Carne de frango: propriedades e benefícios

A carne de frango e de outras aves pode fazer parte do cardápio semanal de toda a família, pois é um alimento nutritivo e seu consumo pode ser positivo para a saúde.
Carne de frango: propriedades e benefícios

Última atualização: 01 Novembro, 2021

O consumo de carne de frango veio oscilando ao longo do tempo. Há algumas décadas esta era uma iguaria ocasional, e hoje é um dos animais mais consumidos do mundo, perdendo apenas para o porco. Isso se deve, em grande parte, à sua disponibilidade e às inúmeras formas de prepará-lo.

Inteiro, picado, empanado, assado, grelhado ou com molho… Estas são algumas das formas mais comuns de apreciá-lo. Porém, longe de ser um alimento básico do dia a dia, também deve ser valorizado como um produto de qualidade e saudável. Descubra suas propriedades e possíveis benefícios para a saúde a seguir.

Quais são as propriedades da carne de frango?

Informações nutricionais do frango assado
A recomendação geral é escolher o peito de frango, para obter mais proteína e menos gordura.

A carne de frango é considerada a carne proveniente de galos ou galinhas jovens abatidas entre 5 e 16 semanas de idade. O peso aproximado das peças inteiras costuma ser de 1 a 3 quilos.

A carne de frango é leve, rica em proteínas e pobre em gordura. Além disso, fornece vitaminas e minerais interessantes. É classificada como um tipo de carne magra, mas para isso é imprescindível e aconselhável a retirada da pele.

A nível nutricional, é interessante destacar os seguintes aspectos:

  • Suas proteínas são de alto valor biológico. Isso significa que fornecem todos os aminoácidos essenciais que o corpo não é capaz de fabricar, nas quantidades ideais.
  • Possui menor quantidade de gordura saturada do que a carne vermelha e outras carnes processadas. Além disso, no frango, destacam-se lipídios insaturados como o ômega 6 e o ômega 3. No entanto, este último está presente apenas nos espécimes criados em curral ou alimentados com ração vegetal.
  • Fonte de vitaminas do complexo B. Vitamina B12 (encontrada apenas em alimentos de origem animal), B3 (niacina) e B6 são de especial interesse.
  • Contém pequenas quantidades de alguns minerais, como ferro, zinco e selênio. Também é uma importante fonte de fósforo, e o sódio que adiciona à dieta é quase desprezível.

Benefícios derivados do consumo de frango

Todas essas propriedades da carne de frango a tornam um alimento adequado para qualquer dieta saudável. Seu consumo foi analisado em diversos estudos epidemiológicos ao redor do mundo. Os resultados mostram uma relação positiva entre o frango caipira (como parte de uma dieta saudável) e marcadores de boa saúde.

Fonte de proteína de fácil digestão

A carne de frango é recomendada para todos. No entanto, dado o seu teor de aminoácidos essenciais e a sua alta digestibilidade, é de especial interesse em alguns casos, como os de atletas e pessoas que praticam atividade física intensa, idosos, crianças e adolescentes.

A proteína é essencial para construir e reparar tecidos e manter a massa muscular. Uma deficiência pode causar dificuldades de crescimento, anemia, fraqueza física ou imunidade prejudicada.

Carne de frango e peso corporal

O consumo de alimentos que fornecem proteínas, como a carne de frango, é positiva para controlar o peso corporal e pode ajudar nas dietas para emagrecer.

A literatura existente até o momento indica que uma maior ingestão desse componente promove a termogênese e a saciedade em comparação com dietas com percentuais mais baixos. Da mesma forma, as evidências destacam que a presença de proteínas nas refeições leva a uma redução na ingestão subsequente.

Benefício cardiovascular

De acordo com um artigo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, substituir a carne vermelha por outras fontes de proteína, como frango, peixe e oleaginosas, pode ser uma estratégia eficaz para reduzir o risco coronariano. Por isso, é fundamental diferenciar esses dois tipos de carne.

Colesterol, ferro heme e gorduras saturadas (presentes na carne vermelha e processada) estão envolvidos na pressão arterial, disfunção arterial e resistência à insulina, fatores de risco para doenças cardiovasculares.

Fonte de nutrientes na gravidez

A carne de frango contribui para melhorar a qualidade da dieta em algumas condições específicas. Uma delas é durante a gravidez e a lactação, quando ela pode afetar positivamente a saúde da mãe e do bebê.

