Auscultação das veias e artérias

· 5 de maio de 2019
Com exceção das grandes artérias, não se costuma verificar os ruídos nos vasos sanguíneos que transportam sangue do coração para o resto do corpo. Isto é verificável através das auscultação das veias e artérias, que detalharemos neste artigo.  

O termo auscultação vem do latim e se refere ao ato de ouvir. A auscultação das veias e artérias é, portanto, escutar através de dispositivos específicos os diferentes sons desses vasos sanguíneos, a fim de facilitar o diagnóstico de diferentes patologias.

É possível ouvir muitas partes do corpo humano, como o coração, o sistema respiratório, ou o sistema digestivo. Neste artigo, vamos nos concentrar na auscultação de veias e artérias.

Auscultação das veias

As veias são vasos sanguíneos responsáveis ​​por direcionar o sangue dos capilares sanguíneos para o coração. Elas geralmente carregam células residuais e CO2, embora as artérias carreguem sangue oxigenado. As artérias pulmonares transportam sangue oxigenado dos pulmões para as cavidades do lado esquerdo do coração.Quando se enchem, este órgão bombeia o sangue para o resto do corpo através da artéria aorta, e das veias umbilicais.

No estado normal, não há fenômenos acústicos perceptíveis nas veias. No entanto, em certas situações, sons de murmúrio ou sopro podem ser observados nas veias jugulares. Por exemplo, isso ocorre em caso de anemia, uma situação patológica na qual o sangue não carrega oxigênio suficiente – ou clorose – uma condição na qual há deficiência de ferro no sangue. Esses barulhos se distinguem por serem contínuos; quando há intermitência, não é rítmica, e pode ser avaliada pela ausculta das veias e artérias.

Leia também: Combata as varizes com este tratamento de azeite de oliva e calêndula

Por que pode haver ruídos de origem venosa?

Glóbulos vermelhos pelas veias

Os vasos funcionam como canos, transportando sangue pelo corpo, e criando ruídos em seus movimentos.

Eles parecem ser ruídos líquidos, devido às alterações da corrente sanguínea quando passam para canais de diâmetros diferentes. Ao mesmo tempo, o conteúdo dos troncos venosos diminui. A interrupção da corrente sanguínea por pressão faz com que os ruídos venosos desapareçam. No entanto, a pressão moderada com o estetoscópio que diminui o calibre da veia, os reforça.

Por fim, deve-se notar que, quando os ruídos são intermitentes, ocorrem quando o indivíduo inspira, pois o fluxo sanguíneo é favorecido.

Auscultação das artérias

As artérias também são vasos sanguíneos. No entanto, diferem das veias que transportam sangue do coração para os diferentes tecidos do organismo, enquanto as veias o fazem na direção oposta, como vimos. Nesse sentido, a função das artérias é inversa à das veias, já que elas transferem o sangue oxigenado e rico em nutrientes para todas as células do corpo.

Quanto à ausculta das artérias, com exceção da aorta, da pulmonar, da carótida e da subclávia, as artérias não apresentam fenômenos acústicos audíveis, ou são insignificantes. No entanto, usando um dispositivo conhecido como esfigmomanômetro, tornou-se perceptível ao ouvido humano a pulsação das pequenas artérias, como a radial.

Você pode estar interessado em ler: Como preparar uma bebida especial de beterraba para controlar o colesterol

Ruídos das grandes artérias

São especialmente as grandes artérias que produzem a maior sonoridade para a auscultação das veias e artérias.

Embora você geralmente não ouça o ruído na maioria das artérias, pode ouvi-lo nas grandes, que são as seguintes:

Nestas artérias, podemos ouvir três tipos de ruído:

  • Propagados desde o coração: geralmente são ruídos do orifício aórtico. Na maioria das vezes, são ruídos sistólicos, uma vez que o sangue diastólico se propaga na direção oposta à corrente sanguínea arterial. Portanto, estes últimos não são ouvidos, ou são ouvidos fracamente.
  • Produzidos na mesma artéria: estes ruídos são sempre isocrônicos com o pulso. Eles são produzidos pelo grande aumento da pressão arterial em casos nos quais há hipertrofia do ventrículo esquerdo, ou exagero da atividade cardíaca. O ruído que pode ser percebido no nível das fontanelas em bebês pequenos, é um ruído da mesma origem.
  • Pela pressão do estetoscópio ou fonendoscópio: esta pressão diminui o calibre do vaso e determina uma contração da veia líquida; há um ruído isócrono com o pulso.Se a pressão apaga a luz do vaso, todo o ruído natural ou artificial desaparece.

Em resumo, a auscultação de veias e artérias é um dos muitos recursos médicos para detectar anormalidades no corpo. É, portanto, um mecanismo de diagnóstico primário muito eficaz em certas circunstâncias.

  • Aragoncillo Ballesteros, P. (2009). Anatomía del corazón. Libro de la salud cardiovascular del Hospital Clínico.
  • Vasquéz, A. (2013). Auscultación cardíaca y fonocardiograma. Scielo. https://doi.org/10.1007/s10811-011-9710-3
  • Sanchez Torres, G., & Guadalajara, J. F. (1980). La auscultación cardio-vascular durante la apicoscopia y la osciloscopia carotidea o regional. Un método diagnóstico sencillo y útil. Archivos del Instituto de Cardiologia de Mexico. https://doi.org/10.1017/S0003055409990220