à intolerância à lactose. Com base nisso é importante conversar com seu pediatra para que você possa realizar os seguintes exames que confirmam o diagnóstico:

Exame de tolerância à lactose

Este exame se baseia na medição da glicose presente no sangue após ter ingerido a lactose. Se os níveis de glicose não forem alterados ou aumentados, fica claro que a lactose não está sendo absorvida adequadamente.

Exame respiratório

Para realizar este exame é necessário que o paciente tenha ingerido alimentos com alto teor de lactose. O médico mede o aumento de hidrogênio que normalmente eliminamos através dos pulmões, em pequenas quantidades e em intervalos regulares. Se as quantidades expiradas excederem os níveis normais, o exame será determinado como positivo.

A criança deve comer alimentos permitidos na intolerância à lactose

Exames de fezes

Procura identificar a acidez nas fezes quando as crianças são muito pequenas, e torna-se difícil a aplicação dos exames anteriores. A lactose não digerida é fermentada e produz ácido lático, um dos ácidos que podem ser detectados nas fezes da criança.

Como ajudar seu filho se ele é intolerante à lactose?

Se seu filho foi diagnosticado com intolerância à lactose, você deve evitar fornecer alimentos que o contenham. Projete a dieta levando em consideração as seguintes recomendações:

  • O iogurte deve ser de fácil digestão, pois contém bactérias saudáveis ​​que produzem a enzima lactase.
  • Alimentos como tofu, verduras de folhas verdes, leite sem lactose ou de soja, e sucos enriquecidos com cálcio são uma boa escolha.
  • O pediatra pode indicar um suplemento adequado, se notar que seu filho não está ingerindo a quantidade de cálcio suficiente.
  • Alimentos ricos em cálcio que não contêm lactose podem ser uma ótima opção para seus filhos. Alguns exemplos são: espinafre, salmão, laranja e os pães fortificados.

Como tratar a intolerância à lactose em crianças?

Devido a que esta afecção depende dos hábitos de alimentação, o único tratamento eficaz é a prevenção. Uma dieta equilibrada que evite as deficiências de cálcio e de outros nutrientes que o leite fornece, como a vitamina D, serão de grande ajuda para manter a saúde do seu filho.

Pai que não que dar leite ao seu filho com intolerância à lactose

Você estaria interessado em ler: Pudim de banana e chia sem lactose para estimular sua digestão

É prudente determinar o grau de intolerância à lactose que o seu filho apresenta e tomar as precauções que se enquadrem ao caso. Muitos alimentos não derivados do leite contêm lactose em sua composição, como as sobremesas, os molhos, as sopas e doces.

Atualmente existem medicamentos para repor a lactase em pacientes com essa deficiência. Estes podem ser adquiridos em forma de cápsulas, pó ou xarope. Sua ingestão antes das refeições ajuda a melhorar a digestão dos produtos lácteos, mas sempre devem ser indicados pelo médico.