As aves são uma boa fonte de alguns nutrientes fundamentais neste período, como vitaminas do complexo B (B12, B6 e ácido fólico), ácidos graxos poliinsaturados e alguns minerais (ferro e fósforo).

Sistema imunológico e pele

O zinco é um oligoelemento necessário para o bom funcionamento do corpo e uma boa saúde. Ajuda o sistema imunológico a combater bactérias e vírus, é necessário para a produção de proteínas e DNA e contribui para uma melhor cicatrização de feridas.

Usos da carne de frango e como servi-la

Frango com molho de cogumelos
A carne de frango é saudável e muito versátil na cozinha.

A carne de frango é muito nutritiva, saborosa e de fácil digestão. Por isso, é adequada para todos. Tanto a coxa quanto o peito são partes recomendadas, desde que a pele e a gordura visível sejam removidas.

Por ser um produto perecível e sensível a microrganismos, é necessário maximizar as medidas de higiene durante o armazenamento e manuseio. Além disso, na hora do cozimento é imprescindível cozinhar uniformemente até o interior da peça, sem deixar nenhuma parte crua.

Além do frango grelhado, existem outras maneiras de cozinhar a carne de frango de forma saudável. Deixamos uma lista de ideias que podem servir de inspiração no seu dia a dia:

  • Assado no forno com especiarias, suco de limão e mostarda. Também pode ser guarnecido com outros condimentos, como um pouco de queijo parmesão, colorau e pão ralado.
  • Bifes de frango empanados e assados no forno.
  • Grelhado acompanhado de maçã assada e cebola escalfada.
  • Em cubos, é um ingrediente ideal para várias saladas: com manga e abacate, com rúcula, com maçã e aipo ou a famosa salada César.
  • Também picado, é perfeito para fazer espetos. Pode ser servido alternadamente com tomate cereja, cogumelos e mussarela.
  • Refogado na wok com legumes e um toque de molho de soja.
  • Frango inteiro com pimentão, cebola e berinjela.

Incorpore a carne de frango na sua dieta

A carne de frango é um alimento nutritivo e muito versátil. Por esse motivo, é aconselhável utilizá-la como uma das principais fontes protéicas de origem animal (junto com os peixes e os ovos).

Para aproveitar ao máximo seus pontos fortes, é interessante comprar frangos de criação não intensiva e alimentados com grãos (sempre que possível). A qualidade superior destes se reflete não apenas no perfil nutricional, mas também no sabor e na textura.

Durante a compra, é imprescindível não quebrar a cadeia de frio. Leve-o à geladeira o mais rápido possível, e se não for consumi-lo em 1 ou 2 dias, mantenha-o no freezer. Nessa temperatura, pode ser armazenado por cerca de 9 meses.

Por fim, é interessante lembrar que um único alimento não converte uma dieta em um padrão alimentar saudável. Assim, é aconselhável combinar a ingestão de carne de frango com outras fontes de proteína, tanto vegetal quanto animal. Além disso, respeite as quantidades diárias recomendadas e inclua vegetais, frutas, grãos integrais e gorduras saudáveis na dieta.

Pode interessar a você...
A carne vermelha faz mal à saúde?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
A carne vermelha faz mal à saúde?

O consumo de carne vermelha não faz mal à saúde quando feito com moderação. No entanto, pode trazer alguns riscos que devemos conhecer.



  • Allen L. H. Multiple micronutrients in pregnancy and lactation: an overview. The American Journal of Clinical Nutrition. Mayo 2005. 81 (5): 1206S-1212S.
  • Bu F. B. Protein, body weight and cardiovascular health. The American Journal of Clinical Nutrition. Julio 2005. 82 (1): 242S-247S.
  • Food Data Central. Chicken, stewing, light meat, meat only, raw. Agricultural Research Service. U.S Department of Agriculture.
  • Food Safety Org. Tabla de conservación de alimentos fríos. Septiembre 2021. U.S Department of Health and Human Services.
  • Halton T.L, Bu F. B. The effects of high protein diets on thermogenesis, satiety and weight loss: a critical review. Journal of the American College of Nutrition. Octubre 2004. 23 (5): 373-85.
  • Marangoni F, et al. Role of meat in a balanced diet aimed at maintaining health and wellbeing: an Italian consensus document. Food & Nutrition Research. Junio 2015. 59: 10.3402.
  • Office of Dietary Supplements. National Institutes of Health. Zinc. Diciembre 2019. U.S Department of Health and Human Services.
  • Wu G. Dietary protein intake and human health. Food & Function. Marzo 2016. 7 (3): 1251-65.