Como cuidar do corpo após o parto

· 1 de setembro de 2018
A recuperação pós-parto é um processo lento. Depois de dar a luz, o corpo da mulher sofre mais mudanças para voltar ao normal. Podemos ajudar na recuperação, mas com paciência.

Recuperar-se depois do parto leva seu tempo. Muitas mulheres ficam preocupadas com seu corpo, se ganharam muito peso durante a gravidez, outras pensam nos cuidados que os pontos da uma episiotomia ou da cesárea requerem, a verdade é que ficam magoadas ao ver que seu corpo mudou.

A gravidez é um processo intenso de transformação que não termina com a chegada do bebê ao mundo. Ainda faltam muitos dias, meses, para que a recuperação após o parto seja total.

Como se cuidar após o parto?

As mudanças pós-natais que o corpo da mulher vive são físicas, hormonais e emocionais. No entanto, é possível conseguir o corpo que você tinha antes de engravidar, sempre que seguir as nossas dicas. Não desanime!

A melhor dieta para perder peso

O puerpério não é época para fazer dieta. A recuperação depende da alimentação. Mas, boa parte do peso que a mulher ganhou na gravidez se perde naturalmente porque são líquidos retidos.

A amamentação materna pode ser uma aliada para perder os quilos extras que se somaram durante a gravidez. A alimentação deve ser de qualidade, saudável e balanceada, porque os nutrientes ingeridos são passados para o bebê. Para as mães que alimentam com mamadeira, tampouco têm desculpas para que não se alimentarem bem.

É frequente que o apetite da mulher que amamenta seja muito maior do que durante a gravidez. O benefício da lactação materna é que ajuda a perder peso com facilidade. Você se surpreenderá!

Muita atenção com as cicatrizes

Cuide do processo de cicatrização dos procedimentos como a episiotomia ou cesárea. A primeira costuma ser feita no momento do parto para facilitar a expulsão do bebê. Deixa umas sequelas físicas difíceis de lidar após o parto.

Os pontos realizados para fechar a incisão entre a vagina e o ânus exigem muita precisão para manter a zona do períneo limpa, seca e livre de germes que possam contaminar a ferida.

A cesariana deve ser tratada do mesmo jeito, com extremo cuidado. As incisões devem ser lavadas com um sabonete neutro e secar muito bem com uma toalha limpa dando leves toques. Depois de uma cesariana, a mulher deve evitar levantar peso (com a exceção de seu bebê), varrer ou limpar o chão, dirigir ou fazer abdominais.

Recomendamos ler também: Como atenuar as cicatrizes da pele?

Fazer exercícios ajuda a cuidar do corpo após o parto

Tenha paciência com seu abdômen

Depois do parto, seu abdômen ficará flácido. Os músculos abdominais se enfraquecem depois de 9 meses de esticamento ao máximo. Levará um tempo para que tudo volte ao seu lugar.

O início da atividade física para fortalecer a musculatura deve ser indicada pelo ginecologista ou obstetra. Se você fez exercício ao longo da gravidez, teve um parto normal e não sofrer nenhuma dor, certamente poderá retomar uma rotina leve de exercícios poucos dias após o parto.

Se você teve uma cesárea, a incisão demorará várias semanas para cicatrizar. Mesmo que tenha seguido uma boa rotina de exercícios durante a gravidez, deverá esperar. No entanto, ainda que a flacidez seja um pouco antiestético, o único exercício aconselhado são as caminhadas a passo lento, que além disso ajudam a prevenir os coágulos sanguíneos.

Assim que tiver a autorização para começar, se for à academia, tente escolher opções dedicadas para mulheres em pós-parto. A rotina deve ser de baixo impacto, com exercícios de tonificação e alongamento.

Aceite a ajuda que te ofereçam e descanse

Nos últimos dias da gravidez, fica cada vez mais difícil conciliar o sono. Depois do parto, o bebê recém-nascido tem um padrão de sono instável que te impedirão você de ter um sono reparador.

Você tem um cansaço acumulado que te enfraquece para cumprir com as exigências próprias do cuidado de um recém-nascido. É momento de deixar as tarefas para o parceiro, sua mãe, uma irmã, uma amiga e até sua sogra. Seja quem for que se ofereça para se ocupar de sua casa enquanto você cuida do bebê, aceite o apoio agradecida.

Pode te interessar: As mulheres precisam de um ano para se recuperar do pós-parto

Enquanto o bebê dorme de dia, aproveite e descanse. Estamos de acordo que não é igualmente reparador dormir de dia do que noite, mas se seu bebê dormir, durma com ele. Esses minutos que dedicar a fechar os olhos e relaxar são pequenos passos na recuperação da normalidade depois de dar à luz.

O cansaço impede de cuidar do corpo após o parto

Chore e aceite que está em pleno puerpério

A recuperação física incide positivamente no emocional. No entanto, temos que reconhecer que o pós-parto é um vai-e-vem de emoções. As mulheres depois do parto podem passar de eufóricas e felizes a exaustas e tristes.

Certamente, os dias finais da gravidez, o parto e as primeiras semanas de vida do bebê são exigentes do ponto de vista físico, e isso repercute em como nos sentimos. É comum sentir momentos de constrangimento ou até mesmo desespero. O cansaço ajuda a aumentar essa instabilidade.

Chorar pode te ajudar a descarregar a pressão sentida, faça-o todas as vezes que achar necessário. Com o passar dos dias deve ir melhorando. Mas, se sentir que piora, poderá estar sofrendo com uma depressão pós-partoDeverá consultar com o ginecologista ou obstetra. Em casos severos, poderá precisar de ajuda psicológica ou terapia com psicotrópicos.