Como estimular o ânus? Dicas para conseguir fazer isso

Estimular o ânus é o primeiro passo para que as pessoas comecem a perder o medo de certas práticas sexuais e deixem de vê-las como algo imoral para senti-las como um ato de plena felicidade, sem dor.
Como estimular o ânus? Dicas para conseguir fazer isso

Última atualização: 12 Janeiro, 2022

A inclusão de certas partes do corpo na intimidade como a (estimulação do ânus) ainda ocupa os primeiros lugares nos tabus sexuais. Mesmo assim há quem se atreva a ultrapassar as barreiras do pensamento, da timidez e outras questões, e se lance na aventura de gozar de certos prazeres.

Estimular o ânus é uma forma de desfrutar da paixão a dois. Uma forma de nos conhecermos melhor, nos divertirmos e vivermos o sexo fora da rotina. Isso é o que afirmam muitas pessoas. Você já experimentou essa prática? Sabe como fazê-la corretamente? Descubra a seguir.

Dicas para estimular o ânus

O medo e as questões morais são maus parceiros no sexo. Por isso é importante tentar deixá-los para trás e se atrever a explorar (sempre com a concordância prévia de ambas partes) para desfrutar mais do que a rotina pode proporcionar.

Estar bem informado, buscar opções para praticar sexo saudável e proporcionar um toque diferente ao seu parceiro pode trazer bons resultados.

O ânus é uma área cheia de terminações nervosas que, além de muito sensíveis ao toque, podem despertar sensações tanto no homem quanto na mulher.

De fato, sabe-se que ele é capaz de deixar os homens bastante excitados. Mesmo assim, as mulheres muitas vezes relutam em incluí-lo no ato sexual porque não estão acostumadas a dar prazer dessa forma. No entanto, realizar certas fantasias do casal e conhecer uma nova posição pode ser uma experiência agradável, capaz de aproximar os dois e acender (ainda mais) a chama da paixão.

Não pode faltar lubrificação

Lubrificante.

Para fazer sexo anal ou simplesmente estimular essa região com os dedos, o ideal é fazer isso com lubrificantes específicos para esse fim. Isso é necessário porque a lubrificação natural da região é muito menor que a da vagina, por exemplo.

Carícias suaves devem ser feitas na área, sem pressa ou movimentos bruscos. É preciso lembrar que este é um músculo que não tem o hábito de receber, mas sim de expelir. Portanto é importante ter cuidado para obter ótimos resultados sem provocar dor.

Estar relaxado é essencial

É essencial que ambos estejam relaxados durante o sexo anal para desfrutá-lo sem interrupções. A confiança no parceiro é o que permite que o desejo flua e faz com que os dois se rendam aos poucos. O aconselhável é fazer isso com calma, aproveitar o tempo necessário para as preliminares antes de começar a penetração.

Beijos e carícias em diferentes zonas erógenas do corpo devem estar presentes ao estimular o ânus para alcançar uma maior excitação. Se as pessoas não estiverem totalmente convencidas ou ansiosas será mais complicado.

Esse é um processo mais lento do que a relação sexual convencional, mas com resultados muito satisfatórios.

Evite ser tão direto

Ir diretamente para o ânus não é a maneira certa de criar um clima adequado. O ideal é começar a relação da forma clássica e, conforme a temperatura subir, acrescentar as práticas de estimulação do ânus.

Além disso, durante esse processo não abandone o clitóris, para que a concentração não seja desviada e apareça o medo.

Beijos íntimos e higiene

Dar beijos molhados na pélvis, vagina, ânus e virilha promove a lubrificação natural. A dilatação e o desejo sexual aumentam tanto que o parceiro pedirá que você o penetre.

É conveniente ter em conta as medidas de higiene para que todos disfrutem de um momento agradável. Outra ideia poder ser inclusive tomar banho e ensaboar um ao outro para exacerbar a sensualidade. Com diferentes objetos (como esponjas e sabonetes) podem ser feitas preliminares nessa área que também aumentam o prazer.

Mais lubrificante

Quando ambos sentirem que estão prontos para iniciar a relação sexual, é conveniente passar novamente o lubrificante no ânus e também no pênis.

É recomendável penetrar com baixa intensidade no início para que o ânus se adapte e não contraia. Durante os primeiros movimentos, beije o pescoço, dê pequenas mordidas nas costas e aumente gradativamente a pressão.

O atrito se torna mais suave e profundo à medida em que os minutos passam. O ritmo pode ser administrado de acordo com o que o casal deseje no momento. É importante dizer ao parceiro se algo não está indo bem, e não ter vergonha de expressar caso sinta prazer.

Posição de cachorrinho para praticar sexo anal.

Como estimular o ânus antes da penetração?

A estimulação do ânus pode ser feita com os dedos ou com a língua. Para começar, o ideal é que sejam feitos movimentos circulares e suaves na superfície, sem recorrer ainda à penetração. Depois de alguns minutos, quando for perceptível uma diminuição na resistência oferecida pelo músculo, será o momento de iniciar a penetração.

A lubrificação é fundamental neste ponto da estimulação, pois se ela não for suficiente o processo será doloroso. Primeiramente um dedo deve ser inserido, deslizando-o pela parte superior do ânus e exercendo uma leve pressão. É importante não introduzi-lo diretamente para evitar provocar dor.

Assim que o primeiro dedo estiver dentro, continue fazendo movimentos circulares para relaxar ainda mais a área. Caso se trate de um homem, pode-se tentar tocar a próstata, que fica na direção do pênis e tem a textura da ponta do nariz. À medida em que o relaxamento aumenta nos músculos, mais dedos e até mesmo o pênis podem ser introduzidos.

Uma prática para sair da monotonia

É possível alternar entre diferentes posições para fazer sexo anal e descobrir qual é a mais confortável para ambos. Além disso é muito erótico trocar entre um tipo de sexo e outro durante o ato sexual.

Para os mais ousados existem brinquedos sexuais específicos para estimular o ânus que podem ser usados em conjunto. Há quem complemente um trio sexual com o uso desses elementos. Quando o parceiro penetrar na vagina, o ânus também será estimulado pelos brinquedos, e vice-versa.

Em suma, uma boa comunicação é fundamental para que o casal saiba o que deseja, o que é necessário e o que espera do outro, para que os dois possam encontrar a melhor maneira de desfrutar do sexo juntos.

Pode interessar a você...
O sexo anal dói?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
O sexo anal dói?

Algumas mulheres adoram, outras não querem nem ouvir falar sobre o assunto. Afinal, o sexo anal dói? Pode ser prazeroso? Descubra!