Como aliviar a dor nas pernas na gravidez?

· 22 de dezembro de 2018
O exercício físico ajuda a fortalecer os músculos e reativar a circulação para reduzir a dor nas pernas na gravidez. Descubra outros hábitos saudáveis contra esse sintoma.

A prática de alguns exercícios e hábitos saudáveis pode ajudar a aliviar a dor nas pernas na gravidez. Este sintoma, que tende a piorar no último trimestre, costuma ser produto da retenção de líquidos e das dificuldades circulatórias próprias dessa etapa.

Descreve-se como uma sensação de tensão na parte inferior do corpo, com frequência acompanhada de câimbras ou formigamento.

Também produz inflamação, sensação de pesado e outros incômodos que podem afetar a capacidade de movimento.

Ainda que os sintomas reduzam com um pouco de repouso, no geral é mais aconselhado fazer alongamentos e atividades físicas de baixo impacto.

Por que a dor nas pernas na gravidez aparece?

O corpo sofre muitas mudanças ao longo da gestação; contudo, uma das partes que mais são afetadas são as pernas. Devido as mudanças de peso que vão ocorrendo conforme avançam os meses, a pressão sobre essa área aumenta.

Ademais, o crescimento do bebê vai comprimindo alguns dos vasos sanguíneos que se dirigem para as pernas, o que detona a tensão. De fato, isso pode causar deformações ou inflamação nas veias, provocando as odiadas varizes.

Outra causa relacionada com esta condição é a retenção de líquidos. Esta última interfere no fluxo do sangue e produz um inchaço notório nas extremidades.

Além disso, aumenta a recorrência de câimbras e dificulta o relaxamento muscular.

Leia este artigo: Por que o aborto espontâneo pode ocorrer?

Conselhos para aliviar a dor nas pernas na gravidez

Ainda que a intensidade da dor nas pernas na gravidez possa variar em cada mulher, existem alguns conselhos gerais que ajudam a minimizá-la.

O ideal é praticá-los desde o início da gravidez, inclusive quando não há sinais de dor ou cansaço. Tome nota!

1. Fazer exercício físico

Evitar dor nas pernas na gravidez

O exercício físico tem muitos benefícios para as mulheres no estado de gestação. Ainda que deva se adaptar a sua condição, sua prática diária reduz a dor nas pernas e melhora o estado físico.

Ainda mais, ajuda a regular o peso corporal e fortalece os músculos.

Graças a isso, aumenta a resistência do solo pélvico e reduz o risco de partos prematuros, cesáreas e abortos.

Além disso, mantém a circulação ativa e reduz a sensação de pesado e tensão sobre as pernas. Alguns recomendados são:

  • Posturas de ioga para grávidas
  • Exercícios de pilates
  • Alongamentos na esteira
  • Caminhar a passo moderado
  • Praticar natação
  • Exercícios de Kegel

2. Adotar uma boa alimentação

A ideia de “comer por dois” na gravidez já é coisa do passado. Ao invés disso, recomenda-se a adoção de uma alimentação completa e balanceada, com um fornecimento calórico e nutricional adaptado às necessidades da mãe.

Com a finalidade de reduzir as dores nas pernas recomenda-se o consumo de frutas, vegetais e alimentos com gorduras saudáveis. Graças as suas vitaminas, minerais e ômega 3, o sangue fluirá sem dificuldade e evitará a tensão nas extremidades.

3. Consumir água abundante

Beber água ajuda a aliviar a dor nas pernas durante a gravidez

Um dos melhores hábitos para aliviar a dor nas pernas na gravidez é o consumo diária de água e líquidos saudáveis. Ainda que muitas a ignorem, este tipo de bebida combate a inflamação e reativa a circulação.

Além disso, é chave para um ótimo trabalho digestivo, o qual reduz outras moléstias como a prisão de ventre. O ideal é ingerir entre 8 a 10 copos de água por dia, sejam sozinhos ou em infusões de frutas, caldos, etc.

Você sabia? Cravo-da-índia para melhorar a digestão

4. Colocar as pernas para o alto

O cansaço nas pernas pode ser resultado do esforço físico e da pressão causada pelo peso da gravidez. Por isso, para combatê-lo de forma natural em questão de minutos, basta elevar as pernas no sofá ou sobre um banco pequeno.

Este simples gesto facilita o retorno do sangue para o coração e relaxa os músculos tensionados. Também é importante corrigir a postura e evitar cruzar as pernas por tempo prolongado.

5. Aplicar uma massagem

As massagens relaxantes são uma das melhores terapias para aliviar a dor nas pernas na gravidez. Não só eliminam a sensação de cansaço, mas também estimulam a circulação e o sistema linfático para evitar a retenção de líquidos e prevenir o inchaço.

Cabe destacar que são uma boa opção terapêutica para melhorar a saúde mental, já que combatem o estresse e ajudam a manejar  ansiedade. Pode-se aplicar com um óleo relaxante para obter melhores resultados.

Em síntese, fazer exercício físico regular e manter uma boa nutrição são as chaves para evitar a dor nas pernas na gravidez.

Ademais, é muito importante que cada mãe pratique desde os primeiros meses, já que assim não sofrerá tantas dificuldades na última etapa.