Cúrcuma: benefícios na luta contra o câncer

· 23 de julho de 2017
De cor chamativa e aroma forte, a cúrcuma é muito mais do que uma simples especiaria. Há pesquisas que apontam algumas de suas propriedades como armas poderosas na prevenção e na luta contra o câncer.

Conhecemos por sua cor chamativa e por seu forte sabor, que confere um toque diferente aos pratos. Mas sabia que a cúrcuma tem a capacidade de enfrentar o câncer?

Nesse sentido, falaremos sobre algumas das pesquisas em relação às propriedades da curcumina, o componente principal desta especiaria.

Dessa forma, não perca! Continue com a gente e confira essas informações incríveis!

A cúrcuma, um remédio antigo

Benefícios da cúrcuma contra o câncer

É conhecida por diferentes nomes (turmérico, açafrão-da-terra, açafrão-da-índia, raio-de-sol, gengibre amarelo, etc.) e provém da planta Curcuma longa, originária da Índia.

Esta especiaria é usada nessa região há centenas de anos para dar sabor aos pratos, e atualmente já não é um ingrediente que só se usa em pratos hindus, mas se expandiu para todo o mundo.

Suas propriedades medicinais também foram reconhecidas. Diversos estudos científicos foram feitos para conhecer seus benefícios, e nessas pesquisas uma característica da cúrcuma chamou a atenção: ajuda a enfrentar o câncer.

Além disso, tem a capacidade de proteger o fígado de todas as doenças potenciais que afetam este órgão tão importante, principalmente no caso da cirrose hepática. Isto se deve às capacidades anti-inflamatórias da cúrcuma.

Veja também: 7 razões pelas quais você deve limpar o fígado

Uma publicação na revista Frontiers, por outro lado, indicou que a especiaria tem muitas propriedades curativas: é antimicrobiana, antioxidante e antiviral. Ajuda, além disso, a tratar doenças degenerativas como o mal de Alzheimer.

Curcumina: propriedades antitumorais

Benefícios da cúrcuma contra o câncer

Consumir cúrcuma regularmente pode ajudar a evitar o câncer. Dentre as ações desta especiaria no organismo podemos destacar que previne o dano no DNA e a inflamação crônica. Se isso parece pouco, reduz os potenciais problemas nas células.

Os estudos demonstraram que a cúrcuma bloqueia o desenvolvimento do câncer, ainda que não se saiba qual é a dose necessária para aproveitar estas propriedades.

Alguns médicos indicam que deveria ser de 3,6 gramas ao dia para destruir as células cancerígenas mitocondriais, interromper o ciclo da doença e evitar que continue expandindo.

De acordo com as novas descobertas, a especiaria tem uma habilidade única para evitar a invasão das células cancerígenas e que estas se espalhem.

Além disso,ativa as proteínas para que bloqueiem a doença de forma natural e se evite a formação de tumores. Portanto, aquelas pessoas que já foram detectadas com câncer poderiam usar a cúrcuma para prevenir a metástase.

O pré-tratamento com curcumina melhora, por outro lado, os efeitos das sessões de quimioterapia ou radioterapia, principalmente o câncer de ovário e no de fígado.

Um grupo de pacientes com câncer de pâncreas em estado avançado provou um tratamento de 400 mg de curcumina por dia para complementar as técnicas médicas.

Os tumores diminuíram notavelmente e, além disso, não houve sinais de toxicidade derivados do consumo da especiaria.

Cúrcuma e câncer de mama

Benefícios da cúrcuma contra o câncer

A Sociedade Americana de Câncer publicou vários estudos em relação a esta doença que mata milhares de mulheres todos os anos. A cúrcuma é uma das “estrelas” dentro das pesquisas para enfrentar esta doença.

Os pesquisadores explicam que a cúrcuma tem a capacidade de aumentar um processo chamado apoptose. Basicamente significa que as células cancerígenas se autodestroem quando encontram um meio inapto para o desenvolvimento.

O mecanismo de ação da cúrcuma é bastante complexo porque implica reações moleculares instantâneas, mas basicamente se resume em uma frase: “se a inflamação diminui, o câncer melhora”.

Os médicos afirmam que esta especiaria é interessante como tratamento preventivo para não desenvolver a doença, e também nas pessoas que já sofreram de câncer.

Isto se deve ao fato de que atua sobre as células-mãe e protege o organismo dos tratamentos oncológicos.

Como podemos aproveitar os benefícios da cúrcuma?

Existem diversas receitas que contêm esta especiaria; além de serem deliciosas, permitem ingerir a curcumina a fim de prevenir o câncer. Algumas opções são:

Arroz

Um dos máximos expoentes da gastronomia hindu. Mas atenção, porque é recomendável usar para o arroz basmati, o mais nutritivo e digerível. 

Uma vez que se cozinhe como de costume, adicione uma colherzinha de cúrcuma. Também pode-se adicionar coentro e pimenta do reino.

Ovos

Os ovos fritos ou mexidos com uma pitada de azeite de oliva pode ser temperados com uma pitada de sal, um pouco de pimenta e cúrcuma.

Leguminosas

As lentilhas picantes são um prato muito consumido na Índia. Uma vez que estejam bem cozidas, misturamos leite de coco, pimenta do reino e cúrcuma. O mesmo pode ser feito com o grão de bico ou com o feijão.

Leia também: Propriedades do grão de bico

Infusões

Uma bebida refrescante para o verão que pode ser preparada com a raiz da planta. Depois adicione mel ou suco de limão. Por fim, vários cubinhos de gelo! Caso goste, adicione também pimenta do reino moída.

Vitaminas

Benefícios da cúrcuma contra o câncer

Com uma banana, mel, limão e cúrcuma tem-se uma riquíssima combinação para se alimentar e se sentir mais saudável.

Além disso, adicione leite de coco e gengibre ralado.

Leite dourado

É preparado com uma pasta de cúrcuma, água e óleo de amêndoas que depois é combinado com leite (melhor se for de amêndoas), mel e canela.

Deve ser tomado morno antes de dormir para proporcionar alívio para as dores musculares e articulares.

  • Sueth-Santiago, V., Mendes-Silva, G. P., Decoté-Ricardo, D., & Lima, M. E. F. (2015). Curcumina, o pó dourado do açafrão-da-terra: introspecções sobre química e atividades biológicas. Química Nova38(4), 538-552.
  • Fonseca-Santos, B. (2015). Sistemas precursores de cristais líquidos mucoadesivos para administração bucal de curcumina no tratamento do câncer bucal.
  • Teixeira, C. C. C. (2009). Desenvolvimento tecnológico de fitoterápico a partir de rizomas de Curcuma longa L. e avaliação das atividades antioxidante, anti-inflamatória e antitumoral (Doctoral dissertation, Universidade de São Paulo).
  • Collino, L. (2014). Curcumina: de especiaria à nutracêutico.