Combata as pedras nos rins com chá de gengibre e cúrcuma

· 26 de março de 2017
A mistura de gengibre e cúrcuma pode ser de grande utilidade para combater as pedras nos rins, desde que ainda tenham um tamanho médio.

Os rins são órgãos excretores responsáveis por filtrar as toxinas e impurezas do sangue para eliminá-las através da urina. As pedras nos rins, também conhecidas como cálculos renais, são umas das condições que podem se desenvolver nesta parte tão importante do organismo.

Trata-se de pedaços sólidos formados por substâncias presentes na urina. Seu tamanho pode ser tão pequeno como um grão de areia ou tão grande como uma pérola.

Compostas por minerais ou proteínas retidas no rim, são causadoras de obstruções perigosas nas vias urinárias. Geram uma forte dor, bloqueios na urina e outros sintomas.

O problema é que nem sempre costumam se manifestar de maneira esperada. Além disso, pelo fato de seu tamanho aumentar, surgem complicações que tornam seu tratamento mais difícil.

E, embora em alguns casos seja necessária uma intervenção cirúrgica, existem alguns remédios caseiros que ajudam a dissolvê-las. Neste artigo queremos compartilhar um chá de gengibre e cúrcuma, dois ingredientes anti-inflamatórios e depurativos cujo consumo pode ser muito favorável.

Chá de gengibre e cúrcuma para combater as pedras nos rins

A bebida natural de gengibre e cúrcuma é um bom complemento para combater as pedras nos rins quando seu tamanho ainda é médio.

Ambos os ingredientes são ricos em substâncias ativas que promovem a limpeza renal e a eliminação dos resíduos que dão lugar à formação dos cristais.

Leia também: 8 dicas para melhorar a função dos rins de forma natural

Benefícios do gengibre

Benefícios do gengibre contra as pedras nos rins

O gengibre é um ingrediente natural muito valorizado por sua riqueza em compostos anti-inflamatórios, analgésicos e desintoxicantes. Costuma ser utilizado contra as doenças digestivas, já que é carminativo, antibacteriano e diurético.

Também é um antigo remédio contra as doenças que afetam o sistema urinário, entre as quais se incluem as pedras nos rins. O gingerol, seu composto ativo, destrói, de forma indolor e eficaz, as pequenas pedras que obstruem as vias urinárias.

Benefícios da cúrcuma

Benefícios da cúrcuma contra as pedras nos rins

A cúrcuma é uma das especiarias mais recomendadas para desintoxicar o sangue e melhorar a saúde renal. Seu princípio ativo, a curcumina, lhe efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios e analgésicos.

Há centenas de anos é utilizada como remédio para limpar os rins. Isso se deve ao fato de que diminui a inflamação, elimina as toxinas e favorece a destruição das pedras formadas por sais e proteínas.

Exerce um efeito protetor nas vias urinárias, já que impede sua obstrução. Além disso, cria uma barreira protetora contra as bactérias e os vírus que causam infecções.

Como preparar chá de gengibre e cúrcuma para combater as pedras nos rins?

Chá de gengibre e cúrcuma para combater as pedras nos rins

O chá natural de gengibre e cúrcuma é que serve como suplemento do tratamento dos problemas renais. Ambas as especiarias diminuem a inflamação nestes órgãos e, por sua vez, promovem a destruição dos cristais que ocasionam dor e dificuldades para urinar.

Por sua maravilhosa composição nutricional, entre outras coisas, beneficia a saúde circulatória, cardiovascular e articular. Sua ingestão regular está relacionada a um menor risco de pressão arterial e a uma melhora significativa na saúde cognitiva.

Recomendamos a leitura deste artigo: 5 conselhos para ter rins saudáveis

Ingredientes

  • 1 pedaço de raiz de gengibre (1 polegada ou 2,5 cm)
  • Uma colher de chá de cúrcuma em pó
  • ½ litro de água
  • Uma colher de sopa de mel orgânico (25 g) (opcional)

Como preparar?

  • Coloque a água para esquentar em uma panela e, quando começar a ferver, despeje em uma jarra com a raiz de gengibre e a cúrcuma em pó.
  • Deixe repousar de 10 a 15 minutos para que os extratos das especiarias se concentrem.
  • Passado esse tempo, coe o líquido, sirva em um copo e adoce com mel.
  • Consuma-o preferencialmente em jejum, todos os dias.

Contraindicações

  • Esta bebida não deve ser consumida por pacientes com doenças hepáticas.
  • Em qualquer caso, o melhor é sempre consultar um especialista para estudar seu caso em concreto.

Para concluir, é essencial esclarecer que este remédio é um complemento contra as pedras renais. Com isso, sempre é melhor buscar ajuda médica.

  • Michael S. Richardson. ENCICLOPEDIA DE LA SALUD: Qué debemos hacer para disfrutar de una buena salud. Editorial AMAT, 2004.
  • Mario R. Garcia Palmieri. Lo Que Debes Saber Sobre Tu SaludLa Editorial, UPR, 2000.
  • Morton A. Meyers, MD, FACR, FACG. Radiologia dinamica del abdomen: anatomia normal y patologica. Springer Science & Business Media, 2000.