Vitaminas do complexo B para um cérebro jovem

Uma dieta variada fornece ao corpo os diferentes nutrientes de que necessita para funcionar adequadamente. Algumas das mais importantes para o cérebro são as vitaminas do complexo B. Você sabe por quê?
Vitaminas do complexo B para um cérebro jovem

Última atualização: 19 Dezembro, 2020

Talvez já tenhamos ouvido falar que as vitaminas são essenciais para a saúde, em termos gerais. Agora, você sabia que as vitaminas do complexo B são essenciais para manter o cérebro jovem e saudável? Esses nutrientes atuam como catalisadores para as reações fisiológicas que ocorrem no corpo, e aquelas que ocorrem no nível do cérebro não seriam uma exceção.

De acordo com os resultados de várias pesquisas, as deficiências de vitamina B6, B9 e B12 podem resultar em patologias cerebrais, tanto durante o desenvolvimento quanto na idade adulta. Portanto, essas substâncias são necessárias para a saúde desse órgão tão importante, que faz parte do centro de controle de todo o corpo. A seguir, contaremos todos os detalhes.

A importância da homocisteína

Uma das funções dessas vitaminas é prevenir o acúmulo de homocisteína, uma substância tóxica produzida durante o metabolismo que pode adoecer o cérebro se não for eliminada de maneira adequada.

A influência do excesso de homocisteína no cérebro jovem e saudável

A homocisteína é um resíduo metabólico que o corpo produz. Normalmente não causa danos, pois temos sistemas para eliminá-la. Porém, quando o organismo não elimina essa substância de forma eficiente, pode ocorrer um bloqueio das paredes dos vasos sanguíneos. Esse estreitamento dos dutos torna difícil a circulação do sangue pelo organismo todo, incluindo o cérebro. Por outro lado, o acúmulo de homocisteína pode causar danos aos neurônios.

Para eliminar esse resíduo, é necessária a ação das vitaminas B6, B9 e B12. Essa ação é tão importante que déficits nessas vitaminas aumentam o risco de doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e demência, conforme afirma uma pesquisa publicada na revista Advances in Nutrition.

Prevenir deficiências para manter o cérebro jovem e saudável

Nos últimos anos, pesquisas confirmaram, por meio de evidências científicas, que os níveis de vitaminas do grupo B são baixos em pessoas com doenças neurodegenerativas. Deve-se notar que isso também está relacionado à idade.

Foi publicado recentemente um consenso internacional que conclui que níveis elevados de homocisteína no sangue (entre 5-30% a mais do que o normal) são um risco de comprometimento cognitivo e demência em idosos.

A correção das deficiências de vitamina B pode ser feita de maneira simples: basta integrar regularmente na dieta vários alimentos ricos nessas substâncias. 

Não é difícil obter vitaminas B e corrigir (ou evitar, conforme o caso) déficits, porque podemos encontrá-la em diferentes alimentos, como carnes, peixes e vegetais de folhas verdes.

Fontes naturais de vitaminas B6, B9 e B12

Como guia de orientação, aqui estão alguns alimentos ricos em vitamina B6, B9 e B12. Seu consumo dentro de uma dieta variada, balanceada e suficiente ajudará a manter o cérebro jovem e saudável.

Vitamina B6

Alimentação equilibrada para manter o cérebro jovem e saudável

Em carnes de aves (frango, peru, codorna, pato, galinha, faisão, etc.), grão de bico, atum, cereais e batata.

A deficiência de vitamina B6 está associada ao risco de depressão, tontura e imunidade baixa.

Vitamina B9

Espinafre e vitamina B9

A vitamina B9 está presente em vegetais de folhas verdes (brócolis, espinafre, alface, acelga, salsa, agrião, etc.) além de alimentos como abacate, mamão, laranja, leguminosas e oleaginosas.

Sua deficiência provoca dores de cabeça, irritabilidade, alterações de humor, fraqueza e falta de concentração.

Vitamina B12

Cesta com ovos

A vitamina B12 é particularmente abundante em carnes, peixes, frutos do mar, ovos e laticínios. Por esse motivo, os veganos podem sofrer deficiências dessa vitamina.

Como já se comprovou, a falta dessa vitamina pode causar déficits de memória, depressão e, em geral, perda das funções cognitivas. Além disso, a falta de tais nutrientes condiciona o aparecimento de anemia.

Inclua vitaminas do complexo B para manter o cérebro jovem e saudável

Quando queremos adicionar vitaminas do complexo B na alimentação para manter o cérebro jovem e saudável, podemos optar pela dieta mediterrânea.

Se você seguir uma dieta onívora variada que inclua quantidades adequadas dos vários nutrientes, terá níveis normais de homocisteína. Entretanto, se apesar de se alimentar bem seus níveis desse metabólito forem anormais, consulte seu médico para saber se você está sofrendo de algum distúrbio metabólico.

Pode interessar a você...
6 alimentos benéficos para a saúde do cérebro
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
6 alimentos benéficos para a saúde do cérebro

Neste artigo, apresentamos uma lista com os alimentos benéficos para a saúde do cérebro, para manter este órgão saudável, forte e lúcido.



  • Fenech M., Vitamins associated with brain aging, mild cognitive impairment, and alzheimer disease: biomarkers, epidemiological and experimental evidence, plausible mechanisms, and knowledge gaps. Adv Nutr, 2017.
  • Selhub J., Bagley JC., Miller J., Rosenberg IH., B vitamins, homocysteine, and neurocognitive function in the elderly. The American Journal of Clinical Nutrition, 2000.
  • Smith AD., Refsum H., Bottiglieri T., Fenech M., et al., H0mocysteine and dementia: an international consensus statement. J Alzheimers Dis, 2018. 62 (2): 561-570.