Como evitar o mau cheiro da região íntima com 5 remédios caseiros

26 de dezembro de 2019
Para manter o equilíbrio da flora vaginal, é necessário manter bons hábitos de vida, como uma hidratação adequada, dieta balanceada e bons cuidados com a higiene.

Saiba como evitar o mau cheiro da região íntima, um sintoma incômodo que pode causar estresse social, insegurança e problemas na vida sexual. Ele é descrito como um cheiro de umidade ou de “peixe”, que pode ser acompanhado de coceira, vermelhidão e corrimento vaginal intenso.

Sua principal causa é o crescimento excessivo de leveduras e bactérias na área, que causam várias infecções que alteram o pH natural.

Apesar de não ser considerado um problema grave e ocorrer esporadicamente, o melhor é realizar um tratamento para neutralizá-lo o mais rapidamente possível.

A seguir, queremos rever algumas das suas principais causas e 5 remédios caseiros efetivos que aceleram sua recuperação. Confira!

Quais são as causas do mau cheiro na área íntima?

Região íntima feminina

O mau cheiro na área íntima é um sinal claro de desequilíbrios na flora vaginal. Esta cultura de bactérias saudáveis é responsável por criar uma barreira protetora contra vários agentes patogênicos que causam infecções.

Essas alterações alteram a composição dos fluidos vaginais e, como resultado, surge este forte odor.

Isso, por sua vez, pode ser causado pelo crescimento excessivo de vírus, bactérias ou leveduras que podem invadir a área.

Outros fatores relacionados incluem:

  • Duchas vaginais com frequência
  • Higiene íntima ruim
  • Uso de produtos químicos em relações sexuais
  • Consumo regular de certos alimentos
  • Mudanças hormonais
  • Usar roupas muito apertadas ou úmidas
  • Doenças sexualmente transmissíveis
  • Câncer de colo do útero
  • Uso excessivo de medicamentos antibióticos
  • Incontinência urinária

Remédios caseiros para evitar o mau cheiro da região íntima

Às vezes é necessário recorrer ao tratamento médico para controlar infecções vaginais que produzem um mau cheiro.

No entanto, na maioria das vezes, podemos eliminá-lo praticando bons hábitos de vida, como ter uma hidratação adequada. 

Aqui estão algumas bebidas naturais que podem ajudar você a ficar bem hidratado.

1. Feno-grego

Feno-grego

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de sementes de feno-grego (15 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

Preparação

  • Esmague as sementes de feno-grego e adicione-as em uma xícara de água fervente.
  • Deixe a bebida descansar por 10 minutos e coe com uma peneira.
  • Beba com moderação.

2. Bebida de aveia

Bebidas vegetais de aveia, soja, amêndoas e produtos relacionados, preparadas em casa, podem ser muito benéficas para ajudar a manter uma boa hidratação. Elas têm um sabor suave e agradável que nos ajuda a querer beber bastante líquido por dia e, além disso, nos permite criar o hábito de beber bebidas naturais, em vez de industriais.

3. Folhas de goiaba

Folhas de goiaba

Na esfera popular, dizem que a infusão de folhas de goiaba possui propriedades medicinais que podem ser úteis no equilíbrio da flora vaginal.

Ingredientes

  • 10 folhas de goiaba
  • 3 xícaras de água (750 ml)

Preparação

  • Adicione as folhas de goiaba em uma panela com três xícaras de água.
  • Ferva a bebida e, quando entrar em ebulição, diminua o calor e deixe por mais 5 minutos.
  • Após este tempo, deixe esfriar à temperatura ambiente até ficar morno.
  • Consuma com moderação.

4. Infusão de folhas de coentro

Folhas de coentro

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de folhas de coentro (15 g)
  • 2 xícaras de água (500 ml)

Preparação

  • Despeje as folhas de coentro em duas xícaras de água fervente.
  • Cubra a bebida, deixe-a descansar por 20 minutos e coe.
  • Beba com moderação.

Nota final

Se o mau cheiro da área íntima persistir e se intensificar, é melhor consultar um ginecologista o mais rápido possível e, após o diagnóstico, seguir as instruções dadas por ele.

Juntamente com o tratamento prescrito pelo médico, é aconselhável manter bons cuidados:

  • Sempre se limpe da frente para trás.
  • Atenda à vontade de urinar.
  • Sempre urine depois de fazer sexo.
  • Use roupas íntimas de algodão limpas, de preferência.
  • Evite duchas e produtos perfumados.
  • Lave a vulva com água várias vezes ao dia e, sobretudo, após a atividade física.