Bebê on-line: após comprar esperma on-line, mulher consegue ter seu 2º filho

Conheça a história da pequena Eden, uma bebê concebida de forma caseira (mas não convencional) graças a um aplicativo online de doação de esperma.
Bebê on-line: após comprar esperma on-line, mulher consegue ter seu 2º filho

Última atualização: 17 fevereiro, 2022

Existem inúmeras formas de engravidar atualmente. Além da versão clássica, a evolução tecnológica nos ofereceu opções como inseminação artificial, fertilização in vitro, ou até o congelamento de óvulos e espermatozoides, caso se deseje uma concepção futura.

O que poucas pessoas sabem é que existe também uma outra forma: a fertilização caseira, que consiste na compra de um kit de inseminação doméstica, além da aquisição on-line do esperma de um doador anônimo através de um aplicativo. Existem vídeos no YouTube ensinado a fazer a inseminação, que pode ser realizada no conforto de casa.

 

Essa foi a escolha de Stephenie Taylor, uma mulher de 33 anos da cidade de Nunthorpe, na Inglaterra. Ela queria ter um segundo bebê, mas não um novo relacionamento. Com isso em mente, ela comprou os acessórios necessários pelo eBay e escolheu um doador no aplicativo de esperma.

O doador levou o material até a casa dela, e nove meses depois nasceu a pequena Eden, uma bebê concebida graças às facilidades proporcionadas pelo mundo on-line.

“Poderíamos dizer que se eu não tivesse esse tipo de acesso de forma eletrônica, minha bebê não estaria aqui. Estou muito feliz em ser mãe novamente e muito orgulhosa da forma como ela chegou a este mundo.”

 —Stephenie Taylor em enrevista à Triangle News

O motivo por trás da busca pela concepção on-line

Stephenie já era mãe de Frankie, um menino de 5 anos cujo pai não era presente. Por esse motivo, ela queria que o filho tivesse a companhia de um irmão ou uma irmã e desejava bastante engravidar novamente. Ela chegou a buscar clínicas de fertilidade, mas o tratamento mais econômico custava 1.600 libras (algo em torno de 2.200 dólares). O valor tornou essa alternativa inviável para ela.

Frankie e a irmã concebida "on-line"

Foi aí que ela descobriu o aplicativo Just A Baby (Apenas um Bebê, em tradução livre). O funcionamento é semelhante ao do Tinder, mas ele usado por pessoas que desejam encontrar barrigas de aluguel ou doadores de esperma, óvulos ou embriões. Ela deu match com um homem de 43 anos, e após 3 semanas de trocas de mensagem ele fez a entrega do material, concordando em não solicitar contato ou a guarda da criança no futuro.

Mãe com sua bebê concebida "on-line"

A tecnologia está avançando cada vez mais rápido, e com ela também evolui a nossa percepção das coisas. Com isso, temos cada vez menos preconceitos e mais liberdade e facilidade para realizar os nossos desejos. Bebês concebidos através do mundo on-line, como a pequena Eden, podem ser tornar cada vez mais comuns. Interessante, não?

Pode interessar a você...
Maternidade por inseminação artificial: tudo que você precisa saber
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Maternidade por inseminação artificial: tudo que você precisa saber

A inseminação artificial é uma das técnicas de reprodução assistida utilizadas com mais frequência. Descubra tudo sobre o assunto aqui.