5 tipos de chás e seus benefícios para a saúde

5 de dezembro de 2013
O chá branco é relativamente desconhecido no ocidente. Ele é obtido a partir de brotos novos, que ainda não se oxidaram, e tem mais propriedades antioxidantes que o chá verde.

Neste artigo, vamos apresentar alguns dos mais diferentes tipos de chás que são frequentemente utilizados na medicina natural, assim como suas propriedades e a maneira de usá-los para melhorar a saúde.

O chá é uma bebida normalmente utilizada nas civilizações orientais pela medicina natural para aproveitar suas propriedades terapêuticas.

Chá Verde

O chá verde é muito popular em países asiáticos como China e Japão.

É um chá obtido a partir de um processo de oxidação mínima das folhas da planta de chá e contém grande quantidade de catequinas e isoflavonas, que lhe conferem um alto poder antioxidante.

Por isso, evita o envelhecimento prematuro de todos os tecidos do corpo. Estes são alguns dos benefícios que se pode obter ao tomar o chá verde:

  • Reduz o risco de sofrer de câncer de mama, pulmão, estômago, próstata e cólon.
  • Evita o enrijecimento das paredes arteriais (arteriosclerose) e ajuda a reduzir o risco de acidentes cardiovasculares.
  • Ajuda na perda de peso. O chá verde pode aumentar a termogênese e diminuir os depósitos de gordura a nível do fígado.
  • Ajuda a manter o sistema nervoso com boa saúde.

Leia também: É possível prevenir o câncer de mama? Conheça 6 recomendações

Chá Preto

de chás

O chá preto é produzido a partir de folhas de Carmellia sinensis, as quais são submetidas a um processo de oxidação mais prolongado do que outros tipos de chá, como o chá branco, o chá verde ou o chá oolong.

Por isso, ele possui um sabor mais acentuado e cor escura.

O consumo de chá preto também pode trazer importantes benefícios para a saúde, entre eles:

  • Reduz o risco de sofrer doenças cardiovasculares, pois estimula o coração e protege as paredes internas das artérias.
  • Estimula o sistema nervoso, por conter metilxantinas.
  • Possui efeito diurético, com o qual ajuda a eliminar a retenção de líquidos.
  • Relaxa os músculos dos brônquios, ajudando a melhorar a respiração.

Chá Branco

O chá branco é uma variedade especial de chá e não é muito conhecido no ocidente. É elaborado artesanalmente com os brotos mais jovens da planta do chá. Possui sabor delicado e suave.

Diversos estudos científicos demonstraram que o chá branco contém uma quantidade muito maior de polifenois que o chá verde e, com isso, seu poder antioxidantes também é muito mais potente.

Por esta razão, é capaz de prevenir o envelhecimento dos tecidos, melhorar o nível de colesterol no sangue e reduzir, com mais eficácia que o chá verde, o risco de câncer.

Leia também: Carne na grelha e o câncer de mama. Um risco maior?

Chá Oolong

de chás

Esta variedade de chá, também conhecida como Wulong ou chá azul, passa por um processo de oxidação entre os processos do chá negro e as variedades de chás mais suaves, como o branco ou o verde. Possui um sabor particular muito agradável, similar a frutas frescas.

Contém substâncias antioxidantes que fazem com que seja muito útil para reduzir o risco de infarto e outras doenças cardiovasculares.

Pode diminuir o nível do colesterol no sangue e também é recomendado para perder peso.

Chá vermelho, o famoso queima-gorduras

O chá Pu-Erh, também conhecido como chá vermelho, possui sabor característico, terroso e forte, e é de cor vermelho-escuro.

É um chá que é submetido a um demorado processo de pós-fermentação. Sua maturação se realiza em bodegas podendo durar vários anos. Este processo é o que lhe confere seu sabor, cor especial e seu grande poder de queimar gorduras.

É recomendável tomar três xícaras diárias deste chá para diminuir o nível de gordura no sangue e perder peso com maior facilidade.

Também possui efeito diurético, ajudando a eliminar líquidos e a melhorar a digestão.

Para os amantes de chá, temos algumas boas notícias. Como vocês podem ver, tomar chá traz muitos efeitos positivos para a saúde e praticamente não possui contraindicação.

Sendo assim, todo momento é propício para tomar qualquer um destes tipos de chá.

  • Łuczaj, W., & Skrzydlewska, E. (2005). Antioxidative properties of black tea. Preventive Medicine. https://doi.org/10.1016/j.ypmed.2004.10.014

  • Han, L. K., Takaku, T., Li, J., Kimura, Y., & Okuda, H. (1999). Anti-obesity action of oolong tea. International Journal of Obesity. https://doi.org/10.1038/sj.ijo.0800766

  • Hilal, Y., & Engelhardt, U. (2007). Characterisation of white tea – Comparison to green and black tea. Journal Fur Verbraucherschutz Und Lebensmittelsicherheit. https://doi.org/10.1007/s00003-007-0250-3