Como lidar com a queda de cabelo durante a amamentação

A amamentação não é a causa de seus problemas, mas um período que todas as mulheres passam após a gravidez. Aqui, indicamos o verdadeiro culpado da queda de cabelo e te damos os truques para enfrentá-la.
Como lidar com a queda de cabelo durante a amamentação

Última atualização: 27 novembro, 2021

As mulheres podem sofrer perda de cabelo durante a amamentação. Mas a causa não é especificamente a amamentação, mas um processo que coincide com a amamentação. O puerpério ou pós-parto é o verdadeiro culpado pela grande queda de cabelo que algumas mulheres experimentam.

O normal é que entre 50 e 100 fios de cabelo se percam diariamente, mas nos primeiros 3 meses após o nascimento do bebê a quantidade de cabelo que cai é muito maior. Esse fenômeno é um mito que se atribui à amamentação.

Causas da queda de cabelo durante a amamentação

É natural que o cabelo caia. Na verdade, faz parte do ciclo natural do corpo. O crescimento do cabelo dura entre 2 e 3 anos e é assíncrono, o que significa que nem todos os cabelos crescem iguais ou caem ao mesmo tempo.

Durante o ciclo, 90% dos cabelos estão crescendo e entre 10% e 15% estão em fase de repouso. Esse cabelo em repouso cai e aí o novo começa a crescer.

Portanto, é normal que o cabelo caia. No entanto, durante a gravidez e o pós-parto ocorre uma alteração no ciclo normal. Os hormônios que o corpo secreta durante a gravidez produzem crescimento acelerado do cabelo, fazendo com que ele caia menos.

No pós-parto, o que vai acontecer é que você vai perder o cabelo que não caiu durante a gravidez. Esse fenômeno, conhecido na medicina como eflúvio telógeno, é normal e reversível.

Truques para minimizar a perda de cabelo durante a amamentação

Embora você não possa impedir a queda de cabelo durante a amamentação porque é um processo normal, você pode minimizá-la seguindo alguns truques naturais para cuidar do seu cabelo nesse período de tempo.

1. Consuma vitamina B

A vitamina B6 é um ótimo aliado para o cabelo. Na verdade, de acordo com Palafox Virgil, a administração oral de vitamina B6 demonstrou melhorar a condição de queda de cabelo. No entanto, é o especialista quem deve prescrever esses tipos de suplementos.

Lembre-se de que a vitamina B é um grupo que inclui a vitamina B1 (conhecida como tiamina ), B2 (riboflavina), vitamina B3 (niacina), B5 conhecida como ácido pantotênico, B6 (piridoxina) e B7 ou biotina. B9 é ácido fólico e B12 é cobalamina.

A B6, B7 e B12 são as mais reconhecidas para o cuidado do cabelo. Porém, todas cumprem funções fundamentais no organismo, como a obtenção de energia dos alimentos.

Suplementos de vitaminas B para o cabelo.
Suplementos de vitamina B podem ser prescritos para retardar a queda de cabelo, mas precisam ser avaliados por um profissional.

2. Coma melhor

Para reduzir a queda de cabelo, também é importante que você preste atenção especial à sua dieta. Seguindo a linha anterior e sem tomar nenhum tipo de suplemento ou pílula, você pode aumentar seu consumo de vitamina B incluindo-a em sua dieta.

Existe um grande número de alimentos que a incluem. O principal é o peixe. Entre as mais recomendadas estão as sardinhas, com 8,9 microgramas de vitamina B12.

Os grãos (lentilha, feijão e feijão-verde) contêm entre 482 e 444 microgramas de vitamina B9 ou ácido fólico, dos quais 400 microgramas diários são recomendados em condições normais.

O fígado também contem grandes quantidades de vitaminas B. Em 100 gramas de fígado existem 80 microgramas de vitamina B12, por exemplo.

3. Massageie o couro cabeludo

Isso deve ser feito corretamente. Para fazer isso, você deve saber que tipo de cabelo você tem; se está seco ou oleoso. Com a massagem, você pode estimular as glândulas sebáceas, responsáveis por manter a pele lubrificada.

Se você tem cabelos oleosos, ou seja, com produção excessiva de sebo, você  deve massagear com a palma da mão para não estimular as glândulas. Se você tem cabelo seco, massageie com a ponta dos dedos. Faça isso em círculos e suavemente por 2 ou 3 minutos.

Massagens no couro cabeludo para evitar a queda de cabelo na lactação.
Massagear o couro cabeludo é uma técnica simples que você pode aplicar durante a amamentação para diminuir a queda de cabelo.

4. E os tratamentos de beleza?

Nesse período, recomenda-se o uso de produtos macios e amigáveis aos cabelos, com pH neutro. Se você quer tingir o cabelo, o ideal é conversar com um especialista sobre o assunto.

Lembre-se que o couro cabeludo passa por uma fase delicada e as tintas, xampus e condicionadores contêm produtos químicos que podem impactar na saúde do cabelo.

A perda de cabelo durante a amamentação é temporária

De qualquer forma, esta deve ser uma fase passageira e normal para todas as mulheres no pós-parto. Porém, se você achar que já passou muito tempo e a perda é excessiva, recomendamos que você visito o dermatologista para avaliar a situação.

Pode interessar a você...
Situações em que não se deve amamentar
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Situações em que não se deve amamentar

Existem situações em que não se deve amamentar? Infelizmente sim. Junte-se a nós para saber quais são e como agir diante delas